Pesquisadores desenvolvem tela de tablet que corrige problema de visão

Engenheiros desenvolveram um protótipo de tela de tablet que corrige problemas de visão.

O sistema utiliza um software para alterar a luz a partir de cada pixel da tela, com base no grau de óculos da pessoa.

Os pesquisadores também adicionaram um pequeno filtro “pinhole”, como o de uma câmara escura, para melhorar a nitidez da imagem.

A pesquisa será apresentada na conferência internacional de computação gráfica SIGGRAPH, em Vancouver, em agosto.

A equipe diz que a tecnologia poderia ajudar milhões de pessoas que precisam de lentes corretivas para usar seus dispositivos digitais.

Cerca de uma em cada três pessoas no Reino Unido sofre de miopia. Nos EUA são cerca de 40%, enquanto na Ásia mais de metade da população tem problemas de visão.

Nos últimos anos, vários projetos tentaram usar telas de computador para corrigir dificuldades de vista.

Os autores deste último estudo dizem que seu protótipo oferece “significativamente maior contraste e resolução se comparado com soluções anteriores”.

Siga a luz
A equipe da Universidade da Califórnia, em Berkeley, e do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) desenvolveu um algoritmo que leva em conta o problema específico do usuário para ajustar a intensidade de cada ponto de luz emanado de cada pixel em uma imagem.

O protótipo usou um iPod com um filtro “pinhole” preso à tela. Para ver as imagens, os pesquisadores usaram uma câmera reflex monobjetiva digital (DSLR) que foi programada para simular uma pessoa com hipermetropia.

As imagens alteradas do iPod apareceram nítidas e claras para a câmera, mostrando que o protótipo foi eficaz em corrigir este problema de vista.

“A importância deste projeto é que, em vez de depender de ótica para corrigir sua visão, usamos a computação”, disse o principal autor da pesquisa, Fu-Chung Huang. “Esta é uma classe muito diferente de correção e é não intrusiva”.

A equipe de pesquisadores acredita que sua ideia, quando aperfeiçoada, poderá beneficiar pessoas que sofrem de problemas de visão mais difíceis de tratar.

“Nós agora vivemos em um mundo onde as telas são onipresentes”, disse o coordenador do projeto na Universidade da Califórnia, professor Brian Barsky.

“As pessoas com problemas graves têm, muitas vezes, irregularidades na forma da córnea, e esta forma irregular dificulta que elas usem lentes de contato”, ele afirmou.

“Em alguns casos, isso pode ser um impedimento para que exerçam alguns trabalhos, porque muitos trabalhadores precisam olhar para uma tela como parte de seu trabalho. Esta pesquisa poderia transformar suas vidas”.

Embora a pesquisa esteja em estágio inicial, os engenheiros por trás do projeto acreditam que a tecnologia tenha um grande potencial na área de correções visuais.

Eles vislumbram telas que possam ser vistas ao mesmo tempo, com nitidez, por múltiplos usuários com diferentes problemas de visão.

“No longo prazo, nós acreditamos que telas flexíveis permitam múltiplos usos: imagem de exibição 3D sem vidro, tela com imagem 2D corrigida, e além”.

Fonte: Portal G1

Correr até 10 minutos por dia reduz risco de morte, sugere estudo

Fazer uma corrida curta e rápida diariamente pode ser tão eficaz quanto correr prolongadamente para viver mais, destaca um estudo publicado nesta semana no periódico “Journal of the American College of Cardiology”. Correr de 5 a 10 minutos por dia pode reduzir significativamente o risco de doenças cardíacas e morte precoce.

As pessoas que correm para se exercitar apresentam um risco 30% menor de morrer e as chances de óbito por doença cardiovascular caem 45% em comparação com quem não pratica o exercício físico. Corredores têm expectativa de vida três anos maior que a média dos sedentários.

A pesquisa não detectou diferenças estatísticas entre quem corre 50 minutos ou 180 minutos por semana. Os resultados também não diferiram quando a corrida se manteve abaixo dos 10 km por hora. Quem corre em ritmo lento ou caminha também têm resultados melhores do que os que não praticam atividade física.

“Visto que o tempo é um dos maiores obstáculos para se fazer uma atividade física, o estudo pode motivar mais gente começar a correr”, disse o principal autor do estudo, Duck-chul Lee, professor assistente do Departamento de Cinesiologia da Universidade Estadual do Iowa (cento dos EUA).

O estudo se baseou no acompanhamento de mais de 55.000 adultos com idade média de 44 anos no Texas, ao longo de 15 anos. A maioria era de brancos e um quarto do total era de mulheres.

Fonte: Portal G1

Prefeitura adia liberação de viaduto

Por conta das chuvas que caíram em Natal, em junho e julho o consórcio Queiroz Galvão/Ferreira Guedes não conclui as obras do viaduto da rodovia federal BR-101, que tinha previsão para ser aberto hoje ao  tráfego de veículos. O secretário municipal adjunto de Obras Públicas e Infraestrutura, engenheiro Caio Múcio Pascoal, disse que as obras deve continuar  mais uns dez dias, motivo pelo qual, agora, a Semopi prefere não estabelecer mais uma data para a sua inauguração. 

“Os serviços que restam são justamente aqueles impossíveis de fazer com água”, disse ele. De acordo com as estatísticas da Gerência de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn), as precipitações pluviométricas que provocaram atraso na execução das obras do viaduto, ocorrerem em 42 dias dos últimos dois meses. Nos 30 dias de junho choveu 21 dias, mesmo número de dias chuvosos nos 31 dias deste mês.

O viaduto da BR-101 é o único equipamento do Complexo Viário Dom Eugênio de Araújo Sales que falta ser entregue ao trânsito de veículos entre as avenidas Salgado Filho e Prudente de Morais, em Lagoa Nova. Caio Pascoal disse que estão em  execução a pavimentação asfáltica sob o viaduto e em cima dele, bem como o recapeamento do trecho da BR-101.

Caio Pascoal explicou que após a sua conclusão, o viaduto vai permitir que os ônibus, cujo destino é a Zona Sul de Natal, passem por cima dele, caindo na marginal sem precisar entrar à direita, quando vêm do centro da cidade.

Segundo Pascoal, com a inauguração do viaduto, abre-se, ainda, outra rota de passagem dos veículos que vêm da avenida Prudente de Morais e da Zona Oeste e centro de Natal, com destino ao campus da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, de onde podem seguir, também, para Ponta Negra, desafogando o trânsito à altura do  viaduto de Mirassol.

Na segunda-feira (28), o consórcio Queiroz Galvão/Ferreira Guedes já havia concluído as obras das passarelas da avenida Prudente de Morais e da rua Morais Navarro, enquanto no domingo (27) foi aberto ao trânsito o túnel da rua Raimundo Chaves, o único de mão dupla do complexo.

Extraoficialmente, operários das empreiteiras disseram que o viaduto seria entregue ao tráfego de carros na próxima quinta-feira, dia 7 de agosto, data que não foi confirmada pela Semopi. Até lá as obras seriam restritas mais à colocação do verniz e acabamento de massa, segundo os operários. Anteriormente, a prefeitura liberou ao trânsito de veículos no túnel que liga a avenida Capitão Mor Gouveia à avenida Prudente de Morais, no dia 15 de julho. A inauguração oficial do complexo viário, propriamente dita, ocorreu no dia 9 de junho, três dias antes do início da Copa do Mundo, período em que as obras paralisaram nos quatro dias de jogos da Copa do Mundo em Natal.

Fonte: Agência Brasil

 

Gilson Moura desiste da candidatura, mas lança o irmão para disputar uma vaga na Assembleia

O deputado estadual Gilson Moura (PROS), que vem enfrentando diversos processos judiciais sob acusação de corrupção, denúncias formuladas pelo Ministério Público, desistiu de disputar o pleito deste ano. No entanto, o plano B já está em curso.

O parlamentar do PROS lançou o irmão Francisco Bento de Moura Júnior candidato a deputado estadual pelo PRP. A coligação integrada pelo irmão do parlamentar é formada pelo PSDB / PSC / PSDC / PMN / PRB / PRP.

O registro de Júnior Moura já foi deferido pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte.

Fonte: Tribuna do Norte

Atingir meta de superávit primário está mais difícil, diz Banco Central

Os resultados das contas públicas em maio e em junho tornam mais difícil atingir a meta de superávit primário – economia para o pagamento de juros da dívida, este ano. A avaliação é do chefe do Departamento Econômico do Banco Central (BC), Tulio Maciel.

Segundo dados do BC divulgados hoje (31), o setor público consolidado – governos Federal, estaduais e municipais e empresas estatais – registrou déficit primário de R$ 2,1 bilhões, em junho, o primeiro para o mês, e de R$ 11,046 bilhões, em maio. Em 12 meses encerrados em junho, o superávit primário chegou a R$ 68,528 bilhões, o que corresponde a 1,36% do Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os bens e serviços produzidos no país. A meta para o setor público, este ano, é 1,9% do PIB.

“Obviamente o déficit de maio e junho tornam o atingimento da meta mais distante, mais difícil. Exigirá um esforço maior do governo para obtê-la, mas não significa que não será atingida”, disse Maciel. Para o chefe do Departamento Econômico, o Tesouro Nacional – responsável pela execução do orçamento, está trabalhando no sentido de atingir a meta.

Maciel acrescentou que em maio e em junho houve menor arrecadação de receitas pelo governo e o impacto de desonerações feitas pelo governo foi cerca de R$ 50 bilhões. Outro fator é a moderação na atividade econômica, que reduz a arrecadação de impostos. Maciel argumentou ainda que o governo aumentou gastos com investimentos, o que ambém causou impacto no resultado das contas públicas.

Fonte: Tribuna do Norte

Sesc apresenta duas peças gratuitas neste final de semana no Teatro Alberto Maranhão

Depois de uma pausa em junho, o Palco Giratório volta a Natal, nos dias 01 e 02 de agosto, às 20h, no Teatro Alberto Maranhão, com os espetáculos – “O retrato do artista quando coisa”, da Bololô Cia. Cênica, e“Viúva, porém honesta”, do grupo de teatro pernambucano Magiluth.O Palco Giratório projeto de difusão das artes cênicas trazido pelo Sistema Fecomércio RN, por meio do Sesc, este ano, chega a sua 17ª edição, com apresentações gratuitas em nove cidades potiguares.

Na sexta-feira (01/08), os atores da Bololô Cia. Cênica, apresentam o espetáculo “O retrato do artista quando coisa”, que antes de tudo, é um convite à brincadeira, aofeitiço da poesia, ao encantamento, à desconstrução das palavras acostumadas e ao deslimite.

No sábado (02/08), o enredo da peça “Viúva, porém honesta” apresenta ao público a história da viúva Ivonete, que resolver virar uma mulher “honesta”, mantendo-se fiel ao finado. Uma das estranhas decisões de sua nova conduta é nunca mais sentar. O pai da jovem, diretor de um dos mais influentes jornais do país, resolve então convocar conceituados especialistas para solucionar o problema da filha, nessa farsa irresponsável, cheia de reviravoltas, com texto de Nelson Rodrigues, um dos maiores dramaturgos do teatro nacional.

17º Palco no RN

De agosto a outubro, a 17ª edição do Palco Giratório levarámais cinco espetáculos nacionais às cidades de Natal, Mossoró, Caicó, Nova Cruz e Currais Novos.

Além disso, o projeto promoverá apresentações de grupos teatrais locais – dentro da proposta de intercâmbio com os grupos nacionais e oficinas teatrais.

Na 1ª etapa do projeto (abril a junho), foram apresentados os espetáculos Guerra, Formigas e Palhaços (RN),Homens de Sola de Vento (SP), Cravo Canavial (RN),O Mistério da Bomba H (MG), Sargento Getúlio (BA) – monólogo com texto do escritor João Ubaldo Ribeiro –,Barrica – Poráguabaixo (SC) e Uma Flor de Dama (CE). Para a 2ª etapa (julho a outubro), estão programadas as apresentações de Viúva, Porém Honesta (PE),O Segredo da Arca de Trancoso (BA), Plaguim (MS), Deus da Fortuna (PB) e Romeu e Julieta (CE).

Para saber mais, acesse o site do Sesc RN, o www.sescrn.com.br e o site do Palco Giratório, o www.sesc.com.br/portal/site/palcogiratorio.

Serviço:

O quê? Palco Giratório:“Retrato do artista quando coisa” e “Viúva, porém honesta”

Quando?01 e 02/08, às 20h
Onde? Teatro Alberto Maranhão (Praça Augusto Severo, Ribeira, Natal/RN)
Como assistir? Levar 1 kg de alimento não perecível com 1h de antecedência à bilheteria do teatro e trocar pelo ingresso. Não há limite de ingresso por pessoa: cada alimento vale um ingresso.

Faixa etária: não recomendado para menores de 16 anos
Mais informações: www.sescrn.com.br |www.sesc.com.br/portal/site/palcogiratorio

Tribunal de Contas da União vai rever acórdão que isenta Graça Foster

A presidente da Petrobras, Graça Foster, poderá ser incluída no acórdão do Tribunal de Contas da União (TCU) que responsabiliza a antiga diretoria pelo prejuízo na compra da Refinaria de Pasadena.

Um ex-diretor chegou a ser acusado por atos praticados após a saída dele, e a Corte estuda rever o documento, o que abre brecha para a inclusão de Graça.

Nessa quarta-feira (30/7), José Orlando de Azevedo, ex-presidente da Petrobras América e primo de José Gabrielli, negou, em depoimento na CPMI da Petrobras, qualquer participação no litígio da compra de Pasadena.

Fonte: Correio Braziliense

Ceduc Caicó registra terceira fuga de internos durante a semana

O Centro Educacional para Adolescentes Infratores (Ceduc) de Caicó, na região Seridó do Rio Grande do Norte, registrou a fuga de cinco jovens no início da manhã desta quinta-feira, 31. Segundo a Polícia Militar, esta foi a terceira vez, apenas nesta semana, que internos escapam da instituição. 

A PM não soube descrever detalhes de como os adolescentes conseguiram fugir e nem confirmar a idade deles. 

Ainda segundo informações da PM, na última terça-feira, 29, quatro jovens fugiram do Ceduc Caicó. As fugas ocorreram durante a madrugada e no início da noite. A Fundação Estadual da Criança e do Adolescente (Fundac), órgão responsável pelos Ceducs, informou que um desses adolescentes foi recapturado na manhã de ontem, nas proximidades do terminal rodoviário da cidade. 

Fonte: Tribuna do Norte

Ucrânia anuncia cessar-fogo para facilitar investigação sobre acidente

O Exército ucraniano anunciou nesta quinta-feira (31) a suspensão por um dia de sua ofensiva contra os separatistas pró-russos no leste do país a pedido do secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, para que os especialistas internacionais possam chegar ao local onde o avião da Malaysia Airlines caiu.

“Hoje há um cessar-fogo a pedido de Ban Ki-moon devido ao trabalho dos especialistas na zona onde o avião caiu. O Estado-Maior da operação antiterrorista decidiu decretar um ‘dia de silêncio’ e suspender os combates”, declarou Oleksi Dmytrashkivski, porta-voz das forças ucranianas.

No entanto, advertiu que os militares podem disparar para se defender. Kiev lançou a sua “operação antiterrorista” com o objetivo de recuperar as cidades do leste da Ucrânia que estão sob controle separatista. Os países ocidentais acusam a Rússia de apoiar os rebeldes, que são suspeitos de terem derrubado o avião civil com um míssil no último dia 17.

O secretário-geral da ONU pediu na quarta-feira (30) às forças ucranianas e aos separatistas no leste da Ucrânia que parem imediatamente os combates perto do local onde o MH17 foi derrubado, matando 298 pessoas.

Os especialistas internacionais tentam desde domingo, sem sucesso, chegar ao local onde ainda há restos humanos e do avião, devido aos fortes combates entre o Exército e os insurgentes.

Nesta quinta, porém, especialistas holandeses e australianos, acompanhados por uma equipe de observadores internacionais, conseguiram chegar ao local. “Observadores chegaram ao local onde o MH17 caiu pela primeira vez em quase uma semana, acompanhados por quatro especialistas holandeses e australianos”, que utilizaram uma nova via de acesso, declarou a Organização para a Segurança e a Cooperação na Europa (OSCE) no Twitter.

No entanto, as autoridades ucranianas já acusaram os rebeldes de descumprirem com o cessar-fogo durante as primeiras horas desta quinta. Por outro lado, os separatistas acusam a Ucrânia de bloquear o acesso ao local da queda. “A Ucrânia continua a violar o cessar-fogo na área do acidente do MH17, não permitindo que observadores da OSCE e especialistas da Holanda e da Austrália entrem na área”, disse Sergei Kavtaradze, um assessor do líder rebelde Aleksander Borodai.

Política

O Parlamento ucraniano rejeitou nesta quinta-feira a renúncia apresentada pelo primeiro-ministro, Arseni Yatseniuk, que denunciou a dissolução da coalizão governamental no Parlamento.

Apenas 16 deputados votaram a favor de sua renúncia, contra os 226 votos necessários para validar sua partida, que teria afundado o país em uma nova crise política.

Os separatistas pró-russos têm a intenção de participar nas negociações com a Rússia, a Ucrânia e a OSCE na Belarus, segundo uma fonte da liderança rebelde. Ainda não está claro quando os lados se reunirão para conversar sobre a crise na Ucrânia.

Fonte: Valor Econômico

MST ocupa prédio abandonado da Secretaria de Agricultura

Membros do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) ocuparam, na manhã de hoje (31), o prédio onde deveria funcionar a Central de Comercialização de Produtos da Agricultura Familiar, em Lagoa Nova, zona Sul de Natal. O grupo montou acampamento e não tem previsão para deixar o local, que estava abandonado.

Depois de percorrerem as ruas de Natal, realizando protesto em frente à Superintendência do Incra e caminhando por algumas das avenidas mais movimentadas da cidade, o grupo chegou até o prédio da Central de Comercialização de produtos da Agricultura Familiar, localizado próximo ao cruzamento das avenidas Jaguarari com Capitão-Mor Gouveia. 

Ao chegarem ao local, os Sem Terra posicionaram produtos da agricultura, supostamente produzidos em assentamentos no interior do estado, para serem comercializados em via pública. Além disso, também foram levados colchões e tendas que servem de abrigo para os agricultores.

Pela manhã, o objetivo da manifestação do MST era cobrar providências em prol da melhoria no atendimento às famílias em assentamentos no estado e celeridade em processos de reforma agrária pelo interior. Há a previsão de um encontro com representantes do Incra ainda nesta quinta-feira (31), mas os manifestantes não definiram data para deixar o prédio ocupado.

O prédio da Central de Comercialização da Agricultura Familiar foi inaugurado em 30 de março de 2010, pela ex-governadora Wilma de Faria. Na época da inauguração, o Governo afirmou que, apesar da inauguração, ainda seriam necessários dois ou três meses – e mais um investimento de R$ 1.570 milhão – para começar a funcionar.

A obra está edificada numa área cedida pela Ceasa, de 5.057,39 m², cujos 2.780 m² são de área construída. Os investimentos na Central são da ordem de R$ 1,4 milhão, fruto de convênio firmado com o Ministério do Desenvolvimento Agrário, onde o Governo do Estado entrou com a contrapartida de R$ 667 mil. A previsão era de que  Central beneficiasse um público total de 38.976 pessoas, com geração de 13.300 ocupações diretas. A Central tinha a finalidade de funcionar nos mesmos moldes de um supermercado.

Em entrevista à Tribuna do Norte no início de julho, o  secretário de Agricultura da Secretaria de Estado da Agricultura, da Pecuária e da Pesca (Sape), Tarcísio Bezerra Dantas, responsável pele edifício, afirma que está ciente que o prédio sofre com a ação de vândalos, mas que a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-RN), contratou uma empresa para reparar os danos. Além disso, ele garantiu que o prédio seria reinaugurado em até três meses.

Fonte: Tribuna do Norte

Itamaraty transfere embaixada da Líbia para Tunísia por falta de segurança

O governo brasileiro decidiu transferir temporariamente os servidores de nacionalidade brasileira da Embaixada do Brasil em Trípoli para Túnis, na Tunísia, devido à falta de segurança na Líbia. Em nota, o Itamaraty informou que a medida, tomada pela “contínua deterioração das condições de segurança” não implicará no fechamento da representação diplomática naquela país.

De acordo com o documento, a representação brasileira continuará prestando assistência aos portadores de passaporte do Brasil residentes na Líbia. O Ministério de Relações Exteriores disponibilizou dois números de telefone para atender a demandas consulares: (218) 91-727-8419 e (218) 91-840-7386.

Ontem (30), grupos islamitas tomaram o controle da principal base do Exército líbio em Benghazi, no Leste da Líbia, após combates que mataram dezenas de soldados, em meio à crescente onda de episódios violentos no país. Em um desses episódios, em Trípoli, uma enfermeira filipina foi sequestrada ontem durante algumas horas e violentada por um grupo armado. As fontes médicas e dos serviços de segurança líbios que divulgaram o ocorrido informam também que os agressores não foram identificados.

O Ministério da Saúde líbio indicou, em comunicado, que o episódio deverá acelerar a decisão das autoridades filipinas de retirar cidadãos daquele território, incluindo 3 mil médicos e enfermeiras. A organização humanitária Crescente Vermelho, federada à Cruz Vermelha Internacional, informou ter retirado de uma base militar corpos de 35 soldados, afirmando que ainda há mais cadáveres no local.

“Até agora conseguimos retirar 35 corpos. Mas há mais no bairro de Bouatni, onde está situada a base militar e outras estruturas da unidade das Forças Especiais do exército líbio”, disse à agência internacional AFP, o porta-voz do Crescente Vermelho, Mohamed al-Misrati. Na sua página na rede social Facebook, o grupo Ansar Asharia publicou fotografias do material bélico conquistado após o assalto à base militar: dezenas de armas e caixas de munições.

Os confrontos registados nas últimas semanas no país são os mais violentos desde a queda do regime de Muammar Kadhafi, em 2011 e acontecem entre milícias armadas e o Exército líbio. Face ao clima de caos que enfrenta o país, o deputado Abu Bakr Biirao informou que o novo Parlamento líbio, eleito no dia 25 de junho, decidiu fazer uma reunião de urgência no sábado (2) em Tobrouk, no Leste da Líbia. Inicialmente, o novo Parlamento deveria assumir funções no próximo dia 4, em Benghazi. “Em virtude da situação perigosa no país decidimos ter uma reunião de urgência em Tobrouk, a cerca de 200 quilômetros a leste de Benghazi”, disse Biirao, que vai presidir a sessão inaugural.

Perante a escalada de violência, principalmente na capital líbia Trípoli, vários países ocidentais têm retirado seus cidadãos ou funcionários diplomáticos do território. Nas últimas 24 horas, cerca de 50 franceses e britânicos saíram do país em barcos. Ainda em Trípoli, os bombeiros continuavam hoje a combater, pelo quarto dia consecutivo, um violento incêndio num grande depósito de armazenamento de combustíveis. O incêndio foi provocado por foguetes disparados durante os confrontos entre milícias rivais.

Fonte: Agência Brasil

Ban Ki-moon condena ataque à escola da ONU em Gaza

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, condenou hoje (30) o ataque de Israel a uma escola que servia de abrigo da ONU para refugiados em Gaza, que matou pelo menos 16 palestinos, inclusive crianças.

“Nada é mais vergonhoso que atacar crianças dormindo”, Ban Ki-moon ao desembarcar na Costa Rica, para uma visita oficial, segundo informações da Agência de Notícias da ONU. “Foi um ataque condenável. É injustificável. E exige responsabilização e justiça”, acrescentou.

De acordo com o chefe da ONU, a localização da escola foi comunicada por 17 vezes militares israelenses, inclusive na noite de ontem (29), horas antes do ataque.

A escola é gerenciada pela Agência das Nações Unidas para Assistência aos Refugiados da Palestina (UNRWA, na sigla em inglês). O chefe da agência,  Pierre Krähenbühl, disse que o ataque ao abrigo foi “uma afronta”  e motivo “de vergonha universal”.

Fonte: Agência Brasil

Confiança do Comércio tem primeira melhora desde fevereiro

Apesar de registrar a primeira evolução favorável desde fevereiro, o Índice de Confiança do Comércio (Icom) fechou o segundo trimestre do ano com recuo de 6,3% em relação ao mesmo período de 2013. O dado faz parte da pesquisa Sondagem do Comércio divulgada hoje (31), pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getulio Vargas (FGV). Segundo o instituto, o resultado é consequência da combinação de piora do quadro atual com a melhora das expectativas em relação aos meses seguintes.

Com isso, a taxa interanual trimestral do Índice de Expectativas (IE-COM) passou de um resultado negativo de 6%, em junho, para -4,7% em julho. No mesmo período, o Índice da Situação Atual (ISA-COM) passou de uma taxa de -7,1% para -8,9%, respectivamente.

Para o economista do Ibre Aloisio Campelo Jr., superintendente adjunto de Ciclos Econômicos do instituto, “passado o período de intensificação da desaceleração do setor em função dos feriados relacionados à Copa do Mundo, as empresas parecem esperar alguma recuperação no volume de vendas ao longo dos próximos meses”. Segundo ele, o cenário, embora factível, “não altera o quadro de baixo crescimento que vem caracterizando o comércio em 2014”.

O levantamento do Ibre indica que a melhora das expectativas ocorreu de forma mais notável exatamente nos segmentos que observaram as maiores quedas de confiança nos meses anteriores. No segmento veículos, motos e peças a variação interanual trimestral do IE-COM passou de uma avaliação negativa de 16,4%, no trimestre encerrado em junho, para -9,8%, em julho. Material para construção passou de -11,5% para -9,8%; enquanto no varejo restrito houve ligeira piora das expectativas, com as taxas passando de -3,7% para -4,6%, respectivamente.

O Índice da Situação Atual (ISA-COM), que retrata a percepção do setor em relação à demanda no momento presente, na média do trimestre terminado em julho, 12,5% das empresas consultadas avaliaram o nível atual de demanda como forte e 28,1%, como fraca. No mesmo período de 2013, os percentuais haviam sido de 15,7% e 23,0%, respectivamente.

De junho para julho, o indicador que mede o otimismo com a situação dos negócios nos seis meses seguintes foi o que mais contribuiu para a melhora do Índice de Expectativas (IE-COM), ao passar de uma variação interanual trimestral de -7,2% para -4,9%. A taxa de variação do indicador que mede o otimismo em relação às vendas nos três meses seguintes passou de -4,7% para -4,6%, no mesmo período.

Fonte: Agência Brasil

Eduardo Jorge assina termo de compromisso em defesa dos direitos da criança

O candidato à Presidência da República pelo PV, Eduardo Jorge, assinou hoje (31) um termo de compromisso que estabelece metas para o atendimento aos direitos das crianças e adolescentes em seu governo, caso seja eleito. Criado pela Fundação Abrinq, o projeto convida todos os candidatos a se tornarem Amigos da Criança.

O candidato do PV foi o primeiro entre os 11 presidenciáveis a assinar o termo. “Eu assino com segurança, pois são prioridades ligadas à criança, mas que, de certa forma, se espalham por várias políticas públicas. Educação, saúde, superação da pobreza, proteção ao meio ambiente e agricultura. Essas metas estão ligadas a todas essas áreas, que são prioridades do nosso programa”, disse Eduardo Jorge.

A Abrinq, organização sem fins lucrativos voltada à defesa dos direitos da criança, tem o projeto Presidente Amigo da Criança desde 2002, que está na quarta edição. “O Brasil tem muitos desafios ainda na implementação de políticas voltadas a crianças e adolescentes. Um dos desafios é a questão do acesso às creches, o que é uma demanda especialmente das famílias mais vulneráveis. O Brasil alcançou somente em torno de 20% de inserção das crianças que precisam desse serviço. O desafio é o governo implementar essa política junto com os municípios, é lá que o prefeito tem que dar conta dessa política. O gestor precisa desse apoio federal”, disse a gerente executiva da Abrinq, Denise Cesário.

Eduardo Jorge disse que, se eleito, uma de suas metas é disponibilizar mais recursos para o cumprimento das metas da Abrinq. “Nenhum candidato vai deixar de achar que a criança brasileira é uma prioridade. Mas o que o nosso programa do PV coloca é como nós vamos ter os recursos a mais para investir nessas políticas na área da saúde, educação, defesa do meio ambiente, cultura de paz e agricultura limpa”, disse.

“Nós vamos cortar o que for necessário para poder ter mais recursos nessas áreas. No nosso programa, dizemos como vamos fazer isso, na reforma política, na reforma do pacto federativo, na diminuição de algumas estruturas que eu acho excessivas em Brasília, para que se tenha mais saúde e educação nos municípios”, declarou.

Fonte: Agência Brasil

Cultura lança programa que levará 500 jovens para fazer cursos no exterior

O Ministério da Cultura lançou hoje (31) dois editais para cursos e eventos no exterior, com o objetivo de levar 500 jovens agentes culturais para estudar e participar, em outros países, de eventos das mais diversas áreas e cursos. As atividades serão desenvolvidas entre novembro deste ano e março de 2015.

Os editais abrangem áreas como música, artes cênicas, rádio, televisão e artesanato. Para ser selecionado, o jovem precisa ter alguma experiência na área em que está interessado.

As instituições de ensino que receberão os jovens brasileiros foram mapeadas pelo ministério e visitadas pela ministra da Cultura, Marta Suplicy.

O critério para aceitação do jovem vai depender das próprias universidades estrangeiras, que receberão uma carta do estudante interessado, com auxílio do Ministério da Cultura. Depois disso, o jovem receberá convite da instituição, mas ainda terá que ser aprovado por uma banca composta por representantes do Ministério da Educação, da Diretoria de Relações Internacionais e da Fundação Nacional das Artes (Funarte), entre outras instituições.

Segundo Marta Suplicy, após retornar ao país, os jovens selecionados terão de participar de cursos, oficinas e apresentações artísticas sobre o que incorporou no exterior para multiplicar o conhecimento que obteve nos intercâmbios. Há um contrato em que ele [o jovem] vai ter que fazer essa prestação depois que voltar, informou a ministra.

“Quando têm essa experiência, as pessoas voltam com tanta vontade de mostrar o que aprenderam e fizeram. Não teremos, portanto, problema nenhum em direcionar isso”, afirmou.

Os interessados em participar da iniciativa já podem se inscrever no site do Ministério da Cultura. As dúvidas podem ser esclarecidas pelo e-mail intercambio.sec@cultura.gov.br.

O ministério espera a adesão de mais instituições dos cinco continentes ao programa até 2016. Segundo o ministério, a partir do ano que vem, o programa incluirá também estudantes brasileiros que façam cursos de graduação e pós-graduação no exterior nas áreas culturais.

Fonte: Agência Brasil

Mantega classifica de impasse situação argentina com fundos abutres

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, evita classificar de default (calote) a situação da Argentina em relação aos credores dos chamados fundos abutres. Para ele, neste momento, há apenas um “impasse”, pois o mercado “já se adaptou” à crise.

“Acho que o mercado meio que se ajustou a um possível impasse. Não chamaria dedefault, chamaria de impasse. O mercado já se adaptou. Já precificou. Portanto, não terá no curto prazo nenhuma consequência maior”, disse.

Os fundos têm sido chamados de abutres, porque compraram papéis da dívida argentina a preços baixos depois da moratória de 2001 e entraram na Justiça para cobrar o valor integral, sem o desconto, como aceitaram os outros credores. A Justiça, então, concedeu aos fundos abutres  o direito de receber a totalidade da divida (US$ 1,3 bilhão), sem desconto, e com os juros acumulados durante o longo processo.

Mas, para Mantega, a Argentina não pode ser considerada em default porque tem pago as dívidas, inclusive com o Clube de Paris (formado por 19 países), o que ocorreu recentemente. Isso mostra, segundo ele, que a Argentina não está dando um calote. “É uma situação sui generis. [É] uma situação excepcional, porque quem está impedindo ela de fazer os pagamentos é um juiz americano. Acho que ainda há uma margem de negociação.”

O ministro avalia ainda que se a Argentina deixar de fazer os pagamentos aos fundos abutres, esses mesmos investidores também perderão. Por isso, é importante que haja uma negociação. De acordo com Mantega, é melhor para os credores receber uma parte do que nada.

Mantega defende que o impacto, neste primeiro momento no Brasil, é nulo e sem consequências direta e que não afeta o mercado internacional. Na avaliação do ministro, existe um problema maior e que poderá impactar em novas renegociações de dívidas externas de vários países no futuro. “Vou dar um exemplo: ‘recentemente foi feita uma reestruturação da Grécia e lá se chegou a um acordo parecido com o da reestruturação da dívida argentina’. Agora, com a decisão da corte americana pode comprometer futuras reestruturação de dívidas”, avaliou.

Ele destacou que haverá reações da comunidade internacional da forma como o problema está sendo conduzido e que o próprio Fundo Monetário Internacional (FMI) tem criticado a situação. “Não é um questão circunscrita à Argentina. Devemos trabalhar para tentar reverter essa situação e não permitir que essa reestruturação legítima que a Argentina fez no passado seja inviabilizada.”

Para o ministro, mesmo uma agência rebaixando a nota de risco da Argentina, não significa que o mercado financeiro já tenha considerado o país em default porque as negociações ainda podem continuar. “Existem outras soluções. Por exemplo, alguma instituição financeira comprar os títulos dos abutres, porém com valores menores. Eles estão jogando tudo ou nada, mas as negociações valem a pena. Não vamos nos precipitar.”

As consequências no primeiro momento são para a Argentina porque ela terá mais dificuldade de captação no mercado externo e prejuízo na atividade econômica, que poderá ser um pouco menor do que está sendo, além do comércio exterior, no entendimento de Mantega. Mas como o país é exportadora de commodities (básicos) poderá ter um caixa nesse segmento.

Fonte: Agência Brasil

Israel convoca mais 16 mil soldados para seguir ofensiva militar em Gaza

O Exército de Israel anunciou nesta quinta-feira (31) a convocação de mais 16 mil reservistas para seguir com a ofensiva contra o Hamas na Faixa de Gaza. Com esse novo chamado, a tropa israelense na região alcança o efetivo de 86 mil militares.

“O exército lançou 16 mil ordens de mobilização suplementares com o objetivo de permitir dar um alívio às tropas que se encontram em terra, o que eleva o total de efetivos de reservistas a 86 mil “, declarou o porta-voz.

O porta-voz do Exército disse que o objetivo dessa convocação é permitir que as tropas que já estão em combate contra os islamitas tenham um período maior de descanso.

O governo israelense também utilizou um tratado chamado “inventário de reservas de munição de guerra”, e solicitou aos Estados Unidos o envio, com urgência, de mais munição para as tropas. O custo da operação é de US$ 1 bilhão.

O Gabinete de Segurança, que na quarta (30) se reuniu durante cinco horas, decidiu por unanimidade continuar com os ataques contra “objetivos terroristas” do Hamas e as operações realizadas para neutralizar os túneis cavados pelo movimento islamita entre a Faixa de Gaza e o território israelense, indicou a rádio pública.

Uma nova reunião deste gabinete, integrado por oito ministros, está prevista para esta quinta.

Citado pela rádio, um general encarregado das operações no setor do reduto palestino disse que a destruição dos túneis seria apenas uma questão de dias.

Fonte: Portal G1

Comércio eletrônico fatura R$ 16 bi

São Paulo (AE) – O comércio eletrônico brasileiro teve faturamento de R$ 16 bilhões no primeiro semestre de 2014, segundo divulgou ontem a E-bit, empresa especializada em informações do comércio eletrônico. O faturamento do setor teve crescimento nominal de 26% na comparação com o mesmo período do ano anterior. A E-bit reiterou sua expectativa de crescimento de 21% nas vendas do comércio eletrônico no acumulado de 2014, chegando a R$ 35 bilhões.

Neste primeiro semestre, o número de pedidos chegou a 48,17 milhões contra 35,54 milhões nos seis primeiros meses de 2013. Um fator que explica este crescimento, na avaliação da E-bit, é a entrada de novos consumidores no varejo online. Até junho, os ingressantes no comércio eletrônico foram 5,06 milhões, fatia importante do total de 25,05 milhões de consumidores que fizeram compras pela internet no primeiro semestre.

A E-bit identificou impacto da Copa do Mundo nas vendas. Cresceu a participação de TVs no total de vendas de eletrônicos no varejo online nos meses que antecederam o evento. Em janeiro, a fatia dos aparelhos de TV no total de eletrônicos vendidos era 39% e em junho esse porcentual chegou a 48%. Apesar desse impacto, apenas 11% dos consumidores entrevistados em pesquisa da E-bit disseram ter sido motivados a comprar algum produto por causa da competição de futebol.

Mesmo com o estímulo à venda de eletrônicos, a categoria de Moda e Acessórios manteve a liderança conquistada há um ano nas vendas do comércio eletrônico brasileiro. Com participação de 18% no volume total de pedidos, é seguida por Cosméticos, Perfumaria e Saúde (16%), Eletrodomésticos (11%), Livros, Assinaturas e Revistas (8%), Telefonia e Celulares (7%) e Informática (7%).

Os preços no comércio eletrônico caíram em média 0,34% ao mês no período de março a junho de 2014, segundo o Índice FIPE/Buscapé, divulgado pela E-bit com apoio da FecomercioSP, Camara-e.net e ABComm.

Dos dez grupos de produtos analisados pelo indicador durante o primeiro semestre de 2014, seis apresentaram redução nos preços e quatro registraram alta.

Fonte: Tribuna do Norte

Sancionada lei que cria regras para convênios com ONGs

O projeto de lei que cria um novo marco regulatório para as organizações não governamentais (ONGs) foi sancionado hoje (31) pela presidenta Dilma Rousseff. A lei estabelece normas para as parcerias voluntárias da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios com as organizações e estabelece regras para evitar o favorecimento de grupos específicos e a escolha de entidades sem preparo técnico ou estrutura para o cumprimento dos projetos.

Pela proposta, as ONGs terão que participar de processo seletivo (chamada pública) inscrevendo seus projetos para serem selecionados, pondo fim a uma das principais polêmicas referentes às parcerias, a forma de seleção. Terão ainda que cumprir uma série de requisitos para fazer parcerias com os governos. Entre as exigências para firmar os contratos estão: existir há, no mínimo, três anos; ter experiência prévia na realização do objeto do convênio; e ter capacidade técnica e operacional para desenvolver as atividades propostas.

A presidenta Dilma Rousseff disse que a democracia se fortalece quando se abre para a participação social e destacou que a criação de regras claras vai permitir o reconhecimento por parte do Estado da relevância e importância dessas instituições. “A legislação cria um ambiente muito mais adequado para a atuação das organizações da sociedade civil e reconhece nelas parceiras fundamentais do Estado na implementação de políticas em favor dos nossos cidadãos”.

A presidenta destacou que as regras mais transparentes fortalecem o reconhecimento das organizações e irá evitar que os erros de poucos contaminem o trabalho de milhares.

“A aprovação dessa lei representa, sem dúvida, ganho para todos nós, garante alicerces muito mais fortes para a atuação conjunta e complementar do Estado e da sociedade civil para a superação das nossas carências e garantia de direitos a oportunidades”, completou Dilma.

O novo texto traz também a exigência da ficha limpa tanto para as organizações quanto para os seus dirigentes. Passa a ser lei nacional a determinação de que as organizações e os dirigentes que tenham praticados crimes e outros atos de violação aos princípios e diretrizes ficam impedidos de celebrar novas parcerias. A medida vinha sendo aplicada nas parcerias firmadas pelo Poder Executivo Federal desde 2011.

Além disso, a norma prevê regras mais rígidas no planejamento prévio dos órgãos públicos, no monitoramento e na avaliação, e um sistema de prestação de contas diferenciado por volume de recursos.

A diretora executiva da Associação Brasileira das Organizações Não Governamentais (Abong), Vera Masagão, disse que a sanção da lei abre as portas para a regulamentação das ações. “Este é apenas o ponto de partida de um trabalho árduo que é a regulamentação que não vai ser apenas no nível da União. Vai dar muito trabalho assessorar e criar as condições para que todos os municípios possam implementar essas ações”.

Segundo a representante da Abong, o marco ajudará na constituição de um Estado mais forte e com capacidade de implementar políticas públicas, “com diálogo permanente com a sociedade e suas organizações”.

O texto é resultado de inúmeras rodadas de consultas e debates públicos com a participação de representantes das organizações da sociedade civil, de parlamentares e da Plataforma por um Novo Marco Regulatório para as Organizações da Sociedade Civil, aliança que reúne organizações.

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, citou o caráter suprapartidário das discussões no Congresso Nacional em torno do aprimoramento do projeto. Ele destacou a colaboração de diversos parlamentares como a do senador Aloysio Nunes (PSDB-SP) e do deputado federal licenciado para concorrer ao governo do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB-DF), ambos da oposição.

A Casa Civil não informou se houve vetos da presidenta ao texto que será publicado na edição de amanhã (1°) do Diário Oficial da União.

Fonte: Agência Brasil

Pontualidade de pagamento das MPEs tem leve queda no 1º semestre

A pontualidade de pagamentos das micro e pequenas empresas atingiu 95,3% no primeiro semestre de 2014, aponta nesta quinta-feira (31) a Serasa Experian. O resultado significa que, de janeiro a junho de 2014, a cada 1.000 pagamentos realizados, 953 foram quitados à vista ou com atraso máximo de sete dias.

O percentual do primeiro semestre deste ano ficou ligeiramente abaixo da pontualidade de 95,4% do primeiro semestre do ano passado, diz a empresa de análise de crédito.

Apenas em junho, a pontualidade de pagamentos foi de 96%, elevação em relação ao patamar de 95,1% de maio, aponta.

“O baixo dinamismo da atividade econômica, a elevação do custo financeiro por conta dos juros mais altos e os aumentos salariais acima da produtividade dificultaram a concretização de pagamentos em dia por parte das micro e pequenas empresas, causando ligeira redução dos seus níveis de pontualidade no primeiro semestre de 2014”, diz a Serasa.

Setores
As micro e pequenas empresas do comércio registraram o maior nível de pontualidade no primeiro semestre, com 96%. Nas empresas de serviços o índice foi de 94,4% e nas empresas industriais, de 94,3%.

Durante os primeiros seis meses de 2014, o valor médio dos pagamentos pontuais cresceu 14,1% em relação ao mesmo período do ano anterior (R$ 1.982 contra R$ 1.737).

O maior valor médio foi registrado pelos pagamentos pontuais das empresas de serviços (R$ 2.078), seguido pelo das empresas comerciais (R$ 2.001) e pelas micro e pequenas empresas do segmento industrial (R$ 1.778).

Fonte: Portal G1

Lançado sistema de denúncia eletrônica de propaganda

Já está disponível, no site do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte, o sistema Denúncia Eletrônica – Propaganda Eleitoral 2014, instituído através de portaria conjunta da Presidência e da Corregedoria, e destinado a receber, por meio da internet, denúncias de condutas praticadas em desacordo com a legislação que disciplina a propaganda eleitoral nas Eleições 2014, sem contemplar condutas realizadas no rádio e na televisão.

Não serão admitidas denúncias anônimas e o denunciante efetuará o preenchimento de formulário eletrônico, identificando-se obrigatoriamente através de título de eleitor, endereço completo, telefone e e-mail, informações que ficarão nos bancos de dados da Justiça Eleitoral e não constarão do expediente instaurado para constatar a eventual irregularidade.

Na elaboração da denúncia, deverá ser descrita a irregularidade, com indicação detalhada de localização e endereço da propaganda, o conteúdo e os nomes dos supostos beneficiários.

Fonte: Tribuna do Norte

Com gol no fim, ABC é eliminado

O ABC não conseguiu segurar a vantagem conquistada em Natal, perdeu para o Novo Hamburgo/RS por 2×0 na noite dessa quarta-feira e acabou sendo eliminado da Copa do Brasil. Os gols da partida foram marcados por Afonso, no primeiro tempo e Juba, já nos acréscimos da etapa final. Agora, o alvinegro concentra todas as suas atenções para a disputa da série B do Brasileiro, quando enfrenta o América/MG, sábado, no estádio Independência, em Minas Gerais. Uma vitória é fundamental para o técnico Zé Teodoro, que viu seu time cair de produção e despencar na tabela de classificação da segunda divisão, aparecendo agora, na oitava posição.

“As coisas quando tem que acontecer é assim mesmo, vacilamos e eles mataram o jogo. Vamos pensar agora na Série B e  tentar buscar o resultado fora de casa”, disse Zé Teodoro, ao final da partida.

Precisando balançar a rede visitante, o Novo Hamburgo teve dificuldades em superar o esquema 3-5-2 de Zé Teodoro no início. Porém, aos 27 minutos do primeiro tempo, o clube da casa foi à redes. Preto recebeu no setor direito e realizou um belo passe para Afonso, por entre as pernas da marcação. O defensor invadiu a área e, cara a cara com Gilvan, encheu o pé, estufando as redes.

Na segunda etapa, o clube anilado seguiu determinado a conseguir a classificação no tempo regulamentar.  Aos 13 minutos, o técnico alvinegro sacou o zagueiro Suéliton e promoveu a entrada de Somália. Com mais ofensividade, o ABC criou boas chances para empatar. Aos 19 minutos, Daniel Amora avançou ao ataque, cortou a marcação e, na área, finalizou firme. Porém, parou em Vinícius, que praticou defesa milagrosa. Aos 24 minutos, Xuxa, substituto de Júnior Timbó, cruzou na medida para Rodrigo Silva, mas viu o centroavante, livre, cabecear para fora.

Entretanto, quanto a partida se encaminhava para os pênaltis, o Novo Hamburgo fez o gol da classificação histórica. Substituto de Preto, Felipe Athirson, aos 46 minutos do segundo tempo, alçou a bola na área, a defesa do ABC não conseguiu afastar e viu Juba, de costas, desviar, sem dar chances para Gilvan, marcar o gol da classificação e definir a partida.

Ficha técnica
Novo Hamburgo (2): Gilvan; Suéliton (Somália), Marlon e Diego Jussani; Renato, Fábio Bahia, Daniel Amora, Junior Timbó (Xuxa), Lúcio Flávio (João Paulo) e Luciano Amaral; Rodrigo Silva. Técnico: Zé Teodoro
ABC (0): Vinícius; Afonso (Celsinho), Fred, Júlio Santos e Peixoto; Alberto, Jonas (Rafinha), Jônatas e Preto (Felipe Athirson); Juba e Douglas. Técnico: Itamar Schulle
Local: Estádio do Vale/N.Hamburgo-RS
Árbitro: Bráulio da Silva Machado (SC)
Assistentes: Carlos Berkenbrock-SC e Ângelo Rudimar Bechi-SC
Gols:Afonso (27’ do 1T)  e Juba (46’ 2T)

Fonte: Tribuna do Norte

STF vai decidir sobre prisão em regime aberto para Genoino

A Vara de Execuções Penais do Distrito Federal descontou hoje (30) 34 dias da pena do ex-deputado José Genoino, condenado na Ação Penal 470, o processo do mensalão, em virtude de cursos de introdução à informática e de direito constitucional, feitos dentro do Presídio da Papuda, no Distrito Federal.

Com a decisão, Genoino já tem direito a cumprir pena em regime aberto desde o dia 20 deste mês. No entanto, a autorização será do ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), responsável pela execução das penas dos condenados.

A data prevista para a concessão do benefício é 24 de agosto, quando ele completa um sexto da pena de quatro anos e oito meses de prisão no regime semiaberto, requisito para a mudança para o aberto. À Justiça do Distrito Federal, os advogados de Genoino alegaram que o cumprimento da pena no atual regime expirou devido aos 34 dias que o condenado tem de crédito, por ter trabalhado dentro do presídio.

Genoino teve prisão decretada no dia 15 de novembro do ano passado e chegou a ser levado para o Presídio da Papuda, no Distrito Federal. Mas, por determinação do presidente do STF, Joaquim Barbosa, ganhou o direito de cumprir prisão domiciliar temporária, uma semana após a decretação da prisão. Em abril, o ex-parlamentar voltou a cumprir pena de quatro anos e oito meses no presídio.

De acordo com o Código Penal, o regime aberto deve ser cumprido em nas chamadas casas do albergado, para onde os presos voltam somente para dormir. Em muitos casos, diante da inexistência do estabelecimento nos sistemas prisionais estaduais, os juízes determinam que o preso fique em casa e cumpra algumas regras, como horário para chegar ao domicílio, não sair da cidade sem autorização da Justiça e manter endereço fixo.

Fonte: Agência Brasil

Construção do Residencial Maruim começa nesta segunda-feira

O sonho da casa própria já pode ser considerado uma realidade para os moradores da Comunidade do Maruim. Nesta segunda-feira, dia 04 de agosto, a Prefeitura do Natal vai iniciar a construção dos 200 apartamentos que integram o Residencial Maruim, empreendimento que faz parte do programa Minha Casa, Minha Vida, do Ministério das Cidades, coordenado pela Secretaria Municipal de Habitação, Regularização Fundiária e Projetos Estruturantes (Seharpe).

Os apartamentos serão erguidos ao lado do Estádio Senador João Câmara, na Rua Silva Jardim, bairro das Rocas. No mesmo local onde funcionou a SISAF, que se encontra atualmente sob a guarda da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur). Segundo o secretário adjunto de habitação da Seharpe, Albert Josua Neto, não haverá sorteio para ocupação dos apartamentos, pois eles serão construídos especialmente para absorver as famílias que residem na Comunidade do Maruim.

O empreendimento está orçado em R$ 2,2 milhões sendo cada unidade no valor de R$ 61 mil. Por estar conjugado ao projeto de urbanização do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC), o residencial vai dispensar prestação. Os beneficiados irão receber os seus imóveis gratuitamente. O Residencial Maruim, que será construído pela Certa Construções e Engenharia, conta com recursos advindos do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR), do Governo Federal (Ministério das Cidades).

URBANIZAÇÃO
O local onde reside atualmente a Comunidade do Maruim será totalmente transformado pela Prefeitura do Natal com obras de urbanização, construção de quiosques e praça. O secretário Josua Neto informa que os quiosques serão utilizados exclusivamente pelas famílias que já exerciam uma atividade comercial dentro da comunidade e que estão regularmente cadastradas na Seharpe.

O projeto de urbanização já foi concluído e encaminhado a Caixa Econômica Federal (CEF) para análise. O custo gira em torno de R$ 3 milhões. “As obras de urbanização só serão iniciadas quando a construtora executar 50% das obras do Residencial Maruim para transferência das famílias” revela o secretário. De acordo com ele, a meta é entregar as duas obras juntas: o residencial e a urbanização no prazo de 15 meses.

Fonte: Prefeitura do Natal

Dilma diz que pessimistas criam expectativas ‘nocivas’ para o país

A presidente Dilma Rousseff, durante entrevista a uma rádio da Bahia na manhã desta quinta-feira (31), criticou aqueles que ela chamou de pessimistas, que torcem pelo “quanto pior melhor”, e disse que eles estão criando expectativas negativas “extremamente nocivas” para o país.

Entre essas expectativas, a presidente citou avaliações de que a inflação vai ficar acima da meta neste ano e os rumores de um “tarifaço” no setor de energia elétrica, para compensar o uso das usinas térmicas. Na avaliação da presidente, nada disso vai acontecer.

“Há hoje, de forma deliberada, um processo de criação de expectativas negativas extremamente nocivas para o país, como fizeram na Copa […] É o pessimismo sistemático instilado por aqueles que querem acabar com o o que se ganhou e querem voltar atrás com retrocessos”, afirmou.

Sobre a inflação, Dilma disse que é normal que cresça no primeiro semestre e caia no segundo. Ela afirmou que a inflação vai ficar dentro da banda em 2014, entre o centro da meta, de 4,5% e o teto, de 6,5%.

“Falaram que ia haver um descontrole inflacionário. Aqui no Brasil é sempre assim. A inflação  sobe no primeiro semestre e cai no segundo. A inflação está caindo e vai ficar direitinho dentro da banda, de 4,5 a 6,5%”, disse.

Ela também falou sobre a possibilidade de “tarifaço” no setor de energia elétrica, que serviria para compensar o uso das usinas térmicas. A presidente atribuiu o acionamento das térmicas à seca em algumas regiões do país, que diminuiu a capacidade das hidrelétricas. No entanto, segundo a presidente, falar sobre “tarifaço” também é pessimismo.

” Agora inventaram que vai ter tarifaço. Falam que vai ter um tarifaço porque as térmicas foram acionadas. Não vai ter, não. É outra coisa que não vai ter”, afirmou.

Fonte: Portal G1

Problema técnico suspende emissão de visto americano em todo o mundo

O serviço de emissão de vistos americanos em todo o mundo está suspenso por tempo indeterminado e a Embaixada dos Estados Unidos recomenda aos brasileiros que, se possível, adiem sua viagem para o país caso ainda não tenham obtido o visto de entrada.

De acordo com um comunicado divulgado pelo Bureau de Assuntos Consulares do Departamento de Estado, a emissão de vistos e de passaportes ocorre com capacidade reduzida “e será assim até que os documentos sejam processados”.

Um texto oficial em inglês afirma que uma atualização de software ligado à emissão de vistos e passaportes começou a apresentar problemas significativos de desempenho. A causa principal ainda não foi encontrada, mas, segundo o governo americano, “os esforços estão focados em trazer o sistema de volta às operações normais”. Uma página com perguntas e respostas foi elaborada pelo serviço americano para auxiliar o turista (leia, em inglês).

Apesar da falha, o funcionamento nos Centros de Atendimento ao Solicitante de Visto (Casv), onde é realizada a primeira etapa da documentação, continua normal. Os agendamentos podem ser feitos em Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo, Recife e Belo Horizonte.

Atualizações sobre a retomada do serviço deverão ser postadas no site www.travel.state.gov. Candidatos ao visto também serão avisados por e-mail.

Viagens perdidas não serão reembolsadas
Segundo a nota, o Departamento de Estado não vai reembolsar possíveis despesas de quem dependia do visto para viajar e, por não tê-lo, tiver perdido voos. “Sempre temos o cuidado de avisar aos viajantes de não fazer planos até que tenham um visto em mãos. Mesmo com o banco de dados funcionando normalmente, pode haver atrasos na impressão”, explica a nota.

Sobre vistos para estudantes, o Consulado afirma que se compromete em emiti-los a todos os alunos de qualificações e intercambistas. Ainda de acordo com a nota, pessoas que são isentas desta necessidade e aqueles que já tem a autorização para entrar nos EUA não são afetados.

Mais de meio milhão de vistos no 1º semestre
Os Estados Unidos emitiram mais de meio milhão de vistos para brasileiros no primeiro semestre de 2014. Foram exatamente 525.358 documentos desse tipo concedidos até junho deste ano, segundo dados divulgados pela Missão Diplomática dos EUA no Brasil. A maioria dos vistos foi emitida no consulado de São Paulo (mais de 281 mil).

Em seguida vem o consulado do Rio de Janeiro, com mais de 136 mil, o de Brasília, com quase 62 mil, e por último o de Recife, com 45.766 vistos emitidos até o meio do ano.

Apenas no mês de junho, período da Copa do Mundo, foram mais de 87 mil vistos concedidos no país — 4% a mais do que no mesmo período do ano anterior. Em todo o ano de 2013, foram emitidos mais de um milhão de vistos: exatamente 1.057.854.

Fonte: Portal G1

Após ocupar sede do Incra em Natal, integrantes do MST fazem protesto

Cerca de 500 manifestantes ocuparam na manhã desta quinta-feira (31) a entrada da sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), no bairro de Petrópolis, na Zona Leste de Natal. Dentre as reivindicações do grupo estão melhorias na assistência agrícola e reforma agrária no Rio Grande do Norte.

Após a ocupação, o grupo deixou a sede do órgão e iniciou uma caminhada em direção ao shopping Midway Mall, na Zona Leste da cidade.

Fonte: Portal G1

Dois naufrágios na Indonésia deixam 25 mortos e 13 desaparecidos

Jacarta – Ao menos 25 pessoas morreram, incluindo seis crianças, e outras 13 estão desaparecidas em dois naufrágios na Indonésia, indicaram as autoridades nesta quinta-feira.

Uma embarcação que transportava 48 pessoas naufragou na quarta-feira (30/7) em um rio da ilha de Sumatra, deixando sete mortos e 13 desaparecidos, enquanto uma balsa com 70 passageiros a bordo afundou na terça-feira em um rio na parte indonésia da ilha de Bornéu, deixando 18 mortos.

Milhares de pessoas se deslocam nestes dias pelo país por ocasião do Eid al-Fitr, que marca o fim do Ramadã.

Fonte: Correio Braziliense

Brasil tem novo piso de qualidade em serviços de aviação, diz Moreira Franco

O bom desempenho dos aeroportos brasileiros durante a Copa do Mundo deve servir como padrão para funcionamento dos terminais daqui para a frente, segundo o ministro da Secretaria de Aviação Civil, Moreira Franco. No seu entender, o Brasil tem agora um novo piso para os serviços de aviação no país.

“Os números mostram que é possível prestar um serviço excelente ao passageiro, e agora vamos nos esforçar para manter essa qualidade. A Secretaria de Aviação Civil vai cobrar para que tenhamos permanentemente esses patamares atendidos, e até superá-los”, disse o ministro.

Durante o período da Copa do Mundo, 17,8 milhões de passageiros circularam pelos aeroportos do país, um número quatro vezes maior do que o registrado na Copa do Mundo de 2010, na África do Sul. O índice médio de atraso acima de 30 minutos foi 6,9%, abaixo do padrão europeu, que é 7,6%, e bem menor que o padrão internacional, de 15%.

O recorde de movimentação foi registrado no dia 14 de julho, um dia após a partida final da Copa, quando 560 mil pessoas passaram pelos aeroportos. O aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, registrou o maior número de passageiros durante o Mundial, com 4 milhões de pessoas entre os dias 10 de junho a 15 de julho. Durante a Copa, houve aumentos de 209% no número de funcionários nos órgãos públicos envolvidos e de 123% no número de vagas para aviões nos pátios dos aeroportos.

Para Moreira Franco, o desempenho dos aeroportos privatizados foi semelhante ao dos administrados pela Infraero. Segundo ele, todos prestaram serviços adequados, e o sistema funcionou como um todo. “Isso não significa que o país não precise da participação do capital privado para melhorar e ampliar cada vez mais a infraestrutura aeroportuária”, disse ele.

O ministro contou que os representantes do setor aeroportuário sofriam bullying antes da Copa, com o descrédito da população no funcionamento dos aeroportos durante o evento. “Ninguém acreditava quando eu dizia que os aeroportos estavam preparados; era quase apedrejado. As pessoas ficavam fazendo frases de gozação, dizendo que ‘se está assim hoje, imagina na Copa’. Mas o que os brasileiros e visitantes viram foi uma capacidade exemplar”, disse Moreira Franco.

Fonte: Agência Brasil

Confiança do setor de serviços atinge menor nível desde abril de 2009

O Índice de Confiança de Serviços (ICS) medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV) recuou 0,6% entre junho e julho. Após a sétima queda consecutiva, o índice atingiu 107,3 pontos, o menor nível desde abril de 2009, quando havia atingido 103,4 pontos.

O Índice da Situação Atual (ISA-S), considerado no cálculo do ICS, caiu 7,2%, na maior perda mensal desde fevereiro de 2009. Já o Índice de Expectativas (IE-S) avançou 4,3%, contribuindo para atenuar a queda do ICS.

De acordo com a FGV, o resultado de julho combina evoluções desfavoráveis nas percepções sobre o momento atual e favoráveis das expectativas. “Este padrão confirma o efeito negativo da paralisação parcial das atividades durante a Copa, e a decorrente melhora nas previsões para o futuro próximo. Nesse contexto, é razoável supor uma suavização da tendência declinante do ICS ao longo dos próximos meses”.

“A recuperação das expectativas abre espaço para uma estabilização ou mesmo algum aumento do ritmo de atividade nos próximos meses, o que não deve alterar expressivamente o cenário de baixo crescimento até o final do ano”, avalia, em nota, Silvio Sales, consultor da FGV/IBRE.

Confinça do comércio
O Índice de Confiança do Comércio (ICOM), também divulgado nesta quinta-feira (31),  apresenta a primeira evolução relativamente favorável na margem desde fevereiro. No trimestre encerrado em julho, o índice recuou 6,3% em relação ao mesmo período de 2013, variação interanual próxima à de -6,4% registrada no trimestre encerrado em junho.

“O resultado decorreu da combinação de piora do quadro atual e melhora das expectativas em relação aos meses seguintes. A taxa interanual trimestral do Índice de Expectativas (IE-COM) passou de -6,0%, em junho, para -4,7%, em julho. No mesmo período e bases de comparação, o Índice da Situação Atual (ISA-COM) passou de uma taxa de -7,1% para -8,9%, respectivamente”, informa a FGV.

Fonte: Portal G1

Aposentadoria de Joaquim Barbosa é publicada no ‘Diário Oficial da União’

A aposentadoria do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa foi publicada nesta quinta-feira (31) no “Diário Oficial da União”.

Barbosa estava de férias da função de presidente do Supremo desde a segunda quinzena de julho e não voltará mais ao tribunal.

Pelas regras do serviço público, Barbosa, 59 anos, poderia continuar ministro até os 70 anos, idade na qual servidores são aposentados compulsoriamente.

Com a saída de Barbosa, uma das 11 cadeiras de ministro do Supremo ficará vazia e caberá à presidente Dilma Rousseff indicar um novo nome, mas não há prazo para isso.

O atual-vice presidente da Corte, ministro Ricardo Lewandowski, realizará eleição marcada para esta sexta (1º) por Barbosa.

Os ministros devem eleger Lewandowski para presidir o Supremo pelos próximos dois anos. A vice será a ministra Cármen Lúcia.

O resultado é esperado porque, tradicionalmente, o plenário elege o ministro com mais tempo de atuação na Corte que ainda não foi presidente.

Última sessão
A última sessão da qual o ministro participou foi em 1º de julho, quando ele afirmou que sai “de alma leve” e com a sensação de “cumprimento do dever”.

Ele argumentou que deixa o Supremo antes do limite por “livre arbítrio”. Ele afirmou que já tinha ficado 11 anos no Supremo e disse que o tribunal precisa de renovação.

Joaquim Barbosa estava na presidência do STF desde novembro de 2012. O mandato  de dois anos terminaria somente em novembro deste ano.

Indicado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2003, ele se destacou no tribunal como relator do processo do mensalão do PT, julgamento que durou um ano e meio e condenou 24 réus, entre eles o ex-ministro José Dirceu e o ex-presidente do PT José Genoino.

O ministro disse que não tem interesse por política, mas não descartou disputar cargo público nas próximas eleições.

Nesta terça (29), Barbosa usou sua recém-inaugurada conta no Twitter para defender projeto de lei que cria regras sobre encontros entre juízes e advogados.

Durante gestão no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) ele criticou o que chamou de “conluio” na relação entre advogados e magistrados.

Barbosa ressaltou que não fará sugestões a Dilma sobre o nome do ministro que entrará em seu lugar, mas que é preciso que o indicado tenha interesse para os grandes temas da nação e caráter.

Fonte: Portal G1

OMS não aconselha restrições a voos por risco de ebola, diz entidade

A Organização Mundial da Saúde (OMS) não recomenda restrições de viagens ou fechamento de fronteiras devido ao mais recente surto de ebola, e afirmou que haveria baixo risco de contágio caso um passageiro infectado voe, disse a associação internacional de companhias aéreas, a Iata, nesta quinta-feira (31).

Segundo o balanço mais recente da OMS, divulgado no último domingo (27), foram registrados até agora 1.201 casos de ebola na África Ocidental, com 672 mortes. Os países mais afetados Guiné, com são 427 casos e 319 mortes, Libéria, com 249 casos e 129 mortes, e Serra Leoa, com 525 casos e 224 mortes.

A entidade divulgou um comunicado depois de consultar a OMS e a agência de aviação daONU, a Icao, sobre o caso de um homem que morreu de ebola após viajar de avião da Libéria para a Nigéria, com escala em Lomé, no Togo.

“No raro caso de uma pessoa infectada com o vírus ebola ser transportada por via aérea, sem que se saiba, a OMS esclarece que os riscos para outros passageiros são baixos”, disse a Iata em um comunicado.

Segundo a associação, o Ebola só é transmitido quando pacientes apresentam sintomas severos. O ebola começa com febre, fraqueza, dor muscular, dor de cabeça e dor de garganta, e evolui para vômito, diarreia, deficiência renal e do fígado e, por fim, hemorragia interna e externa.

“É altamente improvável que alguém com tais sintomas se sinta bem o suficiente para viajar”, afirmou a Iata.

Um posicionamento anterior da Icao dizia que a OMS ainda estava considerando revisar suas recomendações sobre análise de passageiros e acrescentou buscar uma avaliação da Organização Mundial do Turismo e do Conselho Aeroportuário Internacional.

Uma autoridade da OMS informou que pode haver a possibilidade de mudar seu parecer sobre o rastreamento de passageiros, dizendo: “Vamos atualizar nossa dicas de viagem nos próximos dias. Poderá não haver nenhuma alteração, poderá haver uma pequena modificação, que poderia ser uma revisão, vamos ver.”

Fonte: Portal G1

Real é moeda com 2ª maior valorização

Londres (AE) – O real é a moeda que registrou a segunda maior valorização do mundo em 2014. Dados do Banco de Compensações Internacionais (BIS, na sigla em inglês) compilados pelo Broadcast, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado, mostram que a divisa brasileira teve alta real de 9,17% no primeiro semestre na comparação com uma cesta de moedas. A alta do real só ficou atrás do bolívar da Venezuela. O fortalecimento do real acontece em meio ao processo de alta do juro brasileiro e a busca dos investidores globais por rentabilidade.

Mensalmente o BIS – instituição que funciona como um banco central dos bancos centrais – coleta dados sobre 61 moedas. A evolução de cada divisa é comparada com uma cesta formada pelas demais 60 moedas ponderadas conforme o comércio exterior de cada país. Assim, quanto maiores forem as transações comerciais com determinada economia, maior será o peso da respectiva divisa nessa cesta.

Os dados do BIS revelam um lugar de destaque para o real. No primeiro semestre, o real foi a segunda moeda que mais se fortaleceu no mundo. Uma consequência desse fenômeno aparece nas cotações do dólar. Mesmo com o ritmo cada vez mais lento da economia, inflação alta e proximidade das eleições presidenciais, o preço do dólar caiu quase 15 centavos no Brasil em seis meses e passou de R$ 2,3560 no fim de 2013 para R$ 2,2120 no último dia de junho.

“O baixo juro pago nos EUA e o excesso de liquidez explicam esse fenômeno. Nos últimos meses, investidores migraram para mercados em busca de rentabilidade. O retorno de dois dígitos com risco praticamente zero oferecido pelo Brasil tem atraído muita gente”, diz o economista da Oxford Economics, Marcos Casarin, ao lembrar que nenhum outro grande país emergente oferece juro tão alto. Ele diz que as intervenções do BC no câmbio também influenciaram.

“Desde agosto, o BC colocou quase US$ 90 bilhões no mercado, o que também ajudou”, disse. As intervenções do BC acontecem com a oferta de swap cambial – que equivale à venda de dólares no mercado futuro.

A subida de quase 10% do real superou com folga o desempenho de outras divisas, como o dólar australiano (+4,25%), libra esterlina (+3,49%) e iene japonês (+3,27%). No mesmo período, o dólar norte-americano teve alta de 1,03% na comparação com a cesta de moedas e o euro sofreu desvalorização de 2,71%. 

Fonte: Tribuna do Norte

Ataque contra mesquita deixa feridos em escola da ONU em Gaza

Quinze palestinos refugiados em uma escola da ONU em Jabaliya, no norte da Faixa de Gaza ficaram feridos nesta quinta-feira (31) depois de um ataque da aviação israelense contra uma mesquita próxima, segundo as equipes de socorro.

Na véspera, 20 palestinos, entre eles várias crianças, morreram no mesmo campo de refugiados depois da explosão de obuses israelenses em outra escola da Agência da ONU para os Refugiados Palestinos (UNRWA).

A agência da ONU, que usa as 83 escolas que mantém na Faixa de Gaza para abrigar os civis que fogem dos combates, denunciou na véspera uma grave violação do direito internacional por parte de Israel.

O Exército de Israel anunciou nesta quinta a convocação de mais 16 mil reservistas para seguir com a ofensiva contra o Hamas na Faixa de Gaza. Com esse novo chamado, a tropa israelense na região alcança o efetivo de 86 mil militares.

O Gabinete de Segurança, que na quarta (30) se reuniu durante cinco horas, decidiu por unanimidade continuar com os ataques contra “objetivos terroristas” do Hamas e as operações realizadas para neutralizar os túneis cavados pelo movimento islamita entre a Faixa de Gaza e o território israelense, indicou a rádio pública.

Também nesta quinta, o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, disse que seu país está determinado – independentemente dos esforços para um cessar-fogo em Gaza – a completar a destruição dos túneis que os militantes palestinos construíram sob a fronteira entre o enclave palestino e Israel.

“Estamos determinados a completar esta missão com ou sem um cessar-fogo”, disse Netanyahu em um discurso durante uma reunião de gabinete em Tel Aviv. “Não irei concordar com qualquer proposta que não permita que o Exército de Israel complete esta importante tarefa para a segurança do país”.

Segundo Israel, os túneis são usados por militantes do Hamas para lançar ataques contra o território israelense.

O porta-voz do Ministério da Saúde em Gaza, Ashraf al-Qedra, detalhou que o total de mortos desde o início da ofensiva israelense, que começou em 8 de julho, chega a 1.349 e os feridos são mais de 7,5 mil, a maioria civis, inclusive mulheres e crianças.

Do lado israelense, 56 militares morreram em combate ou depois que foram atingidos por projéteis disparados de Gaza, além de três civis.

Fonte: Portal G1

MPF pede fim dos lixões nas proximidades do aeroporto

O Ministério Público Federal no Rio Grande do Norte (MPF/RN) emitiu ofícios para a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a Inframérica e a Prefeitura de São Gonçalo do Amarante cobrando ações que possam pôr fim a “lixões” próximos ao Aeroporto Internacional Governador Aluízio Alves. O despejo irregular de resíduos vem atraindo aves, sobretudo urubus, o que coloca em risco a segurança dos voos.

A procuradora da República Clarisier Azevedo determinou o desmembramento do inquérito civil público que vinha acompanhando as ações destinadas a identificar e resolver os problemas causados pelos focos atrativos de aves, nas proximidades dos dois aeroportos da Grande Natal, o de São Gonçalo e o de Parnamirim. Agora irão tramitar no Ministério Público Federal um procedimento específico para cada aeroporto.

Ceará-Mirim é apenas um dos pontos preocupantes na Área de Segurança Aeroportuária (ASA) do aeroporto, segundo relatórios de vistoria concebidos em 2013 pelo Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama) e Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do RN (Idema). A ASA, pela lei 12.752/2012, se estende por 20 km do centro do aeródromo e engloba Parnamirim, Macaíba, Natal e São Gonçalo.

No caso de São Gonçalo, o MPF enviou à Anac ofício contendo fotos e reportagens que constatam a presença de urubus dentro da área de segurança aérea (ASA). A procuradora solicitou da agência que prepare relatório de identificação de risco aviário para embasar as ações necessárias a garantir a segurança do espaço aéreo na região.

Do consórcio responsável pela gestão do aeroporto, a Inframérica, o MPF requer o cumprimento das normas estabelecidas no Regulamento Brasileiro de Aviação Civil, prevendo que “ao tomar conhecimento da existência de foco atrativo ou com potencial atrativo de fauna na ASA, em área externa ao sítio aeroportuário, o operador do aeródromo informe à administração municipal/distrital responsável para a mitigação do risco de fauna”.

Já da Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante, o ofício enviado cobra o cumprimento das medidas recomendadas em fevereiro, entre as quais a limpeza contínua da área conhecida como “lixão do Guajiru” e as ações para identificar os responsáveis pelo despejo irregular de resíduos no local e exigir dos proprietários o cercamento dos terrenos onde o lixo vem sendo deixado.

Fonte: Tribuna do Norte

Henrique e Wilma lideram nova pesquisa Consult

O deputado federal Henrique Alves (PMDB), candidato da coligação União pela Mudança, lidera a disputa pelo governo do Estado com 37,06% das intenções de voto, enquanto o vice-governador Robinson Faria (PSD), 2º colocado, tem 22,71%, segundo pesquisa 96FM/ Consult divulgada no início da noite de ontem. Robério Paulino (Psol) tem  1,18%, Araken Farias 0,71% e Simone Dutra 0,41%. Os eleitores que disseram não votar em nenhum dos candidatos representam 18,88% e os que ainda estão indeciso 19,06%.

A pesquisa foi realizada em 58 municípios do Rio Grande do Norte representando 10 regiões político-administrativas do Estado nos dias 26 e 28. No total foram entrevistados 1.700 eleitores. A margem de erro é de 2,3 pontos porcentuais para mais ou para menos e a confiabilidade de 95%.

Das dez regiões, Henrique lidera em nove e tem o melhor desempenho na Central/Potengi, com 57,8% das intenções de voto.  Robinson lidera em uma – Litoral Sul/Agreste, onde tem a melhor intenção de voto 37,6%.

Em Natal, principal colégio eleitoral do RN, Henrique tem 22,7% e Robinson18,4%. É a região onde o Psol, partido que surgiu de dissidência do PT, tem sua melhor votação. O candidato Robério Paulino aparece com 4,3%. Araken Farias (PSL) tem 2,4% e Simone Dutra (PSTU), 0,8%.

CRENÇA NA VITÓRIA
Para 44,65% dos entrevistados, Henrique vai vencer a eleição deste ano. 19,47%% acreditam que Robinson será o vencedor. A pesquisa mostra ainda que Henrique e Robinson tem rejeição parecida (9,8% a 9,2%, respectivamente), assim como Robério e Araken (3,9% e 3,2%). A rejeição à candidatura de Simone Dutra é de 1,7%. Se o voto fosse em chapa completa, a de Henrique e Wilma teria 40,71% e a de Robinson e Fátima, 24,06%.

Senado
A ex-governadora Wilma Maria de Faria (PSB) lidera a corrida pelo Senado, com 39,35% das intenções de voto, contra 28,29% da deputada federal Fátima Bezerra (PT). A votação dos demais candidatos fica abaixo de 1%. De acordo com a Consult, 16,24% ainda não escolheram candidato e 14,53% disseram que não votariam em nenhum deles. Wilma e Fátima estão tecnicamente empatados em Natal, mas a ex-governadora abre vantagem acima da margem de erro nas demais regiões. Assim como a intenção de voto para o governo, a maior diferença entre Wilma e Fátima é na região Central/Potengi – 52,2% a 24,4%, segundo a Consult. A rejeição à candidatura de Wilma é de 10,4% e a de Fátima 8,4%. A maior rejeição às duas é em Natal: Wilma 24,6% e Fátima 12,7%. Para 43,24% dos entrevistados, o Rio Grande do Norte vai eleger Wilma para a vaga do Senado que é ocupada atualmente pelo ex-deputado Garibaldi Alves, pai. Outros 24,53% acreditam que a vitória será de Fátima.

A pesquisa  foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número 00261/2014 e no TRE-RN 0008/2014. 

Fonte: Tribuna do Norte

Governo do RN adia pagamento de mais de 9 mil servidores

O Governo do Estado deixará para o dia 8 de agosto, o pagamento de salários de 9.377 servidores ativos e inativos (9% da folha de pessoal) que recebem acima de R$ 2 mil líquidos.  Até o mês passado, o Executivo pagava no último dia do mês os salários de servidores lotados nos chamados serviços essenciais, além de  salários até R$ 5 mil líquidos. A redução deste teto para até R$ 2 mil amplia em mais de 6 mil o número de  trabalhadores que terão os vencimentos creditados fora do mês e acentua a crise nas finanças públicas.

Hoje, dia 31, está garantido o pagamento de 93.464 servidores  da Educação, Saúde e Segurança e na administração indireta, dos trabalhadores do Detran, Idema, DEI, Jucern e Ipem – independente do valor. O  fracionamento da folha do funcionalismo público em duas datas tornou-se prática do Executivo, desde setembro do ano passado.

O desequilíbrio nas contas públicas acelerou-se este mês com a  queda na receita do Estado estimada em cerca de R$ 50 milhões, explica secretário Estadual de Planejamento Obery Rodrigues. O Fundo de Participação do Estado (FPE) caiu mais de R$ 20 milhões e a frustração na arrecadação de ICMS, ocorreu “de forma atípica neste mês de julho, em torno de R$ 30 milhões”, observa Rodrigues. A receita do FPE sofreu frustração de 8,5%, no primeiro semestre de 2014 em relação a previsão no Tesouro Nacional para o Orçamento do Estado – mais de R$ 150 milhões.

Enquanto registra redução na transferência de recursos, o Governo vê os gastos com a folha de pessoal dispararem no mesmo período. O crescimento no principal item de despesa do Estado, pontua o secretário de planejamento Obery Rodrigues, se deve a contratações e reajustes salariais. A Polícia Civil e a Secretaria  de  Saúde Pública (Sesap) estão convocando pessoal, sendo que, nesta última pasta, são 700 novos servidores. 

Além disso, há reajustes com o pagamento dos 60% pendentes do Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR) de aproximadamente 16 mil servidores diretos em folha suplementar no mês de julho. O impacto na folha é estimado em cerca de R$ 8 milhões e deverá atender a funcionários de dez secretarias.

“Houve queda na receita em cerca de R$ 50 milhões e a folha teve um aumento exagerado. Não há solução sem conter despesas com pessoal e repasses. Sem isso a situação se torna crítica. O Estado já vem cortando no custeio, mas precisa manter os serviços”, frisa Obery Rodrigues.

Redução no ICMS
Até esta quarta-feira, 30, a arrecadação de ICMS somava a R$ 357 milhões, segundo dados da Secretaria Estadual de Tributação, cuja meta estabelecida para julho era recolher R$ 394 milhões em imposto de circulação de mercadorias e serviços. A queda, analisa  o secretário de Tributação do Estado, José Airton, contraria as previsões que, historicamente, crescem no segundo semestre.  Para este mês, era esperado um incremento de 5% em relação ao mesmo período do ano passado. “Em vez disso, houve  estagnação”, disse. Os números, contudo não estão fechados, e há perspectivas de mais R$ 20 milhões até o fechamento do balanço.

Além da conjuntura macroeconômica que põe um freio no consumo, o baixo desempenho na arrecadação de ICMS, explica José Airton, é reflexo também do pagamento parcelado da primeira parcela do décimo terceiro salário. “É um comportamento anormal para este período devido a retração da economia. Sem vendas, sem dinheiro circulando não se recolhe o ICMS”, analisa José Airton. As vendas dos Dia dos pais e o pagamento da segunda parcela do adiantamento do 13º, em agosto, poderão estabilizar a arrecadação do ICMS.

Fonte: Tribuna do Norte

Mais de 70% dos policiais são a favor da desmilitarização, aponta pesquisa

Uma pesquisa, divulgada hoje (30) pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, aponta que 73,7% dos policiais brasileiros são a favor da desvinculação do Exército. Entre os policiais militares, 76,1% responderam ser favoráveis à desmilitarização e 93,6% acreditam que é preciso modernizar os regimentos e códigos disciplinares.

Quando questionados sobre a regulamentação do direito à sindicalização e de greve, 86,7% dos entrevistados se dizem favoráveis. Para 87,3%, o foco de trabalho da Polícia Militar (PM) deveria ser reorientado para proteção dos direitos da cidadania. Os dados indicam ainda que 66,2% dos cerca de 21 mil entrevistados acreditam que as carreiras policiais não são adequadas da maneira como estão organizadas; 80,9% acreditam que as polícias deveriam ser organizadas em carreira única, com ingresso por meio de concurso público, 58,3% acreditam que a hierarquia nas polícias provoca desrespeito e injustiças profissionais e 86,2% afirmam que a gestão deve ser mais eficiente.

De acordo com a pesquisa, 65,9% disseram ter sofrido discriminação por serem policiais e 59,6% afirmaram já ter sido humilhados ou desrespeitados por superiores. Outro dado mostra que 43,2% acham que policial que mata um criminoso deve ser premiado e inocentado pela Justiça e 83,7% afirmaram que um policial que mata suspeito deve ser investigado e julgado.

Entre as dificuldades no trabalho, 99% apontam os baixos salários, 98,2% o treinamento e formação deficientes, 97,3% o contingente policial insuficiente e a falta de verbas para equipamentos e armas. Foram citadas ainda as leis penais inadequadas (94,9%) e a corrupção nas polícias (93,6%).

O coordenador do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, Renato Sérgio de Lima, explicou que muitas vezes se confunde a PM com polícia militarizada. “Os policiais disseram que isso é importante para o trabalho da polícia, que é preciso ter regras, estar parametrizado sobre o que podem ou não fazer. Eles querem autonomia, mas é preciso modernizar o regulamento para que eles também tenham seus direitos preservados”.

O professor de direito constitucional da Fundação Getulio Vargas, Oscar Vilhena Vieira, lembrou que há várias definições do que significa desmilitarização. “Não estamos dizendo que tem que ter uma polícia sem hierarquia. Ela tem que ser hierarquizada, uniformizada, e tem que ter um código disciplinar adequado e compatível com os padrões democráticos que hoje existem. A desvinculação é das Forças Armadas e não do Estado”.

Para a secretária nacional de Segurança Pública, Regina Miki, nem sempre o que o policial quer dizer sobre o termo desmilitarização contemplará o que a sociedade espera disso, por isso o debate tem que ser muito benfeito. “Talvez, tenhamos mudanças internas na polícia e a sociedade não fique contente. Os policiais de base e a cúpula certamente enxergam de forma distinta a desmilitarização por diversas razões. Certamente, até mesmo nas corporações não têm consenso”.

A pesquisa ouviu 21.101 policiais militares, civis, federais, rodoviários federais, bombeiros e peritos criminais em todos os estados, de 30 de junho a 18 de julho.

Fonte: Agência Brasil

Copa ajuda, e lucro da Ambev sobe 16% no 2º trimestre, para R$ 2,2 bi

Ajudada pela Copa do Mundo, a Ambev, maior empresa de bebidas da América Latina, divulgou nesta quinta-feira (31) que teve um lucro líquido de R$ 2,2 bilhões no segundo trimestre, uma alta de 15,9% frente ao mesmo período de 2013.

Nos primeiros seis meses do ano, o ganho foi de R$ 4,8 bilhões, um crescimento de 12,3% sobre o primeiro semestre de 2013.

A Copa do Mundo impulsionou o resultado da empresa no Brasil, compensando o baixo desempenho na América Latina Sul e Canadá. Segundo a Ambev, o dia 11 de junho, véspera do início da competição, foi o melhor dia de vendas da história da companhia.

A estimativa da companhia é que o evento tenha contribuído com cerca de 1,4 milhões de hectolitros adicionais ao vlome de cerveja, “acima de nossas estimativas iniciais de 4 vezes o impacto de 300 mil hectolitros da Copa das Confederações”, diz a Ambev em nota.

O volume de cervejas sem álcool mais do que dobrou no período, com Brahma 0,0% liderando a categoria no Brasil.

Fonte: Portal G1

CNE discute nova avaliação para educação a distância

A educação a distância (EaD) poderá ter um novo marco reagulatório até o final deste ano. A discussão está na reta final no Conselho Nacional de Educação (CNE) e a intenção é que, até novembro, um documento consolidado seja enviado ao Ministério da Educação (MEC). Entre as mudanças está a elaboração de uma nova avaliação para a modalidade.

O novo critério – necessário para o funcionamento dos cursos, credenciamento e recredencimento deles no MEC – deverá valorizar o projeto institucional e considerar a inovação, a estrutura, o corpo docente, a interdisciplinaridade da instituição.

O conselheiro do CNE Luiz Roberto Curi explica que avaliação feita atualmente é mais quantitativa, considera aspectos como o número de docentes ou número de livros disponíveis. A nova levará em conta também as especificidades de cada instituição e a qualidade ofertada. “O novo procedimento [de avaliação] deverá ter um novo instrumento, novos indicadores, que possam conduzir a uma percepção do projeto institucional, que consiga avaliar as diferenças. Se [uma instituição] amplia a base tecnológica, amplia o acesso a leitura, o contato com a sociedade, ela tem um projeto bem avaliado.”

Também será levada em consideração a formação e capacitação dada aos docentes para atuarem no ensino a distância. O polo de educação a distância ou polo de apoio presencial, onde são desenvolvidas as atividades pedagógicas e administrativas, terá destaque. No polo, os estudantes tem à disposição atividades de tutoria presencial, biblioteca, laboratórios, teleaulas, avaliação.

O CNE planeja estimular o uso dos polos como espaço de extensão, de integração com a comunidade. “A ideia é permitir que a instituição que quer ofertar a EaD construa o seu projeto institucional e o construa qualificando o polo, qualificando as tecnologias disponível”, diz Curi.

Pelo projeto, a nova avaliação será elaborada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e será considerada no processo de recredenciamento da instituição de ensino que oferta a EaD.

Curi explica que as novas diretrizes deverão contribuir para a expansão com qualidade da educação a distância, necessária para levar o ensino superior a locais onde não há a opção presencial. Atualmente, segundo o conselheiro, 66% dos municípios brasileiros não têm oferta de ensino superior.

De acordo com o Censo da Educação Superior, são 1.148 cursos de graduação a distância, que correspondem a 4% dos cursos no país. A maior parte (55,3%) é ofertada por instituições privadas.

Curi explica que o novo marco não pretende modificar questões estruturais da EaD, como a necessidade de avaliações presencialmente ou a necessidade dos polos. Ainda em fase de projeto, o novo marco deverá ser apresentado em audiêcia pública pré-agendada para o dia 1º de setembro.

Fonte: Agência Brasil

Diretor da Consult avalia que a campanha ainda “não chegou ao eleitor”

Diretor do Instituto Consult, Paulo de Tarso Teixeira avaliou que a pesquisa divulgada ontem mostra que o eleitor potiguar ainda não entrou no debate sobre a disputa. “Não é possível comprar uma pesquisa com outra porque essa é a primeira feita após a convenção e chama atenção porque a campanha ainda não chegou ao eleitor”, observou.

Paulo de Tarso chamou atenção para o fato de que na pergunta estimulada (quando o entrevistado cita os nomes dos candidatos), quase 38% dos eleitores afirmam que votariam em branco, em nulo ou estão indecisos. Para o diretor da Consult essa apatia do eleitor ocorre pelos próprios trâmites da eleição, onde a Justiça Eleitoral proíbe a realização dos grandes comícios e coloca o candidato na responsabilidade de “estar em todo lugar ao mesmo tempo”.

Fonte: Tribuna do Norte

 

Telescópio Gaia está pronto para iniciar mapeamento 3D da Via Láctea

O telescópio espacial europeu Gaia está pronto para iniciar sua missão científica, o mapeamento tridimensional da Via Láctea, apesar de algumas surpresas negativas.

“Gaia agora está pronto para começar sua fase científica de cinco anos, mas seu ativamento também revelou algumas anomalias inesperadas”, anunciou nesta terça-feira (29) a Agência Espacial Europeia (ESA) em um comunicado.

Apesar dos contratempos, a ESA deverá estar em condições de publicar, em 2016, o primeiro “catálogo do céu”.

Lançado a bordo de um foguete Soyuz, do centro espacial Kourou, na Guiana Francesa, em 19 de dezembro, Gaia está posicionado em um posto de observação privilegiado, a 1,5 milhão de quilômetros da Terra.

Será capaz de localizar um bilhão de estrelas da nossa galáxia, determinando sua posição e movimento, mas também a distância que as separa da Terra, o parâmetro mais difícil de obter. Em 99% dos casos, esta distância nunca tinha sido medida com precisão.

“A ativação foi difícil”, admitiu Timo Prusti, encarregado científico do projeto para a ESA. Mas, “em seu conjunto, Gaia está em boas condições para cumprir o que promete”, acrescentou.

“Todas as metas básicas ainda são realizáveis”, assegurou Timo Prusti, citado no comunicado.

Um dos problemas encontrados foi a formação de gelo nas lentes, certamente a partir da água que se formou em alguma parte da nave espacial antes do lançamento. As lentes foram aquecidas para tirar o gelo, mas a operação certamente deverá voltar a se repetir durante a missão.

Outro problema ocorreu ao nível da “luz parasita” que Gaia encontrou e que foi mais elevado que o previsto. “Otimizamos o software de bordo para atenuar tanto quanto possível o impacto causado por este ruído de fundo luminoso”, explicou Giuseppe Sarri, diretor do projeto Gaia na ESA.

“De qualquer forma, seremos capazes de analisar um bilhão de estrelas ou mais, com precisão até cem vezes maior que a do antecessor de Gaia, Hipparcos”, assegurou.

Fonte: Portal G1

“Não podemos ter preconceito com o lucro”, diz Eduardo Campos

Em sabatina na Confederação Nacional da Indústria (CNI), o candidato à Presidência da República, Eduardo Campos (PSB), defendeu as parceiras público-privadas e medidas para atrair recursos privados, com objetivo de aumentar a relação dos investimentos com o Produto Interno Bruto (PIB).

“Desde 2002 que a infraestrutura pública e privada não passa de 2,5% do PIB. Nós precisamos elevar isso para entre 4% e 5%. Para isso, não podemos ter preconceito. Nós precisamos dos investimentos privados, não podemos criar um sistema de regulação que leve o investidor a ter prejuízo. Não podemos ter preconceito com o lucro em um país capitalista”, disse.

Para alcançar esse objetivo, Eduardo Campos ressaltou que irá promover a reforma tributária desde o primeiro dia de mandato, caso seja eleito. Na análise dele, os governos anteriores não conseguiram fazer a reforma e a economia continua atrelada a um sistema tributário “arcaico” e do “século 19”. O candidato disse ter ciência que “não se faz a reforma tributária da noite para o dia” e que enfrentará resistência de quem pensa em “ganhos imediatos”, mas que é possível fazer de maneira pragmática.

O presidenciável também defendeu retomada de investimentos em pesquisa e desenvolvimento, agenda que deve ser comandada pelo presidente da República. Para o candidato do PSB, a educação é o passo fundamental.

De acordo com ele, é preciso nivelar os currículos escolares e a qualidade do ensino, “acabar com apartheid entre escola do rico e escola do pobre”. Uma das propostas do candidato é estender o ensino integral a todo o país.

“A escola de tempo integral em Pernambuco [estado que foi governado por Eduardo Campos] é a prova que há dinheiro sim, o que falta é a decisão política de fazer. De valorizar a escola como lugar e espaço onde Brasil vai decidir seu futuro. Vamos fazer ensino integral valer para pessoas dos mais variados recantos desse país”, disse, acrescentando que a educação é um dos pilares para que o país atinja o nível de produtividade esperado pelos empresários e governo, além de estar alinhada com medidas de incentivo à inovação.

Ao destacar avanços regulatórios, como a criação da Lei de Inovação e a Lei do Bem, Campos disse que muitas medidas estagnaram. “Tivemos avanço e paramos. Retrocedemos no percentual de inovação em relação ao PIB”. Para o candidato, o tema deve ser tratado como política de Estado. “É o caminho mais curto para impactar na produtividade. As empresas brasileiras ainda são muito tímidas em relação à inovação. O Brasil aprendeu a transformar dinheiro em pesquisa e ainda precisa aprender a transformar pesquisa em dinheiro”, disse.

O candidato destacou a necessidade de reformas no sistema trabalhista, contudo, que sua “história não permite ser o presidente da República que vai retirar direito dos trabalhadores”. De acordo com ele, é possível aliviar a carga dos empresários com encargos trabalhistas promovendo, por exemplo, regras para a terceirização e valorizando as negociações coletivas, com fortalecimento da relação entre sindicatos e patrões. “O Brasil tem um índice de desemprego baixo, mas hoje despende R$ 50 bilhões no seguro-desemprego. É algo que é difícil de explicar e de entender”, disse.

“O setor da construção civil vive uma situação delicada, porque contrata serviço que não são compreendidos como terceirizados. E podemos ir para diversos setores da indústria que têm esse mesmo problema. Precisamos de regras em alguns lugares ficaram sem regras e hoje estão sendo colocadas por decisões ou súmulas”, acrescentou.

Eduardo Campos criticou a atual forma de gestão do Estado que, segundo ele, cria empecilhos para o setor privado e não regula adequadamente. Segundo ele, a solução é que os cargos públicos sejam preenchidos, especialmente nas agências reguladoras, pelos melhores candidatos no mercado, com a ajuda de headhunters. “Não se pode encher as agências reguladoras de setores estratégicos de apadrinhados políticos”, disse.

“Temos no mundo recursos disponíveis para [investimento em] infraestrutura [no Brasil], mas tudo tem a ver com o sentimento, a impressão, com a visão sobre as regras. Quando se imagina que a regulação no país será feita por agências reguladoras, que são disputadas por partidos que vão indicar o cidadão que vai cuidar da regulação do setor, claro que o investidor vai pensar duas vezes em quanto vai colocar no país”.

Campos está participando de um debate organizado pela CNI com os presidenciáveis. Ainda hoje, serão sabatinados os candidatos Aécio Neves (PSDB) e Dilma Rousseff (PT).

Fonte: Agência Brasil

Vice-presidente da Fifa morre aos 82 anos em Buenos Aires

Morreu nesta quarta-feira (30), aos 82 anos, o presidente da Associação de Futebol da Argentina (AFA) e vice-presidente da Fifa, Julio Grondona. Com problemas cardíacos, ele foi internado nesta madrugada no Sanatório Mitre, em Buenos Aires, e morreu às 12h50, antes da cirurgia.

Julio Grondona é considerado uma instituição na Argentina porque foi presidente da AFA desde 1979, permanecendo no cargo durante o regime militar e em todos os governos democráticos, desde a queda da ditadura em 1983. A associação decretará sete dias de luto pela morte de seu dirigente. Com isso, é possível que sejam suspensas todas as partidas programadas para este fim de semana o país, em todas as categorias do futebol argentino.

Um dos filhos de Grondona, Humberto, foi acusado de envolvimento em um esquema de venda irregular de ingressos para os jogos da Copa do Mundo deste ano, disputada no Brasil.

Em sua conta no Twitter, o presidente da Fifa, Joseph Blatter, disse que ficou “muito triste com a perda do grande amigo”. Blatter enviou um abraço a família e desejou que Grondona descanse em paz.

No Brasil, o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), José Maria Marin, e o vice-presidente da entidade, Marco Polo Del Nero, também lamentaram a morte de Grondona. “É uma perda muito grande para o futebol”, disse Marin, ao enviar mensagem de conforto à família. Marin ainda determinou que, hoje e amanhã (31) seja observado um minuto de silêncio nas partidas de torneios da CBF.

Fonte: Agência Brasil

Mercosul não é um espaço econômico limitado, diz Dilma

CARACAS, VENEZUELA  –  A presidente Dilma Rousseff  afirmou nesta terça-feira, ao discursar na conclusão da reunião de cúpula dos presidentes do Mercosul, que o bloco regional “não é um espaço econômico limitado”. De acordo com a presidente, o Brasil “não pode negligenciar a inserção das economias do bloco no mundo global”.

Dilma mencionou como iniciativas neste sentido a ampliação do bloco, com o ingresso da Bolívia como membro pleno; o estabelecimento de acordos de livre comércio com os países da América do Sul que não são integrantes do grupo e as negociações com outros blocos, como a União Europeia.

“Nosso bloco já concluiu a oferta compatível com as negociações com a União Europeia. A negociação só poderá prosperar com equilíbrio entre os que nós demandamos e o que eles nos oferecem”, afirmou a presidente.

Dilma Rousseff foi enfática ao solidarizar-se com a Argentina, que deve entrar em default (calote) técnico na noite desta quarta-feira, em razão da decisão judicial nos Estados Unidos, que determinou o bloqueio dos recursos para o pagamento da dívida externa renegociada do país até que o governo argentino retome os pagamentos a um grupo de credores que compraram títulos vencidos para litigar judicialmente.

“Somos integralmente solidários com a Argentina, que tem desafio considerável para reestruturar dívida. Nossa solidariedade com a Argentina não é apenas retórica. O problema atinge todo o sistema financeiro internacional”, afirmou a presidente, que criticou de modo indireto a justiça norte-americana. “Nós precisamos de um sistema com regras claras e imparciais”, comentou Dilma.

A presidente lembrou que o Brasil se apresentou como “amicus curiae” (parte interessada) da Argentina no processo judicial e se comprometeu a colocar o assunto na pauta de discussões dos países do G-20.

Dilma Rousseff ocupou boa parte de seu discurso para condenar a ofensiva israelense na faixa de Gaza. Mas o fez frisando que “a existência de dois Estados [Israel e Palestina] é pré-condição para a estabilidade”. Segundo Dilma, “o conflito pode desestabilizar toda a região”.

Fonte: Valor Econômico

 

Lucro da Telefônica Vivo sobe 118% no trimestre, para R$ 1,99 bilhão

A Telefônica Vivo registrou lucro líquido de R$ 1,99 bilhão no segundo trimestre, com aumento de 118% sobre o apurado em igual período de 2013. O forte crescimento decorre da revisão das bases fiscais de ativos intangíveis decorrentes de combinações de negócios, que teve efeito positivo de R$ 1,2 bilhão no resultado.

A receita líquida avançou 1,5% nos três meses até junho, somando R$ 8,62 bilhões. O faturamento subiu 6% em linhas móveis, para R$ 5,53 bilhões, mas recuou 5,4% em linhas fixas, para R$ 2,79 bilhões.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) caiu 1,2% no trimestre, sobre um ano antes, ficando em R$ 2,54 bilhões. Segundo a empresa, houve melhora nos esforços de maior eficiência, principalmente em custos, além do aumento da base de acessos móvel e melhoria no desempenho do negócio fixo.

Em relação às estimativas de três casas de análise consultadas pelo Valor, tanto a receita líquida como o lucro líquido (mesmo se retirado o efeito positivo de R$ 1,2 bilhão da revisão das bases fiscais de intangíveis) superaram as estimativas. A média de projeções do Credit Suisse, Bradesco e Citi para os indicadores era de R$ 8,53 bilhões para a receita e R$ 786,3 milhões para o lucro. O Ebitda ficou em linha com o esperado.

A Telefónica Vivo verificou ainda um avanço de 2,3% na receita média por usuário (Arpu) móvel durante o segundo trimestre, perante um ano antes. O segmento de dados ofuscou a queda da taxa de interconexão da rede móvel. O Arpu de acessos por voz caiu 3,9%, enquanto no segmento de dados houve avanço de 15,4%.

O segmento pós-pago cresceu 26,5% na comparação anual, com 26,2 milhões de acessos no trimestre. O mix de clientes pós-pagos agora é de 33%, um incremento de 5,8 pontos percentuais no comparativo anual.

O total de acessos atingiu 94,9 milhões no trimestre, com aumento de 4,1% sobre um ano antes. Segundo a empresa, 79,4 milhões foram registrados no negócio móvel e 15,5 milhões no fixo.

Os acessos de voz fixa subiram 3,4% nos três meses até junho, para 10,9 milhões. “Os acessos corporativos mantêm bom desempenho e apresentam crescimento de 2,6% no comparativo anual”, diz a companhia. Analistas temiam que os inúmeros feriados e a Copa do Mundo tivessem trazido piora nos negócios da operadora com empresas.

Em banda larga, a Telefônica alcançou 3,9 milhões de clientes no trimestre, com alta de 2,4% sobre um ano antes. Os acessos de TV por assinatura cresceram 30,4% na comparação anual, para 688 mil assinantes.

Fonte: Valor Econômico

 

Polarização na política leva a “más companhias”, diz Eduardo Campos

O candidato do PSB à Presidência da República, Eduardo Campos (PSB), disse hoje (30), em entrevista coletiva, que o Brasil está pronto para mudanças na política. De acordo com Campos, isso inclui a reforma política. Para mostrar que as mudanças já estão em curso, ele citou estudo do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), segundo o qual mais de 100 congressistas não vão buscar a reeleição no Legislativo.

Eduardo Campos defende uma reforma política profunda, que leve em conta tais mudanças, evitando as “meras reformas eleitorais” que costumam ser feitas em véspera de eleições. “Creio que  virá uma mudança muito importante do voto, do exercício da cidadania brasileira, que nos ajude a ter um Congresso e uma governança do Executivo capazes de fazer alianças em torno de programas. Como se faz em outras grandes economias. Na Alemanha, a coalizão é feita discutindo-se mérito. Programa na França é assim, na Inglaterra é assim”, afirmou.

O candidato conversou com os jornalistas após participar de sabatina na Confederação Nacional da Indústria (CNI). Campos voltou a criticar alianças feitas pelo atual governo e pelo anterior com políticos que, para ele, representam “a velha política”.

“É possível fazer governo assim desde que não se submeta o Brasil à mesma polarização que impõe aos polos as más companhias que sufocam os avanços da democracia, o aperfeiçoamento da governança e distanciam a sociedade da política”, explicou.

Momentos antes, ao falar aos empresários, Campos citou os senadores Renan Calheiros (PMDB-AL), José Sarney (PMDB-AP) e Fernando Collor (PTB-AL) como exemplos desse tipo de político e disse que “o Brasil não aguenta mais quatro anos na companhia” deles.

Perguntado sobre políticas de desenvolvimento regionais, especialmente para o Norte e o Nordeste, o candidato disse que a indústria nacional, em geral, está enfrentando um momento duro. O caminho é abrir espaço para a inovação e a melhoria da infraestrutura que torne os estados dessas regiões atrativos, afirmou.

“Se é desafiador fazer indústria em áreas mais próximas do mercado, com renda maior e logística, é lógico que no Norte e no Nordeste, que não têm a mesma logística de estradas, ferrovias e portos, é mais difícil ainda”, destacou.

No caso da Zona Franca de Manaus, especificamente, o candidato defendeu acordos bilaterais que permitam a exportação de produtos desta área para o Pacífico. “Estamos perdendo esse mercado para as indústrias asiática e mexicana. Visitamos fábricas no polo e ouvimos o senhor da fábrica dizer que poderia empregar 50% mais, produzindo 70% mais, mas que não está fazendo isso por falta desses acordos bilaterais.”

Fonte: Agência Brasil

MP do Rio quer transferência do julgamento de Fernandinho Beira-Mar

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) recorreu da decisão da 4ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ), que não autorizou a transferência do julgamento do traficando Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar. Inicialmente, o julgamento do traficante estava marcado para o próximo dia 26 de agosto, às 10h, no Fórum de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

No entanto, um possível plano para resgatar Fernandinho Beira-Mar, fez com que o MP-RJ conseguisse uma liminar junto à 3ª vice-presidência do tribunal para não realizar o julgamento até que o recurso especial do Ministério Público seja julgado. O MP-RJ pede que o julgamento da Vara Criminal de Duque de Caxias seja transferido para uma das varas criminais do Tribunal do Júri da Comarca da Capital. Além de evitar a tentativa de fuga, o Ministério Público tenta impedir também que o poder intimidatório do criminoso naquela localidade influencie os jurados.

Segundo o Ministério Público, o plano de resgate e o medo dos jurados em participar da audiência levaram o órgão a entrar com recurso ontem (29) na Justiça, para impedir que o traficante Fernandinho Beira-Mar, seja julgado na data marcada, na 4ª Vara Criminal, que funciona também como Tribunal do Júri, em Duque de Caxias. O traficante encontra-se preso desde 2002, cumprindo pena no presídio federal de Catanduvas, no interior do Paraná, e já soma mais de 200 anos em penas. Fernandinho Beira-Mar é acusado de comandar diversos crimes entre os quais tráfico de drogas e assassinatos.

Fonte: Correio Braziliense

CDL espera alta de 1% nas vendas do Dia dos Pais

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Natal (CDL Natal) espera um crescimento de 1% nas vendas do Dia dos Pais, que será comemorado em 10 de agosto. O percentual é menor do que crescimento registrado no ano passado, de 5,5% no período, e a razão para isso, de acordo com a CDL Natal, se deve endividamento das famílias, à diminuição do acesso ao crédito, ao PIB em queda e à insegurança na economia. Conforme pesquisa realizada pela entidade, os principais itens da lista dos natalenses para presentear os pais são de vestuário, perfume e calçados. O ticket médio deverá ficar na casa dos R$ 134,54.

“A expectativa do lojista em relação ao ano anterior é um pouco menor, com um crescimento um pouco pequeno, em função da realidade da economia que está vivendo”, comentou o presidente da CDL Natal, Amauri Fonseca Filho.

Em 2014, as vendas nas datas comemorativas vem crescendo menos do que nos anos anteriores. “Isso tem sido uma tendência este ano. Mas nós, como lojistas, sempre temos a expectativa de superar esses números. Cabe a cada um trabalhar melhor sua loja, preparar suas equipes para atender melhor o consumidor nesse período de maior fluxo e obter melhores resultados”, diz Amauri Fonseca.

O endividamento das famílias é apontado como um dos gargalos para vendas melhores no período, segundo o vice-presidente da CDL Natal, Augusto Vaz. “Na hora em que existe um problema de inadimplência, a pessoa fica sem ter crédito para consumir a prazo. Então quando há limite de crédito, existe a redução de consumo e o comércio sente”.

Augusto Vaz acrescenta que a inadimplência acaba afetando inclusive as compras à vista, uma vez que esse dinheiro disponível pode ser direcionado para quitar alguma dívida. 

O vice-presidente da CDL Natal destaca ainda que, embora o crescimento do endividamento seja uma realidade nacional, no Rio Grande do Norte a situação tem atingido números mais elevados.

“No Rio Grande do Norte há um caso específico. O Estado está em dificuldades financeiras e um terço da nossa economia depende do dinheiro do poder público. Quando o Estado divide a folha de pagamento e passa alguns funcionários para receber em cinco dias na frente, ou tem dificuldade de pagar seus fornecedores, isso pode aumentar o índice de inadimplência”, avalia Augusto Vaz.

Os produtos de vestuário encabeçam a lista de presentes que os consumidores pretendem adquirir para dar aos pais, somando 59,33% das respostas. Perfume (21,17%) e calçados (17,50%) vêm em seguida. 

Os shoppings deverão ficar com fatia maior das compras do período, de 48,29%. O comércio de rua somou 27,17% das intenções de compra. Mas há quem pretenda adquirir o presidente do pai nos dois ambientes (14,17%).

O levantamento da CDL Natal revela ainda que 64,50% dos entrevistados deverá deixar para comprar o presente mais perto do dia 10, em agosto. Na hora de pagar, a maioria deverá usar dinheiro vivo (47,17%), mas a diferença é pequena entre esta forma de pagamento e a opção pelo cartão de crédito (42,84%). Mais de 9% não souberam responder como vão comprar os presentes.

A pesquisa também perguntou aos consumidores onde eles pretendem comemorar o Dia dos Pais. Para 81%, o ambiente escolhidos é em casa ou na residência de familiares. Restaurantes ficaram com 9,67% das respostas e outras opções somaram 9,33% das intenções.

Fonte: Tribuna do Norte

Candidata ao governo pelo PSTU, Simone Dutra participa de protesto contra o massacre do povo palestino

A candidata ao governo do RN pelo PSTU, Simone Dutra, participou de um ato público em repúdio ao massacre promovido pelo Estado de Israel contra o povo palestino. A candidata a vice-governadora, professora Socorro Ribeiro, também esteve presente.O protesto reuniu cerca de 50 pessoas na Praça Kennedy, no centro de Natal.

A manifestação foi convocada pela Sociedade Cultural Palestina/Natal e contou com a presença de partidos de esquerda, como PSTU, PCR e PSOL, e centrais sindicais.

Os manifestantes denunciaram o massacre realizado por Israel em Gaza, que já matou 1200 palestinos, sendo mais de 300 crianças. Simone Dutra prestou solidariedade ao povo palestino e pediu do Governo Dilma (PT) a ruptura das relações diplomáticas e comerciais do Brasil com aquele país.

Fonte: Tribuna do Norte

Aécio Neves diz que pretende elevar investimento para 24% do PIB até 2018

O candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, disse há pouco a empresários do setor industrial que, caso eleito, pretende elevar, até 2018, a taxa de investimento do país em relação ao Produto Interno Bruto (PIB), dos atuais 18% para 24%, conforme o candidato. O tucano disse ainda que terá “como obsessão” a recuperação da competitividade da economia e irá propor mudanças na relação com o Mercosul para facilitar a negociação de acordos brasileiros com a União Europeia e outros países.

Durante sabatina promovida pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) com os três presidenciáveis melhores colocados nas pesquisas de intenção de voto, Aécio Neves prometeu reduzir e simplificar a carga tributária, “isonomia “no tratamento dos vários setores da economia, além de medidas para criação de um ambiente de negócio “seguro” e “claro”.

“Quero estabelecer aqui o desafio para o próximo governo para que possamos, ao final do ano de 2018, saltar do patamar que estamos amarrados hoje de 18% do PIB, para alavancar 24% do PIB de investimentos, com o setor privado e a criação de um ambiente favorável de negócios”, disse.

Segundo ele, a meta será fiscalizada por uma comissão formada por representantes do setor industrial, da iniciativa privada e do governo.

Para Aécio Neves, o Brasil perdeu a capacidade de gerar expectativas positivas para a economia, e o pessimismo em relação ao Brasil tem crescido nos últimos meses. Por isso, o futuro presidente precisa trabalhar na recuperação da confiança dos mercados e dos investidores.

“Isso passa por uma nova forma de governança. Não esperem que o nosso governo tenha um Plano A, plano mais isso ou maior. Mas [esperem] regras mais claras e um ambiente seguro, regulação clara dos mercado e, sobretudo, ação do governo que também aumente a produtividade e a qualidade dos serviços”.

O tucano criticou o atual modelo de negociação imposto pelo Mercosul e prometeu trabalhar para mudar regras do bloco. “O Mercosul vem nos amarando. Não é um desprezo, mas uma transição, uma transformação em região aduaneira para que possamos formatar acordos com outras regiões do mundo”, frisou, um dia após reunião de cúpula do bloco, em Caracas.

Fonte: Agência Brasil

Delegacia de Defraudações destrói 33.400 CDs e DVDs piratas

A Delegacia Especializada em Falsificações e Defraudações da Polícia Civil destruiu na manhã de hoje (30) 33,4 mil CDs e DVDs piratas, apreendidos em duas operações policiais no ano de 2005. Desde então o material estava guardado em uma sala da delegacia, à espera de decisão judicial que permitisse a destruição do material.

A quebra das mídias, executada pela Cooperativa de Catadores de Materiais Reciclados do Estado (Coocama/RN), foi feita no antigo lixão de Cidade Nova, na zona Oeste de Natal, onde são depositadas as podas e onde é feita a coleta seletiva da capital potiguar.

O chefe de investigações da Delegacia de Defraudações, João Xavier, conta que a resposta judicial saiu nessa semana, após cerca de nove anos. Ele afirma também que, devido à morosidade, o processo prescreveu e ninguém foi preso. Desde então, nenhuma operação nesse sentido foi feita pela Especializada.

“Não fizemos nenhuma operação dessas proporções desde 2005 porque não tinha aonde guardar o material. Existem investigações em andamento, que devem ter mais celeridade agora, que esse material saiu da delegacia”, disse Xavier. Ele acrescenta que essa demanda de armazenar material enquanto não sai decisão judicial cabe ao depósito do judiciário que também não teria espaço.

Fonte: Tribuna do Norte

Fluxo de turistas no RN depende de incentivos

A perspectiva do Consórcio Inframérica é de que só daqui a um ano o novo Aeroporto Aluizio Alves, em São Gonçalo do Amarante, possa operar o seu primeiro vôo internacional. “Qualquer planejamento de rota para Natal, seria uma coisa pra o segundo semestre de 2015, nada acontecerá antes e se conseguir algo, sinto que o nosso trabalho e de nossa equipe está bem cheio”, disse o diretor comercial para Negócios Aéreos da Inframérica, Roberto de Oliveira Luiz, depois de falar, ontem à tarde, na 50ª Reunião do Conselho Estadual de Turismo (Conetur).

Mesmo assim, Roberto de Oliveira afirmou que o planejamento de um vôo internacional requer pelo menos dois anos, porque tem de levar em conta estudos matemáticos e científicos de rotas,  a frota e a tripulação que possuem uma companhia, comprar ou tirar avião de outro destino: “Então, esse trabalho leva bastante tempo”.

Roberto de Oliveira admitiu, ainda, que pelo fato de o número de passageiros domésticos ter caído no Rio Grande do Norte, nos últimos anos – “Todo mundo vê, são dados públicos e a gente tem de incentivar esse tráfego” -, é importante, por exemplo, a redução da alíquota do ICMS, que hoje é de 17% para algo em torno de 12%.

Oliveira explica que a Inframérica já tem a experiência de Brasília, “que impactou bastante com a redução do imposto”. Lá, no primeiro vôo da Air France para Paris, em 31 de maio, a taxa de ocupação chegou a 95%. “A expectativa era operar com 70% e já estaria feliz no primeiro mês”.

No caso de Natal, continuou o diretor do consórcio administrador do Aeroporto Internacional Aluizio Alves, quando se fala em voos oriundos do exterior, não se aplica a redução do ICMS porque existem acordos bilaterais entre os países para isenção de impostos na ponta. 

Porém, ele esclarece que a diminuição da alíquota do ICMS permitirá o aumento de vôos domésticos, melhorando a conectividade, pois é impossível operar vôo internacional ponto a ponto sem uma malha doméstica forte.

Roberto de Oliveira confirmou que a Inframérica também está concluindo um estudo sobre Natal, a fim de levar para a reunião do World Router, que anualmente ocorre em um país diferente e, este ano, vai ser entre os dias 20 e 24 de setembro, em Chicago, nos Estados Unidos.

“Estamos medindo o mercado, com base em bancos de dados internacionais, mensurando os destinos que têm mais capacidade, vamos montar um plano de negócio e visitar as companhias aéreas  para captar vôos em reuniões com 25 companhias áreas”, acrescentou ele.

Por fim, ele disse que para atrair passageiros, é preciso ter atrativos econômicos para que as companhias aéreas possam vir e ter sucesso. Como a característica de Natal é de um turismo receptivo, as participações do trade turístico, da hotelaria e do Estado é necessária.

A secretaria estadual do Turismo, Gina Robinson, aproveitou para dizer, na reunião, que a mídia espontânea proporcionou um custo que nenhum Estado e nem o Rio Grande do  Norte ou o pais, teria condições de fazer: “Agora, é a vez de se aproveitar essa oportunidade única e que esse “time” é muito importante, a gente não pode deixar isso cair no esquecimento”. 

Gina Robinson disse, ainda, que o Ministério Turismo teve uma redução de 40% do orçamento, que os estados também vão sofrer. “O que a gente vai fazer nesse momento, fica muito difícil saber, porque a gente não sabe o que a gente contra pra fazer, por isso, estamos juntando forças, todas as nossas ações daqui pra frente serão em parcerias com o trade turístico, a única forma de poder viabilizar qualquer ação daqui pra frente”.

O presidente da Associação Brasileiras de Hotéis (Abih-RN), Habib Chalita, lamenta a falta de recursos para investimentos em turismo no Estado: “Isso é uma consequência, uma reação em cadeia, que tornou o turismo um setor secundário na atual gestão governamental, cada vez mais isso respinga no setor econômico da cidade, não adianta jogar um pano em cima dessa situação econômica” Para Chalita, existe uma justificativa do impedimento de gastos durante o período eleitoral, “mas se tivesse havido um  planejamento antes,  já se estaria colhendo frutos da nossa divulgação de ter colocado Natal na prateleira, o produto turístico foi aprovado, mas essa reunião do Conetur mostrou que o Estado não fez nada”.

Fonte: Tribuna do Norte

TRE julga 89 registros de candidaturas para as eleições de 2014

Em sessão realizada na tarde de ontem (29), a Corte do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte julgou 89 registros de candidaturas, sendo uma para governador, uma para vice-governador, 12 para deputado federal (um indeferido) e 75 para deputado estadual, dos quais 3 foram indeferidos.

A candidatura ao Governo do deputado federal Henrique Eduardo Alves (PMDB) e do vice, João Maia (PR), foram deferidos.

Confira abaixo a lista dos registros julgados ontem:

Governador – Henrique Eduardo Lyra Alves

Vice-governador – João da Silva Maia

Deputado Federal – Eliana Braga Silva, José Adriano de Souza Gadelha, Helia Lima dos Santos, Ricardo Wagner Martins Cruz, Carlos Alberto Freire Medeiros, Eraldo Daniel de Paiva, Giovani Rodrigues Junior, Maria de Fátima Rosado Nogueira, Darlana Paulino Barbosa, Walter Pereira Alves, Zenaide Maia Calado Pereira dos Santos.

Deputado Estadual – Milla Thaisa Barbosa Dantas da Silva, Maria Geciene Ferreira de Matos, Wildson Leiros Junior, Noradia Faustino de Almeida, Raquel Filgueira de Oliveira, Rafael Pithon Dantas, André Luis Albuquerque da Fonseca, José Dias de Souza Martins, Carlos Alberto de Souza Rosado Segundo, Alanne Talita Bezerra de Souza, Cleudo Martins Lopes, José Galeno Diógenes Torquato, Jorio Regis Nogueira, Jean Carlos de Góis, Carla Cristina Dutra Barbosa, Débora Kátia Medeiros de Morais, Eduardo Canuto de Oliveira, Garibalde Leite de Oliveira, Francielle Lopes de Araujo Batista, Laura Helena Lima Pinheiro, Leandro Carlos Prudêncio, Walkson da Silva Torres, Sonildo Alves de Souza, Gersony Gomes de Oliveira, Neide Sindo Felix de Souza, Luciano Martins de Moura, Joseane Karla de Oliveira, Julio Bezerril Regis, Manoel Jean Felix, Gildenor Rodrigues de Oliveira, Aldair da Rocha, Israel Fernandes Pereira, Fernando Antonio Carlos, Antonio Josino Neto, Damião Elias Fernandes, José Gomes de Oliveira, Edson Batista, Fernando Luiz Tavares, Jorge Luiz Teixeira Guimarães, Helcius Levy Santana Ferreira, Bruno Carlos da Silva, Edilson Honório da Silva, Epitácio Cândido de Brito, Nilson Araujo, Midiany Geizy de Oliveira Avelino, Maria Dilma de Abreu, Maria Zita da Costa, Maria Glória Pinto Aguiar, Kátia Silene Silva, Maria Gorete da Silva Barbosa, Maria Aparecida Silva Lima, João Maria Ricardo de Andrade Lima, Francisco Paulino de Medeiros, Maria José Almeida de Lima, Selma Oliveira Moreira Benicá, Quecia Karinna Diniz de Queiroz, Luzia da Silva Bezerra Barbosa, José Jubenick Pereira da Silva, Marcos Antonio Pereira Lima, José Lavousier Nogueira, Maria Goreth OrricoFrancisco de Assis José dos Santos, Milton Teixeira Filho, Jorge Luiz da Silva, Emanuel Alves, Maricelma Pereira, Dayana Carmen Batista do Nascimento, Maria do Socorro Mariano da Cunha, Adelita Maria de Oliveira, Evania Cristina Souza das Chagas Silva, José Lázaro de Paiva, Cristiane Bezerra de Souza Martins.

Indeferidos – João Maria Ricardo de Andrade Lima (deputado estadual), Josenildo Martins de Souza (deputado federal), Airton Pereira da Silva (deputado estadual) e Fabíola Pereira da Silva (deputado estadual).

Fonte: Tribuna do Norte

Governo do Estado divide o pagamento dos servidores estaduais em dois dias

O Governo do Estado, mais uma vez, dividiu o pagamento do funcionalismo público em dois dias. Assim como ocorreu nos meses anteriores, os salários dos servidores da Educação, Saúde e Segurança estão garantidos no último dia do mês, na administração indireta, os vencimentos do trabalhadores do Detran, Idema, DEI, Jucern e Ipem, independente do valor, também serão pagos. No entanto, para os demais servidores, só receberão amanhã (31) que têm salários de até R$ 2 mil líquidos, e não R$ 5 mil, como nos meses anteriores. A previsão do pagamento dos demais funcionários é o dia 8 de agosto.

Desde o ano passado, o Governo do Estado tem dividido o pagamento de acordo com os salários dos servidores. Nos meses anteriores, os que têm vencimentos líquidos de até R$ 5 mil recebiam no primeiro momento, assim como servidores da Segurança, Saúde e Educação (incluindo a UERN). No dia 10 do mês seguinte, os demais funcionários com salários líquidos superiores a R$ 5 mil. Agora, só receberão os que têm salários líquidos de até R$ 2 mil, mas o Governo do Estado ainda não explicou os motivos pelos quais ocorreu a mudança.

A alteração no pagamento foi confirmada pelo setor financeiro do Governo do Estado, mas a reportagem da Tribuna do Norte não conseguiu o contato com os titulares das secretarias de Planejamento (Obery Rodrigues) e Administração (Álber Nóbrega). Atualmente, o Governo do Estado possui aproximadamente 102,6 mil servidores.

Fonte: Tribuna do Norte

CNC: volume de vendas para o Dia dos Pais deverá ser o menor desde 2004

Projeções feitas a partir de levantamento da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), indicam que neste ano o Dia dos Pais deverá movimentar cerca de R$ 4,4 bilhões no comércio varejista, gerando crescimento de 4,3% nas vendas, em relação ao ano passado.

Os números divulgados hoje (30) pela CNC, indicam que, apesar do crescimento em relação ao ano passado, esta deverá ser a menor alta nas vendas do varejo para a data desde 2004 (portanto dos últimos 10 anos), quando o Dia dos Pais teve crescimento de 1,6%.

Na avaliação do economista da CNC, Fabio Bentes, o ritmo mais fraco das vendas no próximo Dia dos Pais resultará principalmente do encarecimento do crédito. Segundo ele, “o custo mais alto dos empréstimos, aliado à tendência de encurtamento do prazo médio observada desde dezembro, têm desestimulado a tomada de novos recursos”.

As projeções da CNC indicam que, com expansão de 10,4% sobre o ano passado, apenas o ramo de farmácias, perfumarias e cosméticos deverá ter crescimento maior em relação a 2013, uma vez que todos os demais setores geralmente afetados positivamente pelo Dia dos Pais deverão registrar taxas inferiores.

No caso do ramo vestuário, o crescimento vai desacelerar de 3,6% em 2013 para 2,1%, e, no setor de hiper e supermercados de 3,6% para 2,8%. Juntas as duas atividades concentram 67,1% do faturamento do varejo gerado pela data.

Destacam-se, ainda, o crescimento de 5,4% nas vendas nas lojas de móveis e eletrodomésticos e a queda de 3,8% no setor de livrarias e papelarias.

De acordo com a CNC, o baixo crescimento das vendas do varejo entre o ano passado e este ano, acontece mesmo com um quadro “ligeiramente inferior” na variação média dos preços dos dezesseis bens pesquisados .

Entre os bens ofertados a variação média dos preços será de 4,4%, contra 8% de alta em 2013; e no caso dos serviços, de 10,1%, contra 8,2% de alta em 2013. Produtos como televisores estarão 7,2% mais baratos; aparelhos telefônicos (-6,6%; e CDs e DVDs -3,9%). Por outro lado, a alimentação fora de casa está mais cara 10,2% e segue como uma das principais fontes de pressão sobre os preços.

Fonte: Agência Brasil

Eduardo Campos diz que atual modelo político do país “esclerosou e faliu”

Terceiro colocado nas pesquisas de intenção de voto, o candidato do PSB à Presidência da República, Eduardo Campos, disse há pouco a empresários da indústria que o atual modelo político do país, baseado na coalizão de partidos, “esclerosou e faliu” e, por isso, precisa ser revisto para viabilizar as mudança que possibilitem tornar o país mais competitivo. “Precisamos compreender que a solução antes da economia é na política”, disse. Além de Campos, foram convidados para a sabatina os candidatos de PSDB, Aécio Neves, e do PT, Dilma Rousseff.

Durante abertura de sabatina dos presidenciáveis promovida pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), Campos prometeu comandar uma reforma política que acabe com “essa lógica patrimonialista, fisiologista e atrasada que tem a cabeça no século 19”.

“Não tem solução para o que está aí, sem um debate político profundo no Brasil. O padrão político de governança esclerosou, faliu e não vai dar uma nova agenda de competitividade para a economia brasileira. O novo padrão político que se exige é umsoftware que compreenda o que acontece no mundo para levar o Brasil a um ambiente seguro para investir e que anime os investidores”, discursou Campos.

Ministro no governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Campos criticou o atual modelo de gestão petista que, segundo ele, levará o país para trás. “O presidencialismo de coalização não vai levar o Brasil a um bom lugar. Só levará o Brasil para trás. Eu tenho a confiança de dizer aos empreendedores brasileiros que eu e a Marina [Silva, indicada a vice] representamos a única possibilidade de quebrar o presidencialismo de coalizão e unir o país em torno de uma nova visão de desenvolvimento e governança”.

Campos disse que o Brasil vive o desafio do desenvolvimento industrial para fazer o setor sair da estagnação. “Essa é uma situação que exige de nós uma reflexão profunda, mais do que uma simples crítica ou buscar culpados e responsáveis. Responsáveis somos todos nós. Temos potencialidades enormes, temos desafios antigos e novos criados na conjuntura mais recente do país por uma governança macroeconômica que precisa ser revista”.

Fonte: Agência Brasil

Saída de dólares do país supera entrada em US$ 4,68 bi neste mês, até dia 25

O saldo da entrada e saída de dólares do país, fluxo cambial, permanece negativo, neste mês. De acordo com dados parciais do Banco Central (BC), em julho, até a última sexta-feira (25), as saídas de dólares superaram as entradas em US$ 4,680 bilhões.

A maior parte do saldo negativo vem do segmento financeiro  (investimentos em títulos, remessas de lucros e dividendos ao exterior e investimentos estrangeiros diretos, entre outras operações), com  saída líquida (descontada a entrada) de US$ 3,897 bilhões.

O segmento comercial (operações de câmbio relacionadas a exportações e importações) registra saldo negativo de US$ 783 milhões.

De janeiro até 25 de julho, o saldo negativo do fluxo cambial ficou em US$ 534 milhões. Nesse período, o fluxo financeiro registrou saldo negativo de US$ 2,640 bilhões e o comercial, positivo de US$ 2,107 bilhões.

Fonte: Agência Brasil

ProUni: estudantes em lista de espera têm até hoje para entregar documentos

Acaba hoje (30) o prazo para os estudantes que aderiram à lista de espera do Programa Universidade para Todos (ProUni)  entregarem à instituição particular de educação superior a documentação que comprove as informações prestadas no momento da inscrição. A partir de agora, caberá ao estudante acompanhar as informações e proceder à matrícula diretamente com as instituições de ensino.

Podem aderir à lista de espera os candidatos não selecionados nas chamadas regulares, os pré-selecionados em segunda opção de curso e quem não foi chamado por não  haver formação de turma no curso.

O ProUni oferece bolsa de estudo integral ou parcial (50% da mensalidade) em instituições particulares de educação superior. O estudante precisa comprovar renda familiar, por pessoa, de até um salário mínimo e meio para a bolsa integral, e de até três salários mínimos para a bolsa parcial. Esta segunda edição de 2014 do programa oferece 115.101 bolsas e tem 653.992 inscritos.

Fonte: Agência Brasil

Aécio Neves propõe reduzir pela metade número de ministérios

O candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, disse hoje (30), em entrevista coletiva, que, se for eleito, reduzirá pela metade o número de ministérios em seu governo e extinguirá pelo menos um terço dos cargos comissionados existentes hoje. Segundo ele, isso não significa que todas as áreas atendidas pelos 39 ministérios atuais não sejam importantes, mas sim que precisam ser “desburocratizadas”.

“Existe um grupo trabalhando no redesenho do Estado brasileiro, comandado por aquele que eu considero o mais eficiente gestor público, o ex-governador de Minas Gerais Antonio Anastasia. Estamos conversando para redesenhar o Estado brasileiro”, disse o candidato, sem antecipar quais ministérios serão cortados.

Segundo Aécio, pelo menos um terço dos ministérios pode ser extinto “imediatamente”, de modo a reduzir “o gigantismo do Estado” e melhorar a gestão pública. Além disso, ele disse que, nas áreas em que for possível, vai estabelecer regime de metas aos funcionários públicos para estimular a melhor prestação de serviços públicos. “O meu governo será o da meritocracia e da eficiência.”

Antes da entrevista coletiva à imprensa, o candidato prometeu a empresários de diversos setores reunidos em Brasília para sabatina promovida pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) que fará um choque de infraestrutura no país se for eleito em outubro. Segundo ele, a medida terá que ser tomada em parceria com o setor privado e a partir da atração de capital interno e investimentos estrangeiros.

“Isso criará o ambiente propício para [o país] retomar a capacidade de investimento e voltar a crescer. Mas 2015 já está precificado pelo atual governo. Pela própria situação da Petrobras, que precisará ser redefinida. Tudo isso deve ser orientado pela manutenção da solidez dos nossos pilares macroeconômicos. O superávit será o possível e será feito de forma absolutamente transparente, diferentemente do que ocorre hoje.”

Na sabatina, o tucano se comprometeu a construir uma agenda comercial “e não ideológica como é hoje”. Pare ele, “o que deve prevalecer não é o interesse de um governo”. Aécio Neves defendeu investimentos no setor energético e garantiu que retomará o programa do etanol. Para ele, a Petrobras é vítima das medidas do atual governo. “Estamos na contramão do mundo ao subsidiar combustível fóssil. Temos que enfrentar de forma clara a questão do gás e criar regras claras” afirmou, acrescentando ainda que é necessário buscar novas fontes de energia alternativa, como a biomassa, “que, só com o que São Paulo produz, poderia nos fornecer energia equivalente à [da Usina] de Belo Monte”.

Entre as prioridades elencadas, o presidenciável defendeu a retomada das negociações com outras regiões do mundo e a criação de mecanismos que estimulem a internacionalização das empresas nacionais com o fim da bitributação. Aécio disse que a atual política tenta incentivar esse movimento do setor privado, ao mesmo tempo em que o “Fisco desestimula”.

Alinhando o discurso a uma das principais demandas dos empresários, o tucano ainda garantiu um combate “diário” ao custo Brasil. “O Brasil ainda é uma economia fechada. Mas isso tem que ser feito com estratégia. Temos que criar as condições de competitividade, com choque de infraestrutura em parceria com setor privado e aumento de produtividade da economia”, defendeu.

Fonte: Agência Brasil

Gaza: 22 palestinos morrem em ataques durante trégua humanitária

Pelo menos 22 palestinos morreram e cerca de 150 ficaram feridos depois de uma sequência de ataques do Exército israelense na Faixa de Gaza, durante uma trégua humanitária decretada por Israel.

De acordo com o porta-voz dos serviços de emergência, Ashraf Al Qudra, 15 pessoas morreram e 150 ficaram feridas num ataque a um mercado movimentado no bairro de Chajaya, entre a Cidade de Gaza e a fronteira israelense.

Antes, um ataque aéreo israelense, no sudeste da Faixa de Gaza, matou sete palestinos.

Ambos os ataques ocorreram durante a trégua humanitária de quatro horas anunciada hoje por Israel, a partir das 15h locais (9h, no horário de Brasília) e que foi considerada um golpe publicitário pelo movimento de resistência islâmica Hamas.

O Exército israelense alertou a trégua não se aplicaria às zonas onde os soldados “estão atualmente envolvidos nas operações”.

Fonte: Agência Brasil

Taxa de desemprego mantém-se praticamente estável em junho

A taxa de desemprego no país manteve-se praticamente estável no mês de junho, segundo a Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED) da Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade) e pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). No mês passado, o total de desempregados era 2,25 milhões, cerca de 14 mil pessoas a menos que em maio. A taxa de desemprego passou de 10,9% em maio para 10,8% em junho.

O nível de ocupação também registrou estabilidade no mês de junho. Foram criados 25 mil postos de trabalho, número superior ao de pessoas que ingressaram no mercado de trabalho, que foram 11 mil trabalhadores. O total de ocupados foi estimado em 18,6 milhões de pessoas e a população economicamente ativa, 20,8 milhões de pessoas.

Na comparação por regiões metropolitanas, Salvador registrou a maior taxa de desemprego em junho, 18,2% ante 17,5% em maio. Recife contabilizou 12,9% de desempregados em junho, ante 12,8% no mês anterior. Em São Paulo, a taxa de desempregados foi 11,3% em junho ante 11,4% em maio.

Em Belo Horizonte, a taxa de desemprego foi 7,8% em junho e no mês anterior era 8,1%. Fortaleza apresentou taxa de 7,4% de desemprego, alta de um ponto percentual em relação a maio. Porto Alegre registrou 5,7% de taxa de desemprego em junho, ante 6,2% em maio.

Alexandre Loloian, coordenador técnico do Seade, destaca o desempenho do nível de ocupação no comércio na região metropolitana de São Paulo, que caiu 1,4% em junho em relação a maio, ou seja, 22 mil postos de trabalho foram eliminados.

“O desempenho do comércio no primeiro semestre está abaixo, mas a tendência é que isso se eleve. Tradicionalmente, o segundo semestre, no caso do comércio, é de recuperação do nível de atividade”, avalia. Segundo ele, é provável que esse resultado ruim em São Paulo esteja relacionado à Copa, já que a substituição do turismo de negócio pelo da Copa foi prejudicial para o segmento.

Em todo o país, o rendimento médio do trabalhador com alguma ocupação chegou a R$ 1.725 em junho, o que significa uma queda de 0,9% na comparação com maio. No caso dos funcionários assalariados, o valor foi  R$ 1.728 – redução de 1,2% em relação a maio.

Fonte: Agência Brasil

IGP-M tem terceiro mês consecutivo de deflação

SÃO PAULO  –  O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) registrou em julho o terceiro mês seguido de queda, informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV). O indicador — que serve de referência para reajuste de contratos, como os de aluguéis — registrou deflação de 0,61%, após recuar 0,74% em junho.

Embora menor que a do mês passado, a retração de julho no IGP-M superou as expectativas dos economistas ouvidos pelo Valor Data. A média de 17 instituições estimava queda de 0,50%.

Com o resultado de julho, o IGP-M acumula avanço de 1,83% no ano e de 5,32% em 12 meses. Em julho de 2013, o índice havia subido 0,26%. O IGP-M é calculado com base nos preços coletados entre os dias 21 do mês anterior e 20 do mês de referência.

Novamente, a retração do IGP-M foi puxada pelo Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) — que tem peso de 60% nos IGPs, influenciado pelos produtos agropecuários. O IPA caiu 1,11% em julho, após registrar baixa de 1,44% em junho. Os itens de origem agropecuária foram de recuo de 3,73% para declínio de 2,66% entre junho e julho. Os produtos industriais saíram de baixa de 0,55% para queda de 0,53%.

No varejo, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que representa 30% dos IGPs, desacelerou o ritmo de alta, passando de 0,34% para 0,15% de aumento do sexto para o sétimo mês de 2014. A principal contribuição para este movimento foi do grupo Educação, leitura e recreação (0,62% para -0,04%). Nesta classe de despesa, vale destacar o comportamento do item passagem aérea, cuja taxa passou de elevação de 2,98% para decréscimo de 13,11%.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) registrou, em julho, aumento de 0,80%, abaixo do resultado de junho, de 1,25%. O índice relativo a Materiais, Equipamentos e Serviços subiu 0,45% e aquele que representa o custo da Mão de Obra registrou variação positiva de 1,11%.

Fonte: Valor Econômico

 

McDonald’s do Japão passa a vender nuggets de tofu, após escândalo

O McDonald’s do Japão começou a vender nesta quarta-feira (30) nuggets de tofu (alimento feito de soja) em seus restaurantes, já que seu maior fornecedor de carne de frango, da China, está envolvido em um escândalo de venda de carne estragada.

O “Tofu Shinjo Nuggets” tem como ingredientes cebola, soja, cenoura e peixe, de acordo com a rede, que no último dia 25 anunciou a suspensão da venda de produtos de frango da China. Os restaurantes da multinacional americana têm oito pratos à base de frango chinês em seu cardápio no Japão.

A fornecedora Xangai Husi Food misturava carne vencida à carne fresca e enganavam os inspetores de qualidade do McDonald’s. Diante disso, o governo chinês ordenou o fechamento da empresa, que pertence à companhia americana OSI. A rede de restaurantes KFC também comprava carne do mesmo fornecedor.

A OSI pediu desculpas em um comunicado e declarou estar “chocada”, assegurando que estava tratando o problema “diretamente e rapidamente”. Por sua vez, na ocasião, o McDonald’s informou que deixou de usar os produtos da fábrica, assim como o KFC e Pizza Hut.

O KFC já esteve envolvido em outro escândalo na China, quando as autoridades encontraram níveis excessivos de antibióticos em seus pratos à base de frango.

Nos últimos anos, foram vários os escândalos na China relacionados com a qualidade dos alimentos devido à falta de controle.

Nesta terça-feira, a filial japonesa do grupo de fast-food McDonald’s anunciou que considerava a possibilidade de comprar frango do Brasil.

Fonte: Portal G1

Gaza: Israel anuncia trégua de quatro horas

Israel vai fazer hoje (30) uma trégua humanitária de quatro horas na operação militar na Faixa de Gaza, contra o movimento de resistência islâmica Hamas, anunciou o Exército israelita. A trégua começou às 15h (horário local), 9h em Brasília.

“O exército autorizou uma trégua temporária na Faixa de Gaza que não será aplicada nas zonas onde os soldados estão atualmente em operações”, indicou o comunicado.

O número de vítimas da operação israelita Margem Protetora é 1.296 palestinianos mortos e 7,2 mil feridos. De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), os civis representam três quartos dos mortos palestinos desde o início desta operação, em 8 de julho.

Do lado israelense, morreram 53 soldados, o maior número desde da guerra contra o movimento xiita libanês Hezbollah, em 2006. Três civis (dois israelenses e um tailandês) foram mortos por foguetes disparados a partir da Faixa de Gaza.

Fonte: Agência Brasil

Brasil realiza mais de 1,49 milhão de cirurgias plásticas em 2013

A cada 15 cirurgias plásticas no mundo, uma é feita no Brasil. Dos 23 milhões de procedimentos com fins estéticos realizados em todo o planeta, 1,49 milhão ocorreu em território nacional no ano passado. As intervenções mais comuns são a lipoaspiração, o aumento de mama com prótese de silicone, mamoplastia (redução de seio), abdominoplastia (redução de gordura e pele do abdômen) e blefaroplastia (para levantar as pálpebras).

Os dados foram divulgados hoje pela Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica. Além das cirurgias, o Brasil fez 649.535 procedimentos estéticos pouco invasivos, como botox, preenchimento com ácido, peeling e depilação a laser. Quando se considera os procedimentos não cirúrgicos, os Estados Unidos ainda superam o país.

Fonte: Correio Braziliense

Agência da ONU acusa Israel por bombardeio de escola em Gaza

A Agência das Nações Unidas para os Refugiados da Palestina (UNWRA) acusou o exército israelense de “grave violação do direito internacional” depois do ataque que matou nesta quarta-feira (30/7) 16 palestinos em uma de suas escolas na Faixa de Gaza.

“Condeno da forma mais firme esta violação do direito internacional por parte das forças israelenses”, declarou no comunicado Pierre Krähenbühl, chefe de UNWRA. “Peço à comunidade internacional que inicie uma ação política decidida para por fim de imediato ao massacre em andamento”.

Fonte: Correio Braziliense

China planeja migração “ordenada” de 100 milhões para área urbana até 2020

PEQUIM (Reuters) – A China vai garantir uma migração “ordenada” de cerca de 100 milhões de trabalhadores rurais para cidades até 2020, apoiada em mais benefícios sociais e mais oportunidades de trabalho, disse o governo nesta quarta-feira, como parte de planos para impulsionar seu programa de urbanização.

Líderes chineses prometeram afrouxar as diretrizes sobre o registro residencial, chamado de hukou, para tentar remover obstáculos às medidas de urbanização. Esses registros impedem que trabalhadores migrantes e suas famílias obtenham acesso à educação e bem-estar social fora de suas moradias nos vilarejos.

A China busca que 60 por cento de sua população, de quase 1,4 bilhão, passe para o meio urbano até 2020, transformando milhões de habitantes rurais em consumidores que poderão ser a força motriz da segunda maior economia do mundo.

O governo vai garantir uma “transferência ordenada da população rural para áreas urbanas”, afrouxando com maior rapidez as restrições de registro em cidades menores, de acordo com um guia detalhado sobre a reforma divulgado pelo gabinete do governo.

O governo irá “se esforçar para alcançar a transferência de cerca de 100 milhões de habitantes rurais” até 2020, segundo o guia.

Os 269 milhões de migrantes rurais da China incluem 166 milhões que já estão nas cidades.

Os governos locais estabelecerão diferentes políticas de registros de casas com base em sua capacidade de absorver migrantes e fornecer serviços públicos, de acordo com as orientações.

Migrantes podem se estabelecer em pequenas cidades livremente, já que as restrições hukou serão abolidas, mas as proibições em cidades de médio porte serão afrouxadas de “uma maneira ordenada”, disse o gabinete.

O número de migrantes que se mudarem para grandes cidades com populações entre 3 e 5 milhões de pessoas será “adequadamente” controlado. A movimentação para megacidades com mais de 5 milhões de pessoas será “estritamente” controlada.

O governo chinês também prometeu pressionar por reformas rurais que permitiam a fazendeiros arrendarem ou venderem terra quando deixarem suas vilas.

O governo expandirá a cobertura de aposentadorias e tratamento médico para migrantes que entrarem em cidades e garantirá acesso igualitário à educação para as crianças, disse o gabinete.

 
Fonte: Reuters Brasil

Reconhecimento de cursos tem novo padrão de análise

A Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior do Ministério da Educação publicou no Diário Oficial da União desta quarta-feira (30), o novo padrão de análise de reconhecimento dos cursos de nível superior.

A partir de agora, os pedidos de reconhecimento serão classificados de três maneiras: conceito satisfatório em todas as dimensões avaliadas (sugestão de deferimento), conceito de curso insatisfatório  (sugestão de abertura de processo administrativo para aplicação da penalidade de cassação da autorização de funcionamento do curso)  e conceito de curso insatisfatório em uma ou mais das dimensões avaliadas (sugestão de protocolo de compromisso). Neste último caso, a sugestão de deferimento poderá ser combinada com a redução de 10% do número de vagas ofertadas para cada dimensão insatisfatória.

Renovação

Já no caso de renovação do reconhecimento do curso, será considerada a sugestão de deferimento se todos os requisitos legais e normativos forem atendidos. Se o curso não tiver atendido um mesmo requisito legal por duas avaliações seguidas será sugerido um protocolo de compromisso. Já cursos com um ou mais requisitos legais considerados não atendidos, será sugerido deferimento com necessidade de avaliação in loco na próxima renovação de reconhecimento do curso.

A instituição de educação superior deverá tomar as medidas necessárias para assegurar o integral cumprimento de todos os requisitos legais e normativos, os quais, necessariamente, deverão ser considerados atendidos na análise do próximo pedido de renovação de reconhecimento.

Fonte: Portal Brasil

Produtores elaboram propostas

A Federação da Agricultura e Pecuária do Rio Grande do Norte (Faern) vai apresentar no dia 26 de agosto um documento com propostas para o desenvolvimento da agropecuária do RN aos três candidatos que estiverem mais bem colocados nas pesquisas para o Governo do Estado. Os pontos que constarão no documento foram discutidos ontem por representantes do setor durante o seminário “O Que Esperamos do Próximo Governo”, organizado pela Federação. Entre as propostas estão a interligação das bacias hidrográficas do RN, a construção de um novo porto, a ampliação da assistência técnica rural, entre outros pontos.

Esta é a segunda edição do seminário, que foi realizado pela primeira vez em 2010 e também repassou as demandas do setor aos candidatos do pleito naquele ano. De acordo com o presidente da Faern, José Vieira, técnicos da Federação visitaram produtores pelo interior do Estado por dois meses para identificar as dificuldades que atrapalham o desenvolvimento da agropecuária no Rio Grande do Norte.

Um dos principais pleitos do setor é a interligação das bacias hidrográficas potiguares. “Isso é muito importante para garantir que, na hora em que o rio São Francisco chegar, essa água não seja perdida”, ressaltou o presidente da Faern.

José Vieira destacou ainda a necessidade de um novo porto para escoar a produção, do fornecimento de assistência técnica de qualidade, que acompanhe de forma contínua os produtores, além de pontos como educação e segurança para que o homem do campo possa ter qualidade de vida no interior do Estado, reduzindo a possibilidade de evasão do meio rural.

“O acesso ao crédito é outro ponto. Existe uma burocracia grande para que os produtores tenham acesso ao crédito. E os processos de licenciamento ambiental também tem muita burocracia”, diz José Vieira.

Com a seca, diversas culturas tiveram queda na produção, como mostram os dados do Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE), entre 2011 e 2012, o feijão, por exemplo, registrou queda de 94%. Outros produtos como a fava (99%), o milho (94%) e o sorgo (92%) também tiveram números negativos.

“O Rio Grande do Norte já foi o maior exportador de camarão do país, mas não é mais. O Estado também já teve destaque na produção de castanha, mas não tem mais. A seca não explica tudo. Nós tivemos dificuldade de gestão”, afirma José Vieira. 

Obras

Presente no seminário, o professor do Departamento de Economia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e ex-subsecretário da Pesca do Rio Grande do Norte, Antônio-Alberto Cortez, destaca que entre os principais gargalos que afetam o setor estão a falta de obras estruturais. 

“Temos estradas deficitárias, um sistema portuário deficitário, uma malha ferroviária pífia, sem interligações com as demais regiões produtoras do Brasil. Nós sofremos muito com a falta dessa questão de logística”, destacou.

Fonte: Tribuna do Norte

UE destina dois milhões de euros para luta contra o Ebola na África Ocidental

A Comissão Europeia anunciou nesta quarta-feira uma nova ajuda de dois milhões de euros para a luta contra o Ebola nos países da África Ocidental.

“O nível de contaminação é extremamente preocupante e devemos aumentar nossa ação antes que mais vidas sejam perdidas”, afirmou Kristalina Georgieva, comissária europeia de Ajuda Humanitária, citada em um comunicado.

Esta nova parcela de ajuda da UE se soma aos 3,9 milhões de euros que o bloco já destinou à causa entre abril e junho.

A Comissão disse ainda que a ajuda será canalizada através de três organizações: a Organização Mundial da Saúde (OMS), que fornece equipamento e assessoria, Médicos Sem Fronteiras (MSF), que oferece apoio clínico para isolar e conter a epidemia, e a Federação Internacional da Cruz Vermelha e Crescente Vermelho, que promove a prevenção

A epidemia, que está em curso desde o início do ano, se declarou na Guiné e depois atingiu a Libéria e Serra Leoa.

Na semana passada foi confirmado o primeiro caso na Nigéria.

Desde março, mais de 1.200 personas foram infectadas na África Ocidental e mais de 800 morreram.

O vírus Ebola é transmitido por contato direto com sangue, fluidos ou tecidos de pessoas ou animais infectados. A febre que provoca se manifesta com hemorragias, vômitos e diarreia. A taxa de mortalidade varia entre 25% e 90% entre os humanos e não há vacina que evite o contágio.

Fonte: MSN Notícias

MP tenta cassar habeas corpus que libertou ativistas no Rio de Janeiro

O procurador de Justiça Riscalla Abdenur, do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), entrou hoje com recurso dirigido ao desembargador Siro Darlan pedindo reconsideração da decisão que concedeu habeas corpus a 23 ativistas acusados de atos violentos nos protestos realizados no Rio de Janeiro.

No documento, o procurador pretende que o desembargador reconsidere a decisão de colocá-los em liberdade. Caso contrário, que submeta, em 48 horas, o pedido para a apreciação da 7ª Câmara Criminal, conforme dispõe o regimento interno do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro.

As prisões foram decretadas, incialmente, como temporárias. Quando foram interpostos vários habeas corpus visando à liberdade, o relator entendeu por conceder a liminar, libertando todos. A seguir, o MPRJ ofereceu denúncia, pedindo a prisão preventiva, o que, efetivamente, ocorreu. Então, novamente, a defesa dos acusados entrou com novos habeas corpus, ocasião em que Siro Darlan concedeu nova liminar.

Fonte: Correio Braziliense

Procurador pede suspensão de auxílio-moradia para juízes

O impacto financeiro da concessão de auxílio-moradia aos servidores do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte é estimado em R$3.197.461,07  somente para o segundo semestre de 2014. No próximo ano, esse valor salta para R$ 6.744.791,83O. Os cálculos foram feitos com base nos vencimentos de 186 dos 212 membros ativos da corte que estão aptos a receber o benefício, instituído por resolução do tribunal no início de julho.

Apesar de os repasses ainda não terem começado, o Ministério Público junto ao Tribunal de Contas (MpjTCE) já contesta a medida. Ontem, na sessão do pleno do TCE, o procurador de contas Luciano Ramos apresentou petição em que pede a suspensão cautelar do benefício. Além disso, solicitou que o requerimento seja acrescido ao processo que analisa a concessão do benefício aos membros do Ministério Público Estadual. O processo do parquet está, atualmente, com o conselheiro relator, Gilberto Jales.

De acordo com a resolução   31/2014, de 9 de julho, todos magistrados que declararem inexistência de residência oficial do TJ no município em que está lotado podem solicitar a concessão do auxílio-moradia. A resolução não concede benefício aos membros que deixarem de residir na unidade de jurisdição, aos juízes substitutos e aos membros que moram em situação familiar com servidores que já recebem o benefício. O auxílio é calculado em 10% do valor bruto dos vencimentos. 

Para o procurador de contas, o benefício dos magistrados esbarra na mesma situação da verba destinada ao parquet estadual. Por não delimitar as regras para concessão do auxílio, o leque de beneficiados chega quase à totalidade dos membros da corte. De acordo com dados enviados pelo TJ ao MpjTCE, 87,74% dos membros.

“Conforme documentos enviados pelo TJ, apenas 26 magistrados possuem autorização para residir fora da comarca. Ademais, ressalta-se que o TJRN não informou quantos magistrados são impedidos de receber o auxílio por conviver com outro membro que já o percebe”, diz a recomendação assinada pelo procurador.

Segundo o documento, 186 dos 212 membros ativos do tribunal podem solicitar o benefício. Até ontem, 156 pedidos haviam sido protocolados, segundo a assessoria de comunicação do tribunal. De acordo com o órgão, não há data para que os pedidos sejam analisados pela comissão da presidência do tribunal.

Na visão de Ramos, sem as delimitações o auxílio perde o caráter indenizatório e passa a constituir um aditivo na remuneração dos integrantes do judiciário, seguindo o mesmo caso do MPE. Seria, portanto, inconstitucional.

“A resolução do judiciário reproduz a do MP, excluindo também a resolução organizadora da corte que regulamenta uma ajuda de custo, mas não fala em auxílio moradia. Há uma absoluta irmandade entre as duas resoluções”, aponta Luciano Ramos.

Na representação, o procurador também ressalta que a Lei Orgânica da Magistratura (Loman) garante a concessão apenas de uma “ajuda de custo” aos magistrados, mas não o caracteriza como auxílio-moradia, tampouco fixa valor do benefício em 10% do vencimento bruto.  “O entendimento do MpjTCE é que a Loman não pode ser aplicada diretamente sem que o Poder Legislativo do Rio Grande do Norte tenha previsto em lei esta despesa”, afirma. Segundo ele, a resolução também vai de encontro à Lei de Organização Judiciária Estadual, que impede os magistrados da capital de receber ajuda de custo a título de moradia.

Fonte: Tribuna do Norte

Juiz é suspeito de vender liminares

O juiz da Primeira Vara Cível de Ceará-Mirim, José Dantas de Lira, foi afastado ontem por suspeita de venda de liminares. Segundo o Ministério Público, as sentenças concedidas objetivavam a ampliação da margem para empréstimo consignado. Mais quatro pessoas estariam envolvidas neste suposto esquema de fraude. O filho do magistrado, o advogado, José Dantas de Lira Junior; o advogado Ivan Holanda; o corretor de empréstimos, Paulo Aires Pessoa, e um servidor do  Judiciário, identificado apenas como Clístenes.

Na manhã de ontem,  promotores do Ministério Público do Rio Grande no Norte, através do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado, com a apoio da Polícia Militar, cumpriram mandados de busca e apreensão nas residências e locais de trabalho dos envolvidos, em três municípios: Ceará-Mirim, Natal e Parnamirim. Documentos, computadores, pendrives, cds, foram os objetos apreendidos. Os mandados foram autorizados pelo desembargador Cláudio Santos, que já tinha uma investigação em curso sobre o caso. O MP contou com a delação de um dos agenciadores envolvidos como elemento essencial para  deflagração dos mandados.

“É um esquema de decisões liminares judiciais em que há um pedido de gratificação”, definiu o procurador geral de justiça, Rinaldo Reis, em coletiva de imprensa concedida na tarde de ontem. De acordo com informações apurada pelo MP, o esquema ocorria há mais de quatro anos. “Tínhamos informações, mas precisava de algo substancial para proceder as diligências. Sem a delação não conseguiria a permissão para busca e apreensão”.

De acordo com o procurador,  o grupo procurava por servidores, principalmente do Estado, com dificuldades financeiras e impossibilitados de empréstimo, por falta de margem no crédito consignado. A busca era feita nas próprias repartições públicas – municipais e estaduais. No caso, eles orientavam às pessoas a entrarem com pedido na Justiça, na Comarca de Ceará-Mirim, com a garantia da liberação.

Rinaldo acrescenta que os pedidos feitos ao juiz eram sempre instruídos com documentos falsos de residência. “Para simular que aquela pessoa que estava entrando na justiça com pedido de liminar era residente em Ceará-Mirim, para que não se contestasse a competência do juiz em julgar o caso”, explica. Concedida a sentença, e feito o empréstimo, o  grupo recebia gratificações variantes de R$ 3 a 7 mil, que eram divididos entre os participantes, “inclusive chegando até o juiz”, disse Rinaldo Reis.

Na divisão de responsabilidades, o filho do magistrado  liderava e organizava o esquema. O advogado Ivan Holanda Pereira, entrava em contato com outros advogados que elaboravam os pedidos judiciais – não se tem confirmação se eles tinham conhecimento da fraude. O corretor de empréstimos intermediava a operação bancárias, em instituições diferenciadas, e era um dos que iam até às repartições. 

Com a confirmação das suspeitas o Ministério Público irá instaurar uma denúncia a ser avaliada e julgada no âmbito do Tribunal de Justiça. O procurador espera ter essa conclusão em menos de trinta dias. Em princípio, o grupo pode ser enquadrado em crime de corrupção, formação de quadrilha,  falsidade ideológica, e possível lavagem de dinheiro.

A TRIBUNA DO NORTE procurou pelo Tribunal de Justiça do RN, no entanto, por informações da assessoria de imprensa. O órgão não vai se pronunciar sobre o caso. De mesma maneira, o magistrado e seu filho também não foram encontrados, por telefone, para declarações. 

O esquema

Juiz José Dantas de Lira
Suspeito de assinar as ordens judiciais. 

Advogado José Dantas Junior, filho do juiz
suspeito de trabalhar na organização e liderança do esquema fraudulento.

Advogado, Ivan Holanda Pereira e Corretor de Empréstimo, Paulo Aires Pessoa
suspeitos de agenciar as decisões judiciais

Ivan Holanda Pereira
teria contato com outros advogados que  elaboravam as petições

Paulo Aires Pessoa 
agenciaria  empréstimos, recebia a gratificação e dividia entre os integrantes.

Esse dois últimos iam às repartições públicas, normalmente do Estado, buscando pessoas com dificuldades para efetivar empréstimo consignado.

Fonte: Tribuna do Norte

Lixo do RN ainda sem destino

Menos de 7% dos municípios do Rio Grande do Norte dão destino correto ao lixo produzido diariamente pela população. Atualmente, o Estado conta com dois aterros sanitários que atendem apenas onze cidades. Os demais 156 municípios despejam o lixo em aterros controlados ou lixões a céu aberto. Os números revelam que a maioria dos gestores municipais não cumpre as determinações da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS).

Em vigor há quatro anos,  o PNRS foi estabelecido através da Lei nº 12.305 (Lei de Resíduos Sólidos). Quando sancionada, a lei previa que os 5.600 municípios brasileiros teriam que se adequar às regras até o próximo sábado, dia 2 de agosto. Entre outros pontos, a lei estabelece o fim dos lixões e o encaminhamento apenas dos restos de resíduos que não podem ser reaproveitados para os aterros sanitários.

Além disso, define que são proibidas, nas áreas de disposição final dos resíduos sólidos, atividades como catação, criação de animais domésticos e fixação de habitação temporária ou permanente. Quatro anos depois de publicada, a lei não foi completamente cumprida e a realidade pouco mudou.

A Confederação Nacional dos Municípios (CNM) estima que há pelo menos dois mil lixões no país. Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn) não apresenta dados, mas apenas onze municípios encaminham o lixo para aterros sanitários adequados. Além destes, outros dez municípios possuem aterro controlado, que, segundo especialistas ouvidos pela reportagem, não substituem os aterros sanitários adequadamente.

Fonte: Tribuna do Norte

Começa hoje matrícula de selecionados no Sisutec

Os selecionados na primeira chamada do Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec) podem fazer a matrícula nas instituições a partir de hoje (30). O prazo vai até sexta-feira (1º). A lista dos selecionados foi divulgada ontem e pode ser acessada no site doSisutec. O candidato deverá verificar, na instituição de ensino em que foi aprovado, o local, horário e procedimentos para a matrícula.

A segunda chamada será divulgada no dia 5 de agosto, e as matrículas estão previstas para os dias 6, 7 e 8. As vagas remanescentes serão disponibilizadas online para todos aqueles que fizeram o ensino médio, independentemente de terem feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Para esta edição do Sisutec, foram oferecidas 289.341 vagas em cursos técnicos e gratuitos em instituições públicas e particulares e do Sistema S.

Para concorrer, o candidato precisa ter concluído o ensino médio e feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) do ano passado, sem tirar zero na redação. Pelas regras do Sisutec, 85% das vagas são destinadas a candidatos que cursaram o ensino médio em escolas públicas ou privadas, como bolsistas integrais.

O Sisutec foi criado no ano passado, como parte do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). O processo seletivo ocorre duas vezes por ano.

Fonte: Agência Brasil

Passagem intermunicipal está mais cara a partir de hoje

O Departamento Estadual de Estradas de Rodagem do Rio Grande do Norte (DER/RN) estabeleceu o reajuste nas tarifas de transporte coletivo intermunicipal. As novas tarifas passarão a ser cobradas já nesta quarta-feira (30).

De acordo com o decreto, publicado no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (29), a tarifa de característica rodoviária terá como referência o reajuste de 4,792%. Nas linhas que operam na Região Metropolitana, a base de reajuste é de 9,88% e a tarifa única e fixa do Anel I será de R$ 2,35. O último reajuste intermunicipal foi autorizado em fevereiro de 2013.

Segundo dados do DER/RN, o sistema de transporte intermunicipal do Rio Grande do Norte perdeu 22 linhas de três empresas nos últimos dez anos, chegando atualmente ao total de 135 linhas para atender a demanda média de 4 milhões de passageiros, mensalmente, em todo o Estado. Na maioria dos casos, as empresas alegaram inviabilidade econômica para manter os trajetos concorrendo com os transportes clandestinos, que muitas vezes cobram preços mais baixos ou oferecem serviço porta a porta.

Confira os valores
Natal/Parnamirim, via Quarto Centenário (C, E, L, C1, C2, C3, C4) – R$ 2,50
Natal/Parnamirim, via Parque Industrial (D) – R$ 2,50
Natal/Genipabu- R$ 2,50

Natal/Parnamirim (A, J, F1, PN) – R$ 2,90
Natal/Extremoz – R$ 2,90
Macaíba/Natal(BR-226) – R$ 2,90

Natal/Macaíba, via BR-101 – R$ 3,10
Natal/Vila de Fátima – R$ 3,10
Natal/Pirangí – R$ 3,10
Natal/Parnamirim, via Alecrim e Terminal Rodoviário da Ribeira (B) – R$ 3,10
Natal/Alcaçuz (Via Terminal Rodoviário de Natal) – R$ 3,30
Natal/Alcaçuz (Via Hortigranjeira e Colônia) – R$ 3,30
Natal/Alcaçuz (Via Terminal Rodoviário da Ribeira) – R$ 3,30

Natal/Barra do Rio (Via Contendas) – R$ 3,70

Natal/Ceará Mirim – R$ 4,00
Natal/Pitangui – R$ 4,00
Natal/Jacumã – R$ 4,00
Natal/Traíras – R$ 4,00

Natal/São José de Mipibú (Via Túnel da UFRN) – R$ 4,40

São José de Mipibú/Natal (Terminal Rodoviário de Natal) – R$ 5,00

Natal/Nísia Floresta – R$ 5,30
Natal/Barreta – R$ 5,30
Natal/Barra de Tabatinga (Terminal Rodoviário da Ribeira) – R$ 5,30
Natal/Coqueiros – R$ 5,30
Natal/Monte Alegre – R$ 5,30.

Fonte: Tribuna do Norte

Alunos da SME são premiados na Olimpíada Brasileira de Matemática

Alunos e professores da Secretaria Municipal de Educação (SME) participaram da cerimônia de premiação da 9ª edição da Olimpíada Brasileira das Escolas Públicas, a OBMEP 2013. No total foram 49 prêmios, entre medalhas, troféus e homenagens pela participação de alunos e professores de 14 escolas. A cerimônia de premiação ocorreu no auditório do IFRN – Instituto Federal do Rio Grande do Norte.

Durante a solenidade, a OBMEP premiou alunos, professores e escolas da rede pública de ensino pelo resultado alcançado durante a edição 2013. Os prêmios entregues foram tablets, medalhas, assinatura de revistas e certificados de menção honrosa. O aluno Nalbert Pietro Martins da Costa, de 13 anos, da Escola Municipal 4º Centenário conquistou novamente a medalha de ouro na Olimpíada Brasileira de Matemática.

Nalbert estuda na escola há quatro anos e cursa o 9º ano do Ensino Fundamental, e em 2012 já havia conquistado a medalha de prata na Olimpíada Brasileira de Matemática.
Entre os destaques no Prêmio da OBMEP – 2013 (MEDALHAS OURO, PRATA E BRONZE): NALBERT PIETRO MARTINS DA COSTA(EM 4 CENTENARIO) – Ouro, PAULO ROBERTO PAULINO DO NASCIMENTO(EM PROFA TEREZINHA P DE LIMA) – Prata, MICHAEL DOUGLAS LOPES CASTRO DE CAMARGO(EM PROFESSOR ZUZA)- Bronze, TALVANES FERNANDES DE MEDEIROS (E M 4 CENTENARIO) – Bronze, AMADEUS NATHAN COSTA DA SILVA(E M PROF ANTONIO SEVERIANO) – Bronze,
CARLOS ANTONIO BARBOSA NUNES( E M PROF ANTONIO SEVERIANO) – Bronze, JOAO OLIMPIO CAMPELO NETO (E M PROF VERISSIMO DE MELO) – Bronze, MICAIO PEREIRA DE LIMA (E M 4 CENTENARIO) – Bronze, ABIA MARIANE AQUINO DO NASCIMENTO (E M PROF VERISSIMO DE MELO) – Bronze, MATHEUS DIOGENES BRITO DE LIMA(E M 4 CENTENARIO) –Bronze, GABRIEL VINICIUS CORTES DE MEDEIROS (E M 4 CENTENARIO) – Bronze e CARLISSON GLEIDSON SILVA DE OLIVEIRA(E M 4 CENTENARIO)- Bronze. PROFESSOR HOMENAGEADO – Um diploma de homenagem e uma assinatura anual da Revista do Professor de Matemática (RPM-SBM) foi para HUMBERTO LAUREANO REGIS FILHO (E M PROF PALMIRA DE SOUZA) Outros alunos das escolas municipais 4 º Centenário, Terezinha Paulino, Antonio Severiano, Verissimo de Melo, João XXIII, José Melquiades, Francisca Ferreira, Celestino Pimentel, Francisca de Oliveira, Maria Alexandria, Professor Zuza, Ferreira Itajuba, Adelina Fernandes e Palmira de Souza receberam Menções Honrosas no total de 37 diplomas.

A OBMEP é uma realização do Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA), com apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM) e promoção do Ministério da Educação (MEC). Dirigida às escolas públicas municipais, estaduais e federais, a olimpíada busca estimular e promover o estudo da Matemática entre alunos dessas escolas e contribuir para a melhoria da qualidade da Educação Básica. As provas da segunda etapa e divulgação dos premiados da OBMEP 2014 serão realizadas em setembro.

Fonte: Prefeitura do Natal

Dilma reafirma condenação a uso desproporcional da força por Israel em Gaza

Ao discursar nesta terça-feira (29/7), em Caracas, durante a 46ª Cúpula dos Presidentes do Mercosul, a presidenta Dilma Rousseff defendeu o fortalecimento dos mercados internos dos países integrantes do bloco, manifestou solidariedade à Argentina, que enfrenta uma crise relacionada à dívida externa, e defendeu o cessar-fogo imediato entre Israel e Palestina. Dilma ainda condenou o uso desproporcional da força por Israel.

“Os desafios que o Mercosul tem pela frente decorrem de um processo de integração como é o nosso, com um quadro internacional com algumas instabilidades visíveis. Daí porque é importante fortalecer nossos mercados internos, mercados internos que foram ampliados de forma significativa pelas políticas de inclusão social e distribuição de renda que foram uma das marcas e motores do nosso desenvolvimento”, disse Dilma.

Sobre a construção de uma acordo comercial entre o Mercosul e a União Europeia, a presidenta informou que o assunto foi discutido entre os representantes do bloco sul-americano e que é preciso um intercâmbio equilibrado para que o acordo prospere. “No caso da negociação do acordo de associação entre o Mercosul e a União Europeia, nosso bloco já concluiu oferta compatível com os compromissos assumidos nas negociações de 2010. Esperamos agora que o lado europeu consolide a sua oferta. Essa negociação só poderá prosperar com um intercâmbio simultâneo de ofertas.”

A presidente manifestou solidariedade à Argentina, que enfrenta um desafio no processo de reestruturação da sua dívida soberana. Segundo Dilma, o processo atinge todo o sistema financeiro internacional.

“O problema que atinge hoje a Argentina é uma ameaça, não só para um país irmão, mas atinge todo o sistema financeiro internacional. Não podemos aceitar que a ação de alguns poucos especuladores coloquem em risco a estabilidade e o bem-estar de países inteiros. Precisamos de regras claras e de um sistema que permita foros imparciais, previsibilidade e, portanto, justiça no processo de reestruturação de dívidas soberanas”, afirmou.

No discurso, a presidenta condenou a escalada da violência no conflito entre Israel e Palestina e defendeu um cessar-fogo imediato e permanente.

“Não podemos aceitar impassíveis a escalada da violência entre Israel e Palestina”, afirmou Dilma, lembrando que, desde o princípio, o Brasil condenou o lançamento de foguetes e morteiros contra Israel e reconheceu o direito israelense de se defender. Ela ressaltou, porém, que é preciso destacar a veemente condenação brasileira ao uso desproporcional da força por Israel na Faixa de Gaza. “O governo brasileiro reitera seu um chamado a um cessar-fogo imediato, abrangente e permanente entre as partes”, completou.

Dilma considerou positivo o retorno pleno do Paraguai ao Mercosul e destacou a importância de avançar no livre comércio entre os países do bloco. A presidenta enfatizou ainda a importância de valorizar as relações do Mercosul com os países do Caribe e da América Central.

Os cinco presidentes dos países-membros do Mercosul – Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai e Venezuela – reuniram-se nesta terça-feira, pela primeira vez no âmbito da Cúpula dos Chefes de Estado do Mercosul, em Caracas. No último encontro, em julho do ano passado, o Paraguai estava suspenso e, no anterior, a Venezuela ainda não havia ingressado no bloco.

Fonte: Correio Braziliense

Inadimplência das empresas cresceu 6,1% no primeiro semestre, diz Serasa

As empresas brasileiras estão com mais dificuldades para pagar suas contas. Segundo levantamento divulgado nesta quarta-feira (30) pela Serasa, a inadimplência das empresas cresceu 6,1% no primeiro semestre do ano, na comparação com o mesmo período do ano anterior.

Houve alta, também na comparação entre meses de junho, de 1,6%. Na passagem de maio para junho, no entanto, a Serasa viu melhora na inadimplência, com queda de 7,2% – o primeiro recuo depois de três altas mensais seguidas.

Segundo a Serasa, a alta na inadimplência é resultado da estagnação da economia, do aumento de custos (com salários aumentando acima da produtividade) e do maior custo financeiro das empresas por conta da elevação das taxas de juros.

Fonte: Portal G1

Procon Natal apreende produto estragado em supermercado da Zona Norte

O Procon Natal apreendeu nesta segunda-feira (28) um lote inteiro de leite em um supermercado na Zona Norte da cidade. A apreensão foi feita após denúncia apresentada por um consumidor.

Segundo os fiscais do Procon, foram recolhidas amostras do leite que serão encaminhadas para análise pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Rio Grande do Norte (Lacen/RN). Até o resultado do laudo, a venda do lote específico objeto da denúncia está temporariamente suspensa para que a proteção da saúde do consumidor seja devidamente assegurada.

Dependendo do resultado do laudo, que deverá sair em 10 dias, caso seja constatado que os produtos estejam realmente impróprios para uso, a empresa poderá ser multada no valor de R$ 400,00 até R$ 4 milhões.

O Procon Natal ainda poderá enviar o laudo para o Ministério Público e a Delegacia do Consumidor, caso seja atestada a irregularidade do produto.

Fonte: Prefeitura do Natal

Ministro diz que economia brasileira não corre risco de recessão em 2014

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, descartou hoje (29) o risco de recessão para a economia brasileira neste ano. Apesar de o Produto Interno Bruto (PIB) ter crescido 0,2% no primeiro trimestre deste ano, em ritmo menor que no quarto trimestre do ano passado, o ministro disse que não há possibilidade de o país fechar 2014 com índices negativos. “Não haverá recessão este ano. Quem está falando em recessão está equivocado”, disse.

Mantega também comentou a decisão do Banco Central (BC) de injetar R$ 45 bilhões na economia – R$ 30 bilhões da liberação de compulsórios (parcela que os bancos são obrigados a deixar retida no BC) e R$ 15 bilhões de redução de riscos de crédito. Para o ministro, apesar de aumentar o volume de recursos em circulação, a medida reativará a demanda sem pressionar a inflação.

Segundo Mantega, a inflação está em queda e continuará a cair nos próximos meses. A redução do preço dos alimentos, que pressionaram os índices no primeiro semestre, contribuirá para trazer a inflação oficial pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) para abaixo do teto da meta, de 6,5%, até o fim do ano.

O ministro acrescentou que o fim da Copa do Mundo reduziu o preço de passagens aéreas e de hotéis, que teve reflexos sobre a inflação nos últimos dois meses. “Esses fatores [preços dos alimentos e de itens vinculados à Copa] mostram que a inflação não foi provocada pela demanda. Portanto, é perfeitamente possível e coerente reativar a economia [por meio da liberação dos compulsórios] sem aumentar a inflação”, declarou.

Fonte: Agência Brasil

Mercosul exige cessar-fogo na Faixa de Gaza

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, informou que os presidentes dos países do Mercado Comum do Sul (Mercosul) propuseram hoje (29), em reunião privada durante a 46ª cúpula do bloco, a divulgação de um comunicado expressando posição contra os ataques de Israel à população palestina e exigindo um cessar-fogo na Faixa de Gaza.

Maduro destacou que há um profundo sentimento de solidariedade com o povo palestino e que há consenso quanto à necessidade de um cessar-fogo imediato na região e de retomada das conversações de paz.

O presidente venezuelano fez as declarações antes de começaram as deliberações públicas da Cúpula do Mercosul, aberta nesta terça-feira na Casa Amarela, sede da Chancelaria venezuelana.

Além de Maduro, participam do encontro de Caracas os presidentes da Argentina, Cristina Kirchner,  do Brasil; Dilma Rousseff, do Uruguai; José Mujica, do Paraguai; Horacio Cartes, e da Bolivia, Evo Morales.

Segundo o primeiro-ministro de Israel, Benjamín Netanyahu, o objetivo da ofensiva israelense, que teve início há cerca de 20 dias, é destruir os túneis da froneira supostamente usados pelo movimento islâmico Hamas, que controla a Faixa de Gaza.

Até agora, o número de mortos no conflito passa de 1.000, entre os quais há crianças e civis.

Fonte: Agência Brasil

Ministério da Saúde anuncia inclusão de vacina contra hepatite A no SUS

O Ministério da Saúde anunciou nesta terça-feira (29/7) a inclusão da vacina contra o vírus da hepatite A no calendário nacional de vacinação do Sistema Único de Saúde, a partir deste mês.

O público-alvo, de acordo com o ministro Arthur Chioro, são crianças de 1 ano até 1 ano e 11 meses. A meta é imunizar 95% deste público em um ano, cerca de três milhões de crianças. Com a inclusão da vacina, o objetivo é prevenir e controlar a hepatite A gradativamente.

O ministério investiu R$ 111 milhões na compra de 5,6 milhões de doses neste ano. Para o início da vacinação, já foram distribuídas 1,2 milhão de doses para os estados e municípios. O restante será distribuído gradualmente entre os meses de agosto e setembro.

Este mês, a vacina contra a hepatite A já está disponível nas unidades de saúde de 11 estados – Acre, Rondônia, Alagoas, Ceará, Maranhão, Piauí, Pernambuco, Goiás, Espírito Santo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul, além do Distrito Federal, segundo o ministério.

No mês de agosto, a vacina chegará ao Amazonas, Amapá, Tocantins, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro, Pará, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Sergipe, Santa Catarina, à Bahia e Paraíba. Já nos estados de Roraima, São Paulo e do Paraná, a imunização ocorrerá no mês de setembro.

Chioro disse que crianças que estiverem fora do público-alvo não serão vacinadas.

“A escolha da faixa etária é feita em cima de estudos técnicos exatamente por conta do período em que a criança terá capacidade de resposta imunológica pra se proteger contra a vacina. A partir de uma certa idade já é muito provável que a criança tenha entrado em contato com o vírus, então a recomendação do comitê técnico da Organização Mundial da Saúde [OMS] foi a introdução da vacina exatamente nesta faixa etária”, disse Chioro.

A hepatite A é uma doença que atinge o fígado. De acordo com a OMS, a cada ano, ocorrem cerca de 1,4 milhão de casos no mundo. De acordo com o Ministério da Saúde, 151.436 casos da doença foram registrados no Brasil entre os anos de 1999 e 2013. No período entre 1999 e 2012, 761 pessoas morreram por causa da doença.

Fonte: Correio Braziliense

Brasil inaugura primeira fábrica de mosquitos da dengue transgênicos

A empresa britânica Oxitec inaugurou, nesta terça-feira (29), a primeira fábrica de mosquitosAedes aegypti transgênicos do Brasil, uma tecnologia que, se aprovada, pode ajudar no combate da dengue no país. A unidade, instalada em Campinas, tem capacidade de produzir 500 mil insetos por semana. No ápice de produção, esse número pode saltar para 2 milhões de machos a cada sete dias.

A tecnologia foi desenvolvida em 2002, no Reino Unido. No laboratório, ovos dos Aedes aegypti receberam uma microinjeção de DNA com dois genes, um para produzir uma proteína que impede seus descendentes de chegarem à fase adulta na natureza, chamado de tTA, e outro para identificá-los sob uma luz específica.

Os machos, quando liberados na natureza, procriam com as fêmeas –responsáveis pela incubação e transmissão do vírus da dengue. Elas vão gerar descendentes que morrem antes de chegarem à vida adulta, reduzindo a população total.

Testes iniciados em 2011 na cidade de Juazeiro, na Bahia, mostraram redução acima de 80% na população selvagem. Alguns experimentos apontaram resultados de 93% de redução doAedes aegypti que vive na natureza. O uso dos insetos da Oxitec no Brasil foi feito em parceria com a organização Moscamed.

Como funciona
A ideia da Oxitec é ser contratada pelo poder público para fornecer um pacote de serviços, que vai desde o treinamento de agentes públicos ao combate de possíveis epidemias de dengue.

A contratação depende da aprovação da Agência de Vigilância Sanitária, a Anvisa, que ainda estuda autorizar a comercialização deste tipo de serviço. Caso isto ocorra, o Brasil poderá ser o primeiro país a aprovar o uso de  Aedes aegypti transgênico, em caráter comercial, para combater a dengue.

Segundo Glenn Slade, diretor global de desenvolvimento de negócios da empresa, uma cidade de 50 mil habitantes terá de desembolsar de R$ 2 milhões a R$ 5 milhões por ano para aplicar os serviços, e R$ 1 milhão pelos anos seguintes, para manutenção dos insetos.

O processo de liberação é dividido em três fases. Em um plano simulado para um município de 10 mil habitantes, na primeira fase, chamada de supressão, são liberados 2,5 milhões de insetos por semana (250 para cada habitante). Na consolidação, o total de lançamentos cai para um milhão por semana. As duas primeiras etapas duram de quatro a seis meses. Na terceira e última fase, a de manutenção, são liberados 500 mil mosquitos machos por semana.

De acordo com o Ministério da Saúde, entre 1º de janeiro e 5 de julho deste ano, o país registrou 659.051 casos de dengue, total que é 52,5% menor que o do ano passado (1.388.776 notificações). A quantidade de mortes também diminuiu. Foram 249 óbitos entre 1º janeiro e 5 de julho deste ano contra 541 no mesmo período do ano passado.

Fonte: Portal G1

Pesquisadores brasileiros desenvolvem teia de aranha sintética

Por essa, nem o Homem-Aranha, super-herói dos quadrinhos, esperava. A fabricação de teias de aranha em laboratório é realidade para pesquisadores brasileiros, que, no futuro, podem também fazê-las crescer em plantas.

A pesquisa é desenvolvida na Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, em Brasília, e liderada pelo pesquisador Elíbio Rech. Ele explica que a teia de aranha é um produto com alta aplicabilidade comercial e a forma como pode ser produzida define o conceito de sustentabilidade e uso racional da biodiversidade.

“Nós não precisamos mais entrar na floresta para pegar nenhuma aranha. Você vai lá, conhece as propriedades, pega alguns poucos organismos, retira o que precisa e nunca mais volta, você faz sintético. Esse é o caminho real de sustentabilidade, usar a tecnologia para que você não tenha que devastar a floresta para isolar um determinado composto”, disse o pesquisador.

Rech conta o caso da artemisina, produzida pela planta artemísia, um forte componente contra a malária. “Foi feita uma avaliação e começaram a produzir em larga escala, mas foi economicamente inviável porque precisava de áreas enormes. Então, usando a engenharia genética, um grupo da Califórnia produziu em levedura e o composto foi lançado por uma empresa farmacêutica no ano passado. Um produto contra a malária, que veio de uma planta, mas que não precisa mais usar a planta, você faz tudo sintético.”

A pesquisa da Embrapa começou em 2003 com a prospecções na Amazônia, na Mata Atlântica e no Cerrado de aranhas que produzem fibras e o mapeamento genético das glândulas que produzem as proteínas que vão dar origem à seda da teia.

Segundo a pós-doutoranda da Universidade de Brasília (UnB) Valquíria Lacerda, que trabalha no projeto, a criação em laboratório das proteínas da aranha é feita pela bactéria Escherichia coli. “Ainda não existe um organismo ideal para produzir em grande quantidade. Tem pesquisadores que já colocaram em células de mamíferos, de insetos, em bactéria, o mundo inteiro ainda procura uma biofábrica ideal para fazer extração reduzindo o custo desse material”, disse a bióloga.

O passo seguinte consiste na extração das proteínas. Para isso, a massa de bactérias E. Coli é diluída em meio líquido e as proteínas de teia de aranha são resgatadas com uma sequência de DNA específica. Com auxílio de uma seringa especial que simula a espirineta (órgão da aranha que expele a teia), os pesquisadores vão liberando e enrolando a fibra.

“Da última vez, de 100 microlitros, que é a décima parte de um mililitro, conseguimos fazer um fio muito grande, foram mais de 10 metros, rendeu bastante”, contou Valquíria, explicando que as fibras de teia de aranha natural podem variar de 2 a 4 nanômetros e a produzida na Embrapa tem em torno de 40 nanômetros. “De 20 a dez vezes mais espesso do que encontramos na natureza, o que pode ajudar a ser mais forte”, destacando que os próximos passos envolvem testes de extensão e resistência.

Para explicar os possíveis usos dessa fibra, o pesquisador Elíbio Rech faz a comparação com o plástico, ou seja, serve para quase tudo. “É um material novo que tem duas características, flexibilidade e resistência, e também é biodegradável. Ele tem uma característica física que permite um melhor desempenho para tudo.”

Pode ser usado na produção de tecidos, em fios para sutura, para quem tem alergia ao nylon, por exemplo, e também em nanopartículas para o endereçamento preciso de drogas e medicamentos no corpo humano.

Também em composições metálicas e plásticas para placas e peças de aviões e para os cascos de navios. “Qualquer material que dure mais vai reduzir o custo de manutenção. Ao conseguir fazer com que um material trabalhe mais e seja mais leve, você também reduz o gasto de combustível, reduz emissão de gás carbônico na atmosfera, então tem todo um ganho direto e indireto do uso de um material como esse”, disse Rech.

Além das inúmeras aplicações e benefícios para o desenvolvimento de diversos setores da economia, o fato de os estudos serem baseados em aranhas brasileiras permite agregar valor à biodiversidade nacional.

Segundo Rech, a tecnologia da produção de fios de teias de aranha já está dominada. O próximo passo é definir um meio econômico, rápido e seguro para a sua produção em larga escala. “O nosso interesse era juntar as duas coisas, que nós possamos produzir essa fibra, que está sendo feita hoje em bactéria, em uma semente de soja ou em outra planta, de forma a reduzir o custo de produção.”

Os pesquisadores já fizeram testes preliminares para introduzir em plantas, mas precisam de mais pessoas para compor o grupo. “No setor público temos dificuldade em manter os grandes cérebros, as pessoas vêm, ficam um tempo, recebem outras propostas e acabam saindo. Isso não é ideal para o projeto, mas faz parte da formação, o país ganha com isso”, disse Rech.

Para o pesquisador, a empresa pública já cumpriu seu papel de gerar um ativo tecnológico ao produzir essas fibras em bactérias. “Esse é um potencial produto muito importante, agora o setor privado tem que fazer a outra parte, escalonar e transformar isso em um produto comercial. Ainda precisamos reduzir um pouco o custo de produção, nós saberíamos como fazer, também com outro laboratório e equipamentos, mas, como eu disse, faltam pessoas para colaborar com a gente.”

A utilização de plantas, micro-organismos e animais geneticamente modificados como biofábricas é estudada para a produção não apenas desses fios, mas também de medicamentos e outros insumos essenciais à população.

Na Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia são desenvolvidos estudos em plantas de soja transgênica capazes de produzir o fator 9, uma proteína responsável pela coagulação do sangue. Os hemofílicos não produzem essa proteína e precisam dela para melhorar a sua qualidade de vida.

Também há a soja com gene que estimula o hormônio do crescimento (GHC) e plantas transgênicas para combater a aids. “A soja é uma planta realmente maravilhosa porque é uma semente que tem 40% de proteína e o restante de óleo”, disse Rech. “Você tem uma semente e um sistema de produção fenomenais. É imbatível.”

Segundo a Embrapa, o faturamento da biotecnologia na indústria farmacêutica mundial cresceu muito nas últimas décadas e hoje alcança aproximadamente US$ 10 bilhões ao ano. Os produtos biotecnológicos estão em franco desenvolvimento e hoje alcançam 10% dos novos produtos atualmente no mercado.

Todas essas pesquisas são realizadas em parceria com outras unidades da Embrapa, instituições de pesquisa e universidades do Brasil e do exterior.

Fonte: Agência Brasil

Receita faz operação para combater crimes aduaneiros no Espírito Santo

A Receita Federal realiza hoje (29), pela Alfândega do Porto de Vitória, no Espírito Santo, a Operação Três Elementos para combate a crimes aduaneiros e mapear pontos de interesse para ações de vigilância e repressão em portos. A operação combina deslocamento aéreo, marítimo e terrestre.

O órgão informa que a operação conta com 20 servidores, entre auditores-fiscais, analistas e servidores de apoio, que vão trabalhar no helicóptero modelo EC-135, na lancha Denebola e em quatro viaturas terrestres da alfândega.

A Receita tem usado aeronaves e lanchas nas ações de fiscalização em vários estados brasileiros, inclusive no Espírito Santo.

Fonte: Agência Brasil

Milho volta a sofrer queda e preços caem no mercado interno em MT

Os preços do milho no mercado interno mato-grossense fecharam a última com média de R$ 11,31 saca, um leve recuo (-0,28%) em relação à semana anterior. A indicação é do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).

De acordo com o Indicador Imea, a média para a saca de 60 quilos variou de R$ 11,34 para os R$ 11,31 atuais. Antes de cair, o cereal registrava ganho de 3,10% nos preços, conforme relatório semanal da entidade.

Já as cotações na Bolsa de Chicago para o contrato setembro de 2014 registraram queda de 3,91% na média semanal, sobretudo devido ao clima favorável ao desenvolvimento do milho norte-americano, indicam os analistas do Imea.

Enquanto em Mato Grosso os produtores continuam colhendo a segunda safra de milho, com aproximadamente 12 milhões de toneladas já retiradas do campo, nos Estados Unidos os agricultores estão de olho nas plantações.

De acordo com o relatório de acompanhamento do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA na sigla em inglês), 75% das plantações estão em condições que variam de boas a excelentes. Uma semana antes chegava a 76%. Classificadas como regulares são 19% das lavouras que estão no campo, enquanto as ruins ou muito ruins chegam a 6%.

A fase de espigamento pode ser notada em 78% das lavouras de milho. Quanto à fase de enchimento de grãos são 17%.

Fonte: Portal G1

Planejamento autoriza Ministério da Justiça a abrir nova seleção

Saiu no Diário Oficial da União desta terça-feira (29/7) que o Ministério do Planejamento autorizou abertura de um novo processo seletivo simplificado para o Ministério da Justiça. Serão abertas 14 oportunidades temporárias para atuação no Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública, Prisional e sobre Drogas (Sinesp).

Poderão participar pessoas com qualquer curso de nível superior e que tenham pelo menos cinco anos de experiência em áreas relacionadas à gestão de projetos, ou em tecnologia da informação ou ainda em mestre ou doutor em áreas relacionadas as atividades do cargo.

O ministério terá até seis meses para publicação do edital de abertura da seleção. O prazo de duração dos contratos será de um ano, com possibilidade de prorrogação até o limite máximo de cinco anos.

Fonte: Correio Web

Mais de 100 palestinos mortos nesta terça em Gaza, 1.170 ao todo

Gaza – Mais de cem corpos foram contabilizados em diferentes necrotérios de Gaza nesta terça-feira (29/7) depois da violenta ofensiva do exército israelense contra o território, o que eleva para mais de 1.170 o número de palestinos mortos em 22 dias de conflito, segundo fontes locais.

Os disparos da artilharia israelense se intensificaram a partir da noite de segunda-feira, principalmente no campo de Bureij (centro) e Jabaliya (norte). A ofensiva israelense, lançada no dia 8 de julho em resposta a disparos de foguetes do movimento islamita Hamas de Gaza, matou em sua grande maioria civis, incluindo 230 crianças, segundo a Unicef.

Do lado israelense, três civis e 53 soldados morreram nas três semanas de confrontos, o número de baixas militares mais alto desde a guerra contra o Líbano de 2006.

Fonte: Correio Braziliense

Ministro determina retirada de propaganda em favor de Aécio e contra Dilma na internet

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Admar Gonzaga concedeu liminar que determina a retirada de propaganda veiculada na internet com conteúdo negativo direcionado à Dilma Rousseff e com elogios a Aécio Neves, ambos candidatos à Presidência da República.

A decisão ocorreu numa representação movida pela coligação que apoia Dilma Rousseff na campanha pela reeleição contra a empresa Empiricus Consultoria e Negócios, a Aécio Neves e sua coligação e contra o Google.

De acordo com o processo, a empresa estaria veiculando propaganda paga com os seguintes anúncios: “Como se proteger da Dilma: saiba como proteger seu patrimônio em caso de reeleição da Dilma, já” e “E se o Aécio Neves ganhar? Que ações devem subir se o Aécio ganhar a eleição? Descubra aqui, já”.

Conforme determina a Lei das Eleições, é vedada a veiculação de qualquer tipo de propaganda eleitoral paga na internet. Além de pedir a retirada da propaganda, a coligação pediu aplicação de multa aos envolvidos.

Fonte: Tribuna do Norte

Processo de registro de Betinho Rosado já está pronto para ser julgado pelo desembargador João Batista

O processo do pedido de registro de candidatura do deputado federal Betinho Rosado (PP), cunhado da governadora Rosalba Ciarlini, está pronto para ser julgado pelo desembargador João Batista Rebouças, relator do processo.

Betinho Rosado sofre um pedido de impugnação de registro impetrado pelo Ministério Público Eleitoral. A acusação é que o parlamentar é “ficha suja”, já que figura na lista do Tribunal de Contas do Estado. A condenação é referente ao período em que ele foi secretário estadual de Educação.

Fonte: Tribuna do Norte

Viçosa é o município do RN com menor número de eleitores

Com 1.686 eleitores, Viçosa é o município do Rio Grande do Norte com o menor número de pessoas aptas a votar nas eleições de 2014. A cidade fica na região Oeste do estado e é também a menor em número de habitantes, com 1.618 moradores. O Rio Grande do Norte, ao todo, tem 2.327.451 eleitores. O pleito deste ano, que acontece no dia 5 de outubro, elege governador e vice-governador, senador e respectivos suplentes, deputados federais, estaduais e distrital.

A cidade com o maior número de eleitores no RN é Natal que tem 506.053, o que representa 21,743% do total de eleitores do estado. O Rio Grande do Norte teve uma redução de 1,19% no número de eleitores em 2014 em relação a 2012. No Brasil são 142.822.046, sendo que 354.184 votam no exterior.

Dos 167 municípios do Rio Grande do Norte, 49 vão utilizar o sistema biométrico nas eleições deste ano. Em todo o país, mais de 22 milhões de eleitores serão identificados pelas digitais. No RN este número é de 1.116.495 eleitores.

Fonte: Portal G1

Presidente do TSE determina retorno ao cargo do prefeito de Passagem

O prefeito de Passagem, José Pereira Sobrinho (DEM), e a vic-prefeita, Josefa Cristiane Chacon (PMDB), cassados na última quinta-feira pelo TRE, retornarão ao cargo. A decisão foi do presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Dias Toffoli.

Ele concedeu medida liminar determinando que os gestores voltem a ocupar o cargo até que o plenário do TSE analise o recurso especial, impetrado pela defesa do prefeito, contra decisão do TRE.

O principal argumento apresentado pelo advogado Erick Pereira, que defende o prefeito, foi rebater a acusação de “alistamento de eleitores”, já que Passagem possuía em número de eleitores duas vezes a população. O advogado afirmou que o meio processual para apurar a fraude no alistamento eleitoral não era a Ação de Investigação Judicial Eleitoral.

Fonte: Tribuna do Norte

China abre investigação contra gigante Microsoft por monopólio no mercado

Xangai – A China anunciou nesta terça-feira que está investigando o gigante americano Microsoft por exercer um possível monopólio no mercado chinês.

“De acordo com a regulamentação legal, a Administração Estatal de Indústria e Comércio (AEIC) abriu uma investigação sobre supostas ações de monopólio da Microsoft”, indicou o organismo em um comunicado.

A investigação aponta o sistema operacional Windows, utilizado na grande maioria dos computadores da China, e seu pacote de programas Office, segundo a nota.

A Microsoft se converte, assim, na mais recente empresa estrangeira que é alvo de uma investigação na China, que colocou sob análise uma série de sociedades, dos campos da informática até o leite infantil.

Representantes da AEIC vasculharam vários escritórios da Microsoft na China, indicou na segunda-feira à AFP uma fonte próxima à investigação.

Segundo a imprensa oficial, os investigadores visitaram locais em Pequim, Xangai, Cantão e Chengdu e entrevistaram seus trabalhadores.

Fonte: Correio Braziliense

Famílias desabrigadas de Mãe Luiza começam a receber o auxílio moradia

As primeiras famílias de Mãe Luiza que deram entrada no auxílio moradia e que possuíam conta no Banco do Brasil começaram a receber o benefício no sábado (26). Das 125 famílias residentes no bairro de Mãe Luíza, que tiveram suas casas interditadas ou destruídas em decorrências das chuvas que caíram no mês de junho em Natal, 118 já deram entrada na documentação na Secretaria Municipal de Habitação, Regularização Fundiária e Projetos Estruturantes (Seharpe), para recebimento do auxílio moradia.

A informação é do secretário da Seharpe, Homero Grec, revelando que após dar entrada nesta Secretaria, de laudos e relatórios expedidos pelas Secretarias Municipal de Defesa Civil e do Trabalho e Assistência Social, os beneficiários têm um prazo de cinco dias úteis para o auxílio está creditado na conta-corrente. Nesta terça-feira (29) deve ser deposito o beneficio para o segundo grupo de famílias que deram entrada na documentação.

Homero Grec informou ainda que cada família vai receber R$ 1.448,00, correspondentes a duas parcelas (junho e julho). O benefício é assegurado pela Lei 6.473, de 10 de julho deste ano, sancionada pelo prefeito Carlos Eduardo, e publicada no Diário Oficial do Município do dia seguinte. A Lei, aprovada pela Câmara Municipal, dispõe sobre a criação do Programa de Auxílio Moradia às pessoas vítimas de situações emergenciais e de calamidade pública no âmbito do município de Natal.

De acordo com o Art. 2º da referida Lei, o Programa Social de Auxílio Moradia tem como finalidade a concessão temporária, pelo Poder Executivo Municipal, de um valor pecuniário correspondente a um salário mínimo, às famílias ou pessoas desabrigadas residentes no município de Natal e que sejam potencialmente reconhecidas pela Defesa Civil do município de Natal e/ou pela Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtas), como vítimas de situações emergenciais ou de calamidade pública em aéreas urbanas.

Por famílias ou pessoas desabrigadas, entendem-se aquelas destituídas de suas respectivas moradias, seja por destruição ou interdição causadas por acidentes naturais ou não, de que resultem situações emergenciais ou de calamidade pública.

A interdição das residências situadas em áreas consideradas de risco é declarada por ato praticado pela Defesa Civil do Município e ratificado pela Secretaria Municipal de Obras Públicas e Infraestrutura (Semopi).

Fonte: Prefeitura do Natal

FMI: Desaceleração da economia brasileira pode contaminar América Latina

O Fundo Monetário Internacional (FMI) alertou para o risco de a desaceleração na economia brasileira contaminar parte da América Latina. Segundo o relatório “2014 Spillover Report”, divulgado nesta terça-feira, o país “se tornou um grande consumidor de bens produzidos pelos países vizinhos”, sobretudo Bolívia e Paraguai. Cerca de 35% das exportações desses países são para o Brasil, o equivalente a um impacto entre 11% e 13% no Produto Interno Bruto (PIB).

O impacto da economia brasileira nesses locais é tão grande que uma queda de 1 ponto percentual no crescimento do Brasil gera recuo de 0,9% na produção paraguaia. a Argentina e no Uruguai, boa parte das exportações também são endereçadas para o Brasil, em torno de 20%. Nesses locais, assim como na Bolívia, um recuo de ponto percentual na economia brasileira geraria queda de 0,25% na produção.

O relatório estima que um grande choque na economia brasileira pode gerar um impacto de até 16% no PIB paraguaio e até 10% no crescimento da economia Argentina. O impacto é menor nos países andinos. Os danos, contudo, parecem concentrados no comércio entre os vizinhos, já que as relações de empréstimos bancários e o fluxo de investimento direto ainda são fracas.

Conforme o FMI, o Brasil teria que intensificar investimentos em infraestrutura, especialmente nos setores de energia elétrica e transporte para barrar a desaceleração e continuar crescendo a médio prazo. Também é preciso estudar, segundo o relatório, novas fontes de crescimento, que não o consumo, e aumentar a competitividade.

Emergentes

O relatório analisa que, desde o período pré-crise, todos os mercados emergentes têm crescido de forma moderada, o que pode causar efeitos colaterais no comércio e nas finanças, como queda nos preços das commodities. Além disso, a previsão é de que, “com o aumento de créditos bancários interfronteiriços em mercado emergentes, essa desaceleração pode provocar perda de capital para bancos visíveis nas economias avançadas”, em tradução livre.

A solução, segundo o FMI, seriam reformas estruturais para aumentar a produtividade e o crescimento de médio prazo, removendo gargalos de oferta. As prioridades variam de acordo com cada país: os de menor renda necessitam de reformas para desenvolver novos setores; os países com níveis de renda mais avançados têm que investir em inovação e desenvolvimento tecnológico. A América Latina como um todo precisa ainda intensificar os investimentos em educação, aconselha o relatório.

Fonte: Correio Braziliense

TRE deferiu três candidaturas a deputado estadual até agora

Dos 399 pedidos de registros de candidaturas protocolados junto ao Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte para concorrer às eleições deste ano, a Corte julgou até agora quatro requerimentos de candidaturas, dos quais três foram deferidos e um rejeitado, de acordo com informações do Sistema do TRE. O Tribunal recebeu 89 ações de impugnações  que deverão ser apreciadas até o próximo dia 21 de agosto – último prazo para a Justiça Eleitoral concluir a análise dos processos de candidaturas. 

As ações foram protocoladas pelo Ministério Público Eleitoral contra 86 candidatos, duas coligações e um partido que não atenderam a todos os requisitos exigidos pela legislação eleitoral.

Até agora, foram deferidos os  registros de candidatura de Adenúbio de Melo Gonzaga, da coligação “União Pela Mudança III”, integrada pelo PSDB, PSC, PSDC, PMN, PRB e PRP, ao cargo de deputado estadual. No dia 24, Elyud Santos de Freitas, da coligação “Sem Mudança Não Há Esperança”, e Francisco Bento de  Moura Júnior, da coligação “União pela Mudança III”, tiveram seu pedido deferido para disputar o cargo de deputado estadual.

O colegiado indeferiu na sessão do último dia, 21, o pedido de registro de candidatura de Alisson Ferreira do Nascimento, da mesma coligação, ao cargo de deputado federal por não ter idade suficiente para participar de uma eleição. O Tribunal julgou também três pedidos de Registro de Comitê Financeiro, todos deferidos: do PSDB, proposto pela Comissão Executiva Estadual; do PDT, proposto pelo Diretório Estadual e do PSD, para o cargo de governador.

Dois candidatos a deputado estadual declinaram da intenção de disputar uma vaga na Câmara dos Deputados, em Brasília. Os pedidos de renúncia de Francisco Djailton da Silva, mais conhecido como Pastor Djailton, do PSC, e de Heleno Luiz da Silva (PMDB) Os registros foram pedidos pela coligação União pela Mudança I.

Os candidatos alvos de impugnação de registro têm sete dias, a contar da notificação, para apresentar justificativas ao Tribunal Regional Eleitoral. Encerrado o prazo para os impugnados apresentarem defesa, o juiz relator do caso têm mais quatro dias para ouvir testemunhas. Encerrados as oitivas de depoimentos, caso entenda necessário, o magistrado poderá ainda requerer diligências para reunir provas – em prazo de cinco dias.

Número
86 candidatos, duas coligações e um partido enfrentam processos de impugnação movidos pela Procuradoria Eleitoral

Fonte: Tribuna do Norte

Com mais de mil projetos inscritos, eólicas predominam em leilão de energia

Os empreendimentos voltados para a construção de usinas eólicas (proveniente dos ventos) voltaram a predominar entre as empresas cadastradas para participar do Leilão de Energia de Reserva 2014, que o governo federal fará em 31 de outubro deste ano.

Segundo informações divulgadas hoje (29) pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE), foram cadastrados 1.034 empreendimentos interessados em participar do leilão, com uma oferta total de 26.297 megawatts (MW) de capacidade instalada. O Leilão de Reserva prevê a entrega da energia a partir de 2017.

Foram cadastrados 626 projetos de energia eólica com um potencial de oferta de energia elétrica da ordem de 15.356 MW. Em número de empreendimentos inscritos estão os projetos de energia solar (fotovoltaica), com 400 usinas e capacidade instalada de 10.790 MW, e que pela primeira vez, segundo a EPE, não irão disputar o leilão com outras fontes.

Ao avaliar a resultado do cadastramento, o presidente da EPE, Maurício Tolmasquim, disse que a grande surpresa foi o número relevante de projetos de energia solar. “O número de projetos fotovoltaicos (400) totalizam mais de 10 mil megawatts de capacidade instalada, ou seja, praticamente uma (Usina Hidrelétrica) de Belo Monte”.

Entre os 626 projetos inscritos estão, ainda, oito usinas termelétricas a biogás e Resíduos Sólidos Urbanos, totalizando 151 MW de capacidade instalada.

Caracterizado por bons ventos e ótima insolação, o estado da Bahia foi o que mais apresentou projetos, tanto para energia eólica (236) como para fotovoltaica (161), totalizando mais de 10 mil megawatts de capacidade instalada. Para Tolmasquim, “o alto número de projetos cadastrados já permite antecipar que este será um leilão bastante competitivo”.

Além da Bahia, o Leilão de Energia de Reserva 2014 traz, como destaque, o Ceará, com 95 empreendimentos eólicos (2.397 MW) e 15 fotovoltaicas (324 MW); Rio Grande do Norte com 104 empreendimentos eólicos (2.556 MW) e 42 solares (1.155 MW); e o Rio Grande do Sul, com 113 usinas eólicas (2.534 MW).

Fonte: Agência Brasil

Procurador de Contas pede suspensão do auxílio-moradia para magistrados

O procurador de contas do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas (MPjTCE), Luciano Ramos, apresentou petição solicitando a suspensão do auxilio-moradia para magistrados e juízes do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte. O pedido foi confirmado hoje (29), durante sessão do pleno do TCE.

Ramos solicitou o aditamento da petição que já tramita do TCE, referente ao auxílio-moradia para promotores e procuradores do Ministério Publico Estadual. O procedimento está sob análise do relator, conselheiro Gilberto Jales.

O auxílio para o judiciário foi aprovado em sessão da corte potiguar no início de julho, garante pagamento de beneficio equivalente a 10% do valor bruto dos vencimentos. Apesar de ainda não ter começado a ser pago, 156 pedidos já foram protocolados à presidência do TJRN. Todos ainda passarão por análise, sem data para ser finalizada. O TJ não possui estimativa de impacto do benefício na folha.

Para o procurador de contas Luciano Ramos, a resolução do judiciário “reproduz a do MP, excluindo também a resolução organizadora da corte que regulamenta uma ajuda de custo, não fala de auxílio moradia. Há uma absoluta irmandade entre as duas resoluções.”

Cautelarmente, Ramos pede a suspensão imediata da resolução do TJ e a notificação da presidência da Corte, para prestar esclarecimentos ao pleno do TCE.