Velas de citronela são inúteis para espantar pernilongo, mostra estudo

O verão é marcado pelo ataque em massa de pernilongos. Se parece impossível fugir das picadas mesmo com repelente, o problema pode estar na arma usada. De acordo com uma pesquisa publicada nesta quinta-feira (16) no Journal of Insect Science, da Universidade de Oxford, muitos deles não funcionam mesmo.

Você quer afastar pernilongos e o Aedes aegypti, o causador da zika, dengue e chikungunya? Então não use vela de citronela, que é inútil para isso. O novo estudo testou a vela de citronela e outros 10 tipos de repelentes de mosquitos, entre eles cinco sprays e cinco dispositivos vestíveis. A maioria não cumpriu as promessas anunciadas em seus rótulos.

A vela de citronela não teve efeito nenhum contra os mosquitos.

Para descobrir se os repelentes funcionam ou não, os cientistas desenvolveram um túnel que imita as condições do quintal de uma casa. Uma pessoa sentou-se em uma das extremidades, posicionando-se a favor da corrente de vento formada por um ventilador colocado na outra ponta do túnel. No meio, estavam os mosquitos. Assim, foi possível medir quantos se aproximavam ou se afastavam de suas vítimas de acordo com cada repelente utilizado.

Os produtos reprovados apresentavam um fraco efeito repelente ou não faziam diferença nenhuma quando comparados à situação em que nenhuma proteção contra os insetos é utilizada.

Braceletes contendo extratos de ervas, como citronela e geraniol, e repelentes sonoros, que afirmam usar som de alta frequência para afastar mosquitos, foram apontados como ineficazes.

 Existe repelente eficaz

Apesar de mostrar que muitos repelentes não possuem efeito nenhum, o teste mostrou que alguns produtos possuem boa eficácia. Os repelentes que usam em seu composto químico DEET ou óleo de eucalipto-limão reduziram a atração de mosquitos em 60% a uma distância de 1 metro.

Já entre os sprays que tiveram baixa eficácia estão os que têm como princípio ativo óleo de citronela, de soja, de hortelã-pimenta, de capim-limão e de geranium, além da picaridina (ou icaridina, substância derivada da pimenta).

Apenas um dispositivo vestível se mostrou eficaz: um repelente portátil da marca OFF! para ser acoplado na roupa (em uma alça de bolsa ou no cinto). O produto contém o inseticida metofluthrin.

Fonte: Portal G1

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *