Confiança do setor de serviços sobe, mas tem 2º menor nível da série

A confiança do setor de serviços aumentou 4,5% entre setembro e outubro, ao passar de 68,4 para 71,5 pontos, segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV). Apesar da melhora na margem, este é o segundo menor nível da série iniciada em junho de 2008.

O aumento foi registrado em 10 de 12 atividades em outubro e foi determinado pelas expectativas em relação aos meses seguintes. O Índice de Expectativas (IE-S) avançou 9,3%, depois de cair 6,1% em setembro; já o Índice de Situação Atual (ISA-S) recuou 4,7%, ante -12,7% no mês anterior.

Também houve melhora simultânea, que não ocorria desde abril, de 2,7% no indicador que mede a previsão de faturamento e de 0,6% no que mensura o ímpeto de contratações pelo setor nos próximos três meses.

“A melhora observada na confiança do setor, explicada pelas expectativas quanto aos próximos meses, é bemvinda mas deve ser relativizada. Entre setembro e junho as expectativas recuaram fortemente (-14,2%) e, nesse sentido, o resultado de outubro pode estar relacionado a essa base de comparação deprimida, uma vez que o contexto econômico não mostra até aqui alterações significativas que possam sustentar a continuidade dessa reação nos próximos meses”, avalia Silvio Sales, consultor da FGV/IBRE, por meio de nota.

Fonte: Portal G1

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *