Cúpula Europa-África adota medidas de urgência contra escravidão na Líbia

A 5ª cúpula Europa-África adotou em Abidjan uma série de medidas de urgência para combater a escravidão de imigrantes na Líbia, o que deflagrou uma onda de indignação mundial nos últimos dias.

Entre as medidas anunciadas pelo presidente francês, Emmanuel Macron, estão a retirada imediata dos africanos que quiserem deixar a Líbia em direção a seus países de origem, além da criação de uma força policial específica e de uma comissão investigadora.

No encontro também se decidiu pelo desenvolvimento de uma campanha de comunicação para dissuadir os jovens africanos que quiserem emigrar.

A migração se impôs como tema principal da cúpula euroafricana, após a difusão de imagens de um mercado de escravos na Líbia.

Cerca de 80 chefes de Estado e de governo e 5.000 delegados participam da cúpula de Abidjan, na Costa do Marfim.

Combate ao tráfico

Os dirigentes conseguiram chegar a um acordo para realizar “operações de remoções de urgência nos próximos dias, ou semanas”, disse Macron.

“Decidiu-se organizar uma cooperação reforçada em matéria de segurança e Inteligência para desmantelar as redes de traficantes”, informou o presidente francês.

Fonte: Portal G1

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *