Brasil eleito para Comitê sobre Organizações Não Governamentais da ONU

O Conselho Econômico e Social das Nações Unidas (Ecosoc, na sigla em inglês) elegeu o Brasil como integrante, para um período de três anos (2019-2022), do Comitê sobre Organizações Não Governamentais (CONG). Em nota, o Ministério das Relações Exteriores informou que “o governo brasileiro acolheu com satisfação a notícia”.

O comitê reúne aproximadamente 3.400 ONGs que trabalham em parceria com as Nações Unidas. É por meio do Conselho Econômico e Social que as ONGs têm acesso ao sistema da ONU.

O CONG acompanha o relacionamento da sociedade civil com as Nações Unidas, avaliando os pedidos de credenciamento de organizações não governamentais na ONU e os relatórios encaminhados pelas ONGs acreditadas.

Na nota, o Itamaraty acrescenta que: “o governo brasileiro agradece os membros do Ecosoc pelo apoio recebido. O lançamento da candidatura brasileira funda-se no reconhecimento da contribuição fundamental que organizações da sociedade civil prestam ao debate sobre os diversos temas da agenda da ONU”.

O Conselho Econômico e Social das Nações Unidas é um dos seis órgãos da ONU e reúne representantes de 54 países, eleitos pela Assembleia Geral para um período de três anos. É nesse conselho que são debatidas questões econômicas e sociais internacionais, formulando recomendações para os integrantes do fórum e das Nações Unidas.

Pertencem ao Ecosoc a Organização das Nações Unidas para Alimentação e a Agricultura (FAO), a Organização Internacional do Trabalho (OIT), a Organização Mundial da Saúde (OMS), a Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco) e o Conselho de Direitos Humanos.

Fonte: Agência Brasil

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *