Facebook pagará impostos no Reino Unido por receita gerada

Londres – A rede social Facebook informou nesta sexta-feira que pagará no Reino Unido impostos correspondentes aos lucros gerados em território britânico, após a polêmica pela política contábil desta companhia de internet.

A partir de abril, o Facebook deixará de entregar as faturas de seus clientes no Reino Unido através da Irlanda, como fazia até agora para minimizar o pagamento de impostos.

Com esta medida, espera-se que a empresa pague mais impostos no Reino Unido, onde foi fortemente criticada por desviar seus lucros para sede europeia na Irlanda.

“Na segunda-feira vamos começar a notificar os grandes clientes do Reino Unido, informando que desde o começo de abril vão receber as faturas do Facebook do Reino Unido e não do Facebook Irlanda”, afirmou hoje o companhia em comunicado.

“O que isto significa na prática é que as vendas do Reino Unido geradas diretamente por nossa equipe britânica serão registradas no Reino Unido e não na Irlanda. O Facebook do Reino Unido registrará então o faturamento destas vendas”, acrescentou.

Algumas multinacionais usaram nos últimos anos práticas contábeis que lhes permitiam reduzir artificialmente o lucro gerado no país onde têm atividade para levá-lo a outro país a fim de pagar menos impostos.

Em sua nota, o Facebook ressaltou que esta mudança fornecerá uma maior “transparência” a suas operações no Reino Unido.

“A nova estrutura é mais fácil de entender e reconhece claramente o valor que nossa organização britânica fornece a nossas vendas”, indica o comunicado.

Desta maneira, o Facebook informará a seus principais clientes que utilizam esta empresa para sua publicidade, entre eles Unilever e os supermercados Tesco e Sainsburys.

No Reino Unido, o imposto corporativo é de 20% sobre os lucros gerados no país.

O Facebook foi centro de uma controvérsia ao ser revelado recentemente que pagou somente 4.327 libras (5.625 euros) em impostos corporativos no Reino Unido em 2014, apesar de este país ser um de seus principais mercados fora dos EUA.

No mundo todo, estima-se que o Facebook tenha lucro de 1,3 bilhão de euros a cada três meses, segundo os meios de comunicação.

Fonte: Exame Notícias

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *