‘Inflação do aluguel’ acumula alta acima de 12% em 12 meses, diz FGV

O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), conhecido como inflação do aluguel porque é usado para reajustar a maioria dos contratos de locação de imóveis, acelerou na segunda prévia de fevereiro para 1,24%, depois de avançar 0,83% no mesmo período de janeiro.

Em 12 meses, o indicador acumula alta de 12,02%, e no ano, de 2,39%, segundo informou nesta sexta-feira (19) a Fundação Getulio Vargas (FGV).

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que mede os preços no atacado e entra no cálculo do IGP-M, subiu de 0,82% para 1,39%. A taxa de variação dos bens finais passou de 1,41% para 1,31%. “A maior contribuição para este movimento teve origem no subgrupo alimentos in natura, cuja taxa passou de 6,49% para 1,99%.”

Também usado para calcular o IGP-M, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que avalia os preços no varejo, registrou variação de 1,17% na segunda prévia de fevereiro, ante 1,10%, no mesmo período do mês anterior. Sete das oito classes de despesa do índice registraram avanço, com destaque para o grupo transportes, cuja taxa passou de 0,93% para 1,74%.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), que calcula os preços da construção,  apresentou alta de 0,40%. No mês anterior, a taxa foi de 0,27%. O índice que representa o custo da mão de obra registrou taxa de variação de 0,33%. No mês anterior, este índice variou 0,08%.

Fonte: Portal G1

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *